Contos Eroticos
Adicionar em seus Favoritos RSS conto Erotico Torne o Conto Erotico a pagina principal de seu navegador
O mais excitante site de Contos Eróticos da Lingua Portuguesa.
Username: Senha:
Esqueci minha senha | Quero ser usúario
Principal   Publicar Contos   Painel de controle   Últimos Contos   Mensagens/Scrap   Entrar em contato   Bate Papo
Contos Eroticos
   Contos por intervalo
   Por categoria
   Últimos Contos
   Melhores Contos
   Contos com foto
   Publicar Contos
   Publicar Com fotos
   Buscar (Search)

Quadrinhos Eróticos
   Quadrinhos eróticos
   Enviar Quadrinhos

OPÇÕES
   Painel de Controle
   Meu Album de fotos
   Cadastro usuário
   Mensagens (Scraps)
   RSS
   Entre em contato

SITES PARCEIROS
   Irotica Videos
   Videos Eroticos
   Relatos Espanhol
   Galaxia Gay
   Videos de Famosas
   Piadas Web
   Videos Porno
   Porno Tube

REDES SOCIAIS
   Twitter
 
 
 
 





Vovó vagaba


VOVÓ VAGABA (PARTE I )
( O COMEÇO DA PUTARIA )


OLÁ, EU ME CHAMO CLEBER TENHO 18 ANOS, 1,70m , SOU MORENO E MEU CACETE MEDE 18cm, O RELATO ASSEGUIR, ACONTECEU QUANDO EU TINHA 15 ANOS, MEUS AMIGOS E EU FOMOS PASSAR AS FERIAS NA FAZENDA DA VOVÓ TEREZA, VÓ DO NOSSO AMIGO FERNANDO. A GALERA TAVA SÓ FESTA, SÓ A RAPAZIADA SEM OS PAIS PRA ENCHER O SACO, ENCHEMOS A CARA DE CERVEJA, DAI A GALERA FOI PEGANDO NO SONO E SÓ FICAMOS EU E O FERNANDO CONVERSANDO, PEDI PARA ME DIZER ONDE ERA O BANHEIRO, E O CARA JÁ TRAVADO ME DISSE O LUGAR ERRADO, JÁ ENTREI COM A PICA DE FORA QUANDO ME DEI CONTA ESTAVA NÚ NO QUARTO DA VÓ TEREZA, ELA ACORDOU E ME PERGUNTOU O QUE ESTAVA ACONTECENDO, PEDI DESCULPAS E QUANDO IA ME RETIRANDO ELA ME CHAMOU E DISSE QUE ESTAVA TUDO BEM, QUE JÁ HAVIA VISTO MUITO CACETE EM SUA VIDA, ENTÃO CATOU MEU PAU E COMEÇOU UMA GULOSA ALUCINANTE, A VELHA PARECIA QUE NÃO VIA UM CACETE Á SÉCULOS, MAMAVA COM MUITA VONTADE MINHAS BOLAS JÁ ESTAVAM TODAS BABADAS, DAI ELA ME PEDIU PARA COMER SUA BUCETA, MESMO BEBÃO PEGUEI A VOVÓ SAFADA E LEVEI PARA O QUINTAL PARA NÃO SERMOS PEGOS POR ALGUÉM, MESMO COM SUA IDADE JÁ AVANÇADA, 67 ANOS, VOVÓ TEREZA NÃO TAVA SÓ O BAGAÇO, POIS ERA UMA MULATA, COM UM RABO IMENSO, SEIOS QUE PARECIAM UMA VACA LEITERA, JOGUEI A SAFADA NA GRAMA LEVANTEI SUA SAIA E TIVE UMA BELA SURPRESA A VELHA HAVIA RASPADO TODA SUA RACHA DE ÉGUA TODA ESFOLADA, E ME DISSE QUE ESTAVA ESPERANDO ANCIOSA ESSAS FERIAS, E QUE PROMETIA MUITO ESSES DIAS, SEM PERDER MAIS TEMPO PASSEI MINHA LIGUA EM SUA BUCETONA INCHADA A VOVÓ SUAVA, GEMIA, GOZAVA EM MINHA BOCA, NUNCA PENSEI QUE UMA SENHORA NAQUELA IDADE TERIA TANTO FOGO, ELA ME PEDIA "CHUPA NETINHO, CHUPA A XAVASCA DA VOVÓ, MOLHA ELA TODINHA." PEGUEI SUAS TETAS E MAMEI COM MEU DEDO EM SUA XANA, A SAFADONA PEDIU PARA CAVALGAR EM MEU CACETE, MAMOU MAIS UM POUCO E MONTOU EM MINHA VARA, EU COM TODA MINHA POTÊNCIA, FIZ A VELHA IR NAS NUVENS SUA BUCETA ENTRAVA E SAIA COM A MAIOR FACILIDADE MELANDO TODO MEU PAU."VAI NENEM COMI ESSA ÉGUA ARROMBADA, FODE MINHA XOTA, EU VOU GOZAR, AHHHHHHH." A VELHA FAZIA UM TREMENDO BARULHO, PEDI ENTÃO PARA FICAR D4, QUANDO VI AQUELE CUZAÇO PRETO NÃO DEU OUTRA, CAI DE LINGUA LAMBI AQUELA ENORME BUNDA, MELEI TODO SEU CÚ, APONTEI MINHA VARA PARA SUAS PREGAS ESTOURADAS E METI TUDO SEM DÓ, A VELHA SORRIA E DIZIA NÃO DOER."ARROMBA VAI, FODE MAIS ESSE CÚ, EU QUERO VER SEU LEITINHO ENTUPIR MEU BILOCO PRETO."OUVINDO AQUILO NÃO DEU OUTRA, ESPORREI TODO MEU LEITE EM SEU CÚ, QUE SENSAÇÃO MARAVILHOSA, A VELHA GEMIA COMO UMA VACA NO CIO, E PEDIA MAIS, PASSAMOS A NOITE TODA FUDENDO, E A VELHA NADA DE SE SATISFAZER EU PRESCISAVA DE AJUDA ATÉ QUE DOIS AMIGOS MEUS ACORDARAM E VIERAM MIJAR NO QUINTAL AO ME VER COM A VELHA TODA MELADA ESTRANHARAM UM POUCO E VIERAM ATÉ NÓS, A VELHA NEM DEU TEMPO DOS CARAS FALAREM, DO MESMO MODO PEGOU EM SEUS CACETES, ELES ESTAVAM SEM ENTENDER, DAÍ EU DISSE."ME AJUDA CARAS ESSA VACA ACABOU COMIGO FODE ELA QUE EU TÔ CANSADO MEU". ELES ENTEDERAM O RECADO E PEGARAM VOVÓ TEREZA E DERAM SEUS CACETES PARA ELA MAMAR, EU VENDO AQUELA CENA FIQUEI MUITO EXCITADO, DONA TEREZA PARECIA QUE NUNCA TINHA CHUPADO PAU NA SUA VIDA, OS CARAS ESTAVAM DELIRANDO DE TANTO TESÃO E A SAFADA D4 COM O RABO VIRADO PRA MIM PINGAVA DE TÃO MELADA ENTÃO UM DOS CARAS SE DEITOU PARA ELA DAR SUA TÃO DESEJADA CAVALGADA, ENQUATO SUBIA E DESCIA DE UM CACETE CHUPAVA O OUTRO, EU NUMCA HAVIA VISTO UMA VELHA COMO ELA, SERÁ QUE TODAS AS VELHAS SÃO QUE NEM ELA, COM UM FOGO DE DONZELA NO CIO, VOVÓ TEREZA PEDIU PARA POREM UM CACETE NA BUÇA E OUTRA NO CÚ, OS CARAS ATOLARAM E NADA DA VELHA GRITAR PARECIA QUE NÃO ESTAVA SENTIDO NADA, JÁ SE PASSAVAM DAS 7:40 DA MANHÃ E TODA AQUELA PUTARIA PARECIA NÃO TER FIM EU JÁ ESTAVA O BAGAÇO, OS CARAS ENTÃO GOZARAM TUDO NA BOCA DA VELHA CACHORRA, QUE FALAVA. "QUE BELO CAFÉ DA MANHÃ LEITE QUENTE, AH QUE GOSTOSO ". LEVAMOS AVOVÓ TEREZA PARA SEU QUARTO DEMOS AQUELE BANHO GOSTOSO NELA, LAVANDO BASTANTE O SEU RABO PARA PRESENTEAR MAIS TARDE O RESTO DA TURMA, FUI PARA O QUARTO E CAI EXAUSTO NA CAMA NÃO PARANDO DE PENSAR NAQUELA VELHA SAFADA QUE QUASE ME MATA DE TANTO TESÃO. CONTINUA!!!!!!!!!!!







Ficha do Conto

Escritor:
Mysaigher

Nome do conto:
Vovó vagaba

Codigo do conto:
4260

Categoria:
Incesto

Data do Envio:
12/03/2005

Quant.de Votos:
2

Quant.de Fotos:
0

Compartilhe
Tweet esse conto! Digg esse conto! Adicionar esse conto no del.icio.us



Clique aqui para enviar uma mensagem (scrap) para o autor desse conto.

Gostou desse conto? Nao deixe de compartilhar com seus amigos no twitter. Tweet esse conto!






Escreva o seu Comentário

Importante:Comentário com número de telefone serão apagados.


Para fazer um comentario a respeito desse conto ou mandar um scrap para o autor. Voce precisa logar em nosso site.

Contos enviados pelo mesmo autor
Codigo Nome do Conto Categoria Ranking
4529 haja leite Incesto 3
4581 BAILE DE CARNAVAL EM FAMILIA Incesto 2
6204 Tânia a incestuosa Incesto 2
© Copyright 2000-2014 www.contoerotico.com - Todos os direitos reservados
Web Design/Hosting - Dynamic Web Solutions Corp - USA