Contos Eroticos
Adicionar em seus Favoritos RSS conto Erotico Torne o Conto Erotico a pagina principal de seu navegador
O mais excitante site de Contos Eróticos da Lingua Portuguesa.
Username: Senha:
Esqueci minha senha | Quero ser usúario
Principal   Publicar Contos   Painel de controle   Últimos Contos   Mensagens/Scrap   Entrar em contato   Bate Papo
Contos Eroticos
   Contos por intervalo
   Por categoria
   Últimos Contos
   Melhores Contos
   Contos com foto
   Publicar Contos
   Publicar Com fotos
   Buscar (Search)

Quadrinhos Eróticos
   Quadrinhos eróticos
   Enviar Quadrinhos

OPÇÕES
   Painel de Controle
   Meu Album de fotos
   Cadastro usuário
   Mensagens (Scraps)
   RSS
   Entre em contato

SITES PARCEIROS
   Irotica Videos
   Videos Eroticos
   Relatos Espanhol
   Galaxia Gay
   Videos de Famosas
   Piadas Web
   Videos Porno
   Porno Tube

REDES SOCIAIS
   Twitter
 
 
 
 





Era tarado na minha sogra e ela em mim, até... II



Meu nome é Marcos e minha sogra é Lana. Como falei no início, minha sogra Lana havia falado com a minha esposa e minha esposa tinha sido bastante complacente com a história contada por minha sogra, sobre uma mãe necessitada de sexo que se entregou para o genro, minha esposa disse que não via nada demais, uma vez que isso não comprometesse o casamento da filha.
Nesse caso abriu precedente para nós, passei a fantasiar com minha esposa na cama, perguntando se ela já tinha sentido tesão por outro homem, ela dizia que sim, mas que sempre me respeitava muito e me amava muito também, mas ela me disse que era louquinha para cavalgar em mim e sentir outra pica invadir seu cuzinho, fui dando corda e ela falou que toparia transar comigo e outro casal, desde que esse casal não nos conhecesse, então fui falando de minhas fantasias e disse que estava tarado na mãe dela, ela ficou meio receosa e disse é só uma tara ou está pintando sentimento? Eu falei: é só tesão, lógico que pinta uma química, mas nada a mais que isso. Então minha esposa ficou pensativa e mas quando fomos transar ela disse me fode gostoso, come o meu cuzinho como se tivesse comendo o da minha mãe, ela gozou como uma tarada, chegou ficar trêmula, qdo terminamos ela estava escorrendo porra no cu, na xoxota, ela deitou do meu lado me deu um belo dum beijo e disse: faça minha mãe feliz, mas cuidado para ela não entender tudo errado.
Então minha esposa planejou ir para a fazenda, mas ao chegarmos com minha sogra e as crianças, minha esposa falou que iria passar o dia num hotel fazenda e que era a minha chance, mas desde que contasse tudo para ela depois. Minha esposa simulou atender o celular e disse que tinha uma festinha para levar as crianças e que só voltaria no outro dia, porque a festa ia termina tarde.
Entramos eu e minha sogra, fui para minha suíte e lá já enchi a banheiro de hidromassagem, sauna, porque queria comer a minha sogra de todos os jeitos e modos.
Pedi a minha sogra para ir no meu quarto vê uma roupa de cama, quando ela chegou eu estava com hobe e ela ficou toda sem graça, fechei a porta e disse que ia tomar um banho se ela gostaria de me acompanhar, ela disse: você está louco! Se alguém nos pega aqui, o que eu vou falar para a minha filha? Eu disse que a filha dela já sabia de tudo e que deu carta branca, além do mais eu tinha pedido a empregada para acompanhar o motorista ao supermercado da cidade que fica a uns 50km e fazer compras, estávamos sozinhos.
Ela ainda ficou receosa, eu a segurei e a beijei, fui tirando a roupa dela e ela pode vê toda a minha pica 17cm por 21 de diâmetro, bem grossa, ela segurou minha pica, tirei o hobe, tirei a roupa dela e pude dá uma mamada nos seios dela que estavam bem bonitos, ela já tinha feito plástica neles, entramos na banheira, ela tirou a calcinha, estávamos pelados, ela me masturbando e eu a acariciando, ela não resistiu e veio para cima de mim, sentou na minha vara que entrou com tudo, ela cavalgava com tudo, e dizia que nunca tinha sentido outra pica em suas entranhas, estava metendo com tanta força que molhou todo o banheiro, eu segurava aquele bundão, massageava o cuzinho dela, não demorou e ela atingiu múltiplos orgasmos, ficou exausta, mas estava com tesão, eu a coloquei de quatro e meti na xoxota dela, bombei com força, ela mandava eu comer a sogra putinha, rasgar a sogra e não reclamava de dor, gozei muito nas entranhas dela, ficamos ali namorando, ela começou a beijar minha pica, depois a chupar, fiquei teso novamente, ela queria me dá de frango assado, eu meti na xoxota dela ela gozou rapidinho novamente, eu estava louco para comer o cuzinho dela, a coloquei de quatro novamente e fui beijando e lambendo a xoxota gozada e o cuzinho dela ate então intacto, ela piscava as entranhas e falava que ninguém até aquele dia tinha feito um oral nela, arrebitava a bunda, que bunda linda1 e piscava o cuzinho, enfiei um dedo e ela me perguntou se eu queria comer o cuzinho dela, falei que estava tarado nele, ela disse eu adoro dá o cu, desde pequena adorava quando minha mãe me colocava supositório, mas você tem o pênis muito grosso, vai devagar.
Minha sogra pediu para espera aí e saiu da banheira, foi ao quarto dela e pegou um creme hidratante, voltou e lubrificou o meu pau, pediu para eu untar o cuzinho dela, eu passei bem lá dentro, por fora, meu pau estava escorregando como um muçum(bicho como uma cobra que escorrega muito) encostei a cabeçorra na entranha do cuzinho dela forcei um pouquinho e ela pulou para dentro do cu de minha sogra, ela soltou um gritinho de dor, parei e a deixei se acostumar com minha pica cravada, ela começou a fazer movimento de abrir e fechar o cuzinho e depois falou vai rasga sal sogra meu gerrinho gostoso, mete com força, fui bem devagarinho até minhas bolas baterem em sua xoxota, depois fui aumentando o ritmo e bombando com força, ela rebolava e falava alto me enche de porra, me inunda, enche o rabinho de sua lobona de porra, isso ia me dando mais tesão, explodi num gozo intenso, ela rebolava e me dava bundada, parecia querer me engolir com o cu, eu estava cheio de tesão, minha pica não amoleceu, ficamos transando até ela não agüentar mais, gozeis outras vezes, mas sem tanta intensidade.
Dormimos e quando acordamos lá pelas 23h, tomamos um banho, jantamos e a empregada já tinha chegado, mas minha sogra dormiu em minha cama, voltamos a transar, dessa vez com ótimas preliminares, minha sogra ficou louca, gozava em minha boca, até que implorou para ser penetrada, meti novamente, mas dessa vez só gozei no cuzinho dela, ela dormiu pelada, no outro dia, lá pelas 6. da manhã, acordei e vi minha sogra com aquele bundão virado para cima, estava todo lambuzado de porra, mas eu estava com tanto tesão, que a acordei com um belo beijo, fui descendo e ela arrebitava a bunda, eu caí de boca, não liguei porque a porra era minha, lambi aquele cuzinho gozado, depois meti nele novamente, tomamos banho e meti na xoxota dela, ela colocou uma camisola e foi dormir no quarto dela, mas antes me agradeceu muito, falou que a partir daquele dia ia Ter uma relação mais gostosa possível com o homem que a fez se sentir mulher.
Minha sogra paga tudo para mim, meus filhos são como filhos dela e a minha esposa passou ater muito mais tesão na cama depois que passei a comer a mãe dela, mas as duas nunca tocaram no assunto, porém sabem do conhecimento das duas.
Mas minha esposa muitas vezes tentou, estávamos os 3 sozinhos e minha esposa me abraçou e disse: o meu marido é um homem muito gostoso num é mãe e minha sogra disse: aparenta ser um macho e tanto, fiquei todo cheio
Tenho um relacionamento de amante com minha sogra até hoje, mais de 20 anos, sem falar que já realizei as fantasias dela e ela as minhas.
Mas isso fica para um outro conto.




Ficha do Conto

Escritor:
Obelisco

Nome do conto:
Era tarado na minha sogra e ela em mim, até... II

Codigo do conto:
3873

Categoria:
Incesto

Data do Envio:
19/01/2005

Quant.de Votos:
0

Quant.de Fotos:
0

Compartilhe
Tweet esse conto! Digg esse conto! Adicionar esse conto no del.icio.us



Clique aqui para enviar uma mensagem (scrap) para o autor desse conto.

Gostou desse conto? Nao deixe de compartilhar com seus amigos no twitter. Tweet esse conto!






Escreva o seu Comentário

Importante:Comentário com número de telefone serão apagados.


Para fazer um comentario a respeito desse conto ou mandar um scrap para o autor. Voce precisa logar em nosso site.

Contos enviados pelo mesmo autor
Codigo Nome do Conto Categoria Ranking
© Copyright 2000-2014 www.contoerotico.com - Todos os direitos reservados
Web Design/Hosting - Dynamic Web Solutions Corp - USA