Contos Eroticos
Adicionar em seus Favoritos RSS conto Erotico Torne o Conto Erotico a pagina principal de seu navegador
O mais excitante site de Contos Eróticos da Lingua Portuguesa.
Username: Senha:
Esqueci minha senha | Quero ser usúario
Principal   Publicar Contos   Painel de controle   Últimos Contos   Mensagens/Scrap   Entrar em contato   Bate Papo
Contos Eroticos
   Contos por intervalo
   Por categoria
   Últimos Contos
   Melhores Contos
   Contos com foto
   Publicar Contos
   Publicar Com fotos
   Buscar (Search)

Quadrinhos Eróticos
   Quadrinhos eróticos
   Enviar Quadrinhos

OPÇÕES
   Painel de Controle
   Meu Album de fotos
   Cadastro usuário
   Mensagens (Scraps)
   RSS
   Entre em contato

SITES PARCEIROS
   Irotica Videos
   Videos Eroticos
   Relatos Espanhol
   Galaxia Gay
   Videos de Famosas
   Piadas Web
   Videos Porno
   Porno Tube

REDES SOCIAIS
   Twitter
 
 
 
 





me fuderam na obra


Oi, hoje vou contar o dia em que a putaria começou no onibus, numa sexta feira eu nao tinha ido trabalhar e resolvir ir fazer algumas comprinhas, e logico peguei um onibus as 7 hs da manha, horario que esta sempre lotado qualquer onibus que passa, eu estava com uma saia um pouco mais cumprida que o normal, bem larguinha. Quando entrei no onibus fui logo para o fundo onde haviam varios homens que pareciam trabalhar no mesmo lugar, virei meu rabinho para um deles, a principio ele tentou nao esbarrar, mas como a minha bundinha deixa qualquer um louco ele dava algumas reladinhas o onibus ficou mais cheio do que estava e ficou impossivel nao encostar, ele entao deu uma apertadinha com a pica na minha bunda e eu dei uma reboladinha, claro que os outros estavam vendo, mas nao me importei, continuei olhando para a frente, ele começou a passar o pau na minha bunda de um lado para o outro e fiz questao de empinar a bunda para sentir melhor, ele passou a mao levemente e segurei a mao dele para ele ver que podia continuar, logo a mao foi para debaixo da saia, abri as pernas e ele começou a apertar meu grelinho, eu estava de frente para um outro cara que parecia trabalhar com o que estava atras de mim, e ele colocou a mao na minha xaninha por cima da saia, eu sorri deixando claro que ele tb podia e ele colocou a mao debaixo da saia tb, senti aqueles dedos me apertando e abri um pouco mais a perna, o de tras ja havia puxado minha calcinha de lado e estava procurando meu buraquinho molhado com o dedo, quando achou começou um vai e vem com o dedo na minha bucetinha gostosa, o da frente tb achou mas ja estava ocupado, ele nao se importou e foi apertando ate entrar tb, senti os dois dedos me comendo, um puxava para tras e outro para a frente estava quase gozando quando o de tras tirou o dedo e foi passando ate o meu cuzinho, e entrou com um pouco de dificudade, eu rebolava nos dedos daqueles desconhecidos, quando enchi a maos deles de gozo, coloquei a cabeça no peito do que estava na minha frente e vi o tamanho da pica dele, eles nao tiravam os dedos pelo contrario ja estavam com dois dedos me fudendo gostoso. Levantei o braço e dei sinal quando o de tras disse, "vamos descer no mesmo ponto, e vamos terminar essa brincadeira" desci na frente e eles atras, so que desceram varios homens, fiquei excitada quando olhei para tras e vi que eles davam os dedos para os outros cheirarem, e começei a escutar "tb quero, deixa eu por meus dedos na sua bucetinha, quero comer seu grelinho..." um deles chegou perto de mim e disse "estamos construindo aquele estacionamento da esquina, entra la, os nossos chefes so chegam as 10 hs" , chegando na esquina eu entrei numa portinha de madeira que estava escrito entrada de funcionarios, quando entrei ja senti varios braços me puxando, estavam brigando para ver quem me pegava primeiro, foi quando um deles disse, '"vamos fazer um rodizio", eu estava rindo da situacao e logo senti uma mao me puxando pela bunda e me sentando no colo, "eu que chamei, eu vou comer primeiro, vamos rebola nenem, rebola no colo do papai que vc vai ver o pau entrar", ele puxou minha calcinha e ja ia logo metendo, coloquei a mao na minha xaninha e disse " espera ai o 'papai', se quiser me comer tem que me chupar e muito, senao eu nao vou abrir as pernas para ninguem", ele riu "na sua situacao, vc vem dizer que nao vai dar, vai dar sim o piranha", eu para fazer raiva disse que iria gritar e denuncia-los por estupro. Entao ele se olharam e outro disse " entao a puta gosta de tomar linguada na buceta, deita ela ai", me jogaram em cima de uma mesa que estava com papelao e tiraram minha roupa, fiquei completamente pelada, e fui sendo beijada dos pes a cabeça, beijavam minha barriga, seios, virilhas, me puxaram da mesa e me mandaram andar na direçao deles e ficar em pe, e assim fiz, entao fizeram uma roda e começaram a me chupar toda, me lamberam toda, abri as pernas e senti um lingua me penetrar, eu apertava a cabeça dele e pedia mais, outro abriu meu rabinho e comecou a lamber meu anelzinho com força, tinha uma boca em cada peito outros lambendo as minhas coxas, começei a gozar feito louca e entao me puxaram para a mesa me colocando deitada de costas mas com as pes no chao, e foi um entra e sai de pica na minha xaninha, uns mais grossos outros finos, uns bem grandes e outros pequenos, fui puxada e senti um pau enorme no meio da minha bunda e ja presenti que ia ser enrabada. ele abriu minha bunda e foi forçando a entrada eu estava gemendo alto e tamparam minha boca, logo outro pau estava penetrando minha xaninha, e assim me comeram de 2 em 2, quando deu quase 10hs me deram uma toalha e tomei um banho no banheiro deles e nesse banho me deram muita dedada, terminei o banho e vesti minha roupa so nao achei a calcinha, fui embora e parei numa loja de lingerie e comprei uma calcinha nova e fui as compras completamente fudida.
bjos nos caralhos e lingua na xaninhas.
Lanna


Ficha do Conto

Escritor:
rela492292

Nome do conto:
me fuderam na obra

Codigo do conto:
4595

Categoria:
Grupal e Orgias

Data do Envio:
04/05/2005

Quant.de Votos:
0

Quant.de Fotos:
0

Compartilhe
Tweet esse conto! Digg esse conto! Adicionar esse conto no del.icio.us



Clique aqui para enviar uma mensagem (scrap) para o autor desse conto.

Gostou desse conto? Nao deixe de compartilhar com seus amigos no twitter. Tweet esse conto!






Escreva o seu Comentário

Importante:Comentário com número de telefone serão apagados.


Para fazer um comentario a respeito desse conto ou mandar um scrap para o autor. Voce precisa logar em nosso site.

Contos enviados pelo mesmo autor
Codigo Nome do Conto Categoria Ranking
4490 fui puta na boate Grupal e Orgias 0
4491 fui doada num bar Grupal e Orgias 0
4492 Putinha dos passageiros e do motorista. Grupal e Orgias 0
4538 putaria na cachoeira Grupal e Orgias 0
4539 puta das amigas Grupal e Orgias 0
4577 alegria dos coroas Grupal e Orgias 0
4578 realizando putaria com um casal Grupal e Orgias 1
4580 03 garotas dando pra uma galera Grupal e Orgias 1
4592 Clube do sexo sem lei Grupal e Orgias 0
4596 Festa de futebol so podia dar putaria Grupal e Orgias 0
4706 putas da faculdade Grupal e Orgias 1
4707 putas da faculdade 2 Grupal e Orgias 2
4708 dando pra amigos da amiga Grupal e Orgias 1
4709 Clube do sexo sem lei Grupal e Orgias 1
4710 Entrevista que virou putaria Grupal e Orgias 2
© Copyright 2000-2014 www.contoerotico.com - Todos os direitos reservados
Web Design/Hosting - Dynamic Web Solutions Corp - USA