Contos Eroticos
Adicionar em seus Favoritos RSS conto Erotico Torne o Conto Erotico a pagina principal de seu navegador
O mais excitante site de Contos Eróticos da Lingua Portuguesa.
Username: Senha:
Esqueci minha senha | Quero ser usúario
Principal   Publicar Contos   Painel de controle   Últimos Contos   Mensagens/Scrap   Blog Erótico   Entrar em contato  
Contos Eroticos
   Contos por intervalo
   Por categoria
   Últimos Contos
   Melhores Contos
   Contos com foto
   Publicar Contos
   Publicar Com fotos
   Buscar (Search)

Quadrinhos Eróticos
   Quadrinhos eróticos
   Enviar Quadrinhos

OPÇÕES
   Painel de Controle
   Meu Album de fotos
   Cadastro usuário
   Mensagens (Scraps)
   RSS
   Entre em contato
   Ajuda (Duvidas)

SITES PARCEIROS
   Blog Erótico
   Irotica Videos
   Videos Eroticos
   Relatos Espanhol
   Galaxia Gay
   Videos de Famosas
   Piadas Web

REDES SOCIAIS
   Twitter
 
 
 
 





MINHA MULATA DE NITEROI


MINHA MULATA DE NITERÓI.

Oi fui um universitário de Niterói e vivia na Cantareira. Conheci a mulata no Bandejão da UFF ela fazia faculdade de Psicologia.
Marcamos de ir até a Quadra da Viradouro para um daqueles ensaios de sexta feira que eles fazem. Chegamos lá o local tava lotado.

Kelly é uma mulata linda tem mais de 1.80m, 60kg, coxas grossas deliciosas e uns PEITÕES ENORMES. Pele cor de chocolate, olhos esverdeados, cintura fina e um rabo gigantesco. Era mulata tipo show para gringo, cabelos castanhos alisados até os ombros.

Ela rebolava que nem uma doida no meio da Quadra, e gostava de passar o rabo no meu pau enquanto sambava. Entramos no meio do salão que tava lotado não dava nem para respirar. Havia gente pra burro ali. Comecei a alisar as pernas da minha Mulata. Sentia o olhar faminto dela. Ela colocou a mão no meu pau. Acariciei a bucetinha dela por cima da mini saia. Ela virou e me disse no ouvido que “Pau grande e grosso” fiquei com tesão da porra. Continuei a alisar a xota dela, e comecei a apertar a bunda grande de minha Mulata. Ela esfregava a bunda em meu pau, botei a mão por dentro da saia, a calcinha estava socada no rego. Fiquei ali apalpando a bunda e já enfiava a mão entre a saia dela. Bolinava sua xotinha. Beijei-a com vontade, cheio de tesão. Meu pau estava quase rasgando a cueca. tentei disfarçar mas ela notou o enorme volume que se formou em minha calça. Não agüentando mais
pedi para irmos a um motel e então fomos para um quando cheguei lá joguei que nem um maluco a mulher no chão mesmo e tirei a calcinha da Mulata.
Cai de boca na boceta dela passava a língua, mordia o grelinho, não queria nem saber, tirei a camiseta dela, ela sentiu um calafrio, os bicos do seio ficaram mais duro, fiquei mamando as tetonas dela, mais ela num tom agressivo pediu caralho na boceta...
Cara não gostei do tom e coloquei os quatro dedos dentro da buceta dela, ela deu um pulo, aquelas tetonas pularam eu fiquei enfiando a mão e tirando e com o polegar da outra mão alisando o grelo dela.
Fiquei fazendo um tempinho isso, a mulata gozou logo... Ela disse eufórica que tinha gozado. Já de pé passei a nova foda.
A suspendi pela pernas muito alto e passei aquelas tetonas na minha cara, a joguei na cama e a virei de um jeito que a xota ficou ali na minha cara, enfie agora o começo da mão na xota, tava arrombando aquela mulatona gostosa. Voltei a lambe-la, tanto a buceta quanto o cuzinho... ela tava toda melada e coloquei saliva no cuzinho, e enfiava os quatro dedos na xota dela, e tirava e colocava. Ela começou a se torcer e a se arrepiar, eu belisquei os seios da mulata, e tirei a mão do seu bucetão e mordi o grelinho, ela gozou que nem louca gritando. Fiquei de pé e mandei ela chupar meu cacete...ela disse que não queria...disse de novo num tom mais forte, puxei pelos cabelos e enfiei meu caralho na boca da gostosa...ela tentando falar com o pau na boca ficou meio patético, mais logo ela chupou, e como pagava um boquete gostoso, pois ela engolia mesmo o dito cujo. Tirei de dentro já que tava quase gozando. Ela o puxou de volta e enfiou meu pau na boca de novo, aquilo era bom demais e aproveitava. Mas tirei antes que eu gozasse.
Deu um tapão na bundona da mulata e mandei ficar de pé e que rebolasse para mim. Ela então na minha frente ficou rebolando se exibindo para mim, ia rebolando até o chão parecia uma mistura de passista com dança funk, me deixou de novo SUPERDURO, meu pau tava em pé de novo... GRITEI COM ELA, SENTA NO MEU PAU VACA...GOSTOSA...SAFADA DA PORRA... deitei ali no chão e mandei ela descer como se fosse DANÇA DA BOQUINHA DA GARRAFA... ela veio, veio, e ficou ali de cócoras só com a ponta do pau na xereca gostosa. E xingava ela toda de vadia, putinha, vagaba, enquanto a tratava como puta, ela enlouquecia... desceu com a buceta e ficou me cavalgando que nem uma louca, me sentei e fiquei mamando aqueles peitões, sugando mordendo aquelas belezas... eu gozei deliciosamente dentro da buceta dela e continuei com meu pau na xota por mais alguns segundos. Ela se levantou e quando viu meu cacete bem duro apontando pro teto, deve ter dado um tesão danado nela.
Nos beijamos e mordisquei os lábios dela. Ela com a mão no meu pau começou a punhetar. Porém eu falava com ela cada vez mais sacana.
— Vou te fazer gozar mulata da porra, vou enfiar até o talo!
Ela começou a chupar meu pau como nunca, parecia uma doida, colocava tudo na boca e ia tirando até ficar a ponta da cabeça e aí passava os dentes na ponta do meu pau.
Botei ela deitada, e peguei aquelas TETONAS e coloquei o pau entre eles, e comecei um vai-e-vem, ela batia uma punheta para mim com aquelas Tetas de chocolate
—        passa essa rola nos meu peitos...
Aqueles montes negros com meu pau indo e voltando ela espremendo e passando a ponta da língua na cabeça do caralho.
A virei e comecei a lamber a xota e ela meu pau...um 69 excitante, mordia o grelinho, batia com a língua naquela vulva gostosa.
— Mordi meu grelinho, mordi safado, sacana! Mordi vai meu macho!
Falei que iria gozar e ela
—Não!!! Vai gozar no meu cuzinho, safado!!!
Levantei e fiquei uns minutos afastados dela, para não gozar. Ela se levantou também. Passou a mão na xoxota que já tava bem melada e melou seu cu abrindo as nádegas com a mão me mostrando, abrindo aquele CU ROXO para mim:
- Agora mete, seu filho da puta. Me enraba de uma vez só.!
Coloquei ela de quatro com aquele cu virado para cima meti a cabecinha e tirei da bunda da mulata ela na hora falou:
- Mete o pau de uma vez só.
-Enfio quando eu quiser- Dei um tapão forte na bunda da mulata.
Encostei o cacete no rabão depilado daquela mulata, ficava passando naquele rego sem entrar encostando o saco naquele buraquinho gostoso. Como se tivesse alisando aquele cu com o pau sem entrar, Ela pedia pau na bunda, e começou a rebolar eu vendo aquelas carnes todas se mexendo não agüentei mais subi em cima dela e enfiei de uma só vez meu pau ate o talo. ELA GRITOU MUITO...
-Aí filha da puta ta me arrombando, gostoso, enfia, me esfola...
Não pensei mais nada e fui socando pica em sua bunda. Comi ela sem dó, puxava o seu cabelo para trás, dava cada tapão naquela bunda. Ela rebolando aquele cu toda orgulhosa.
Puxava o cabelo, dava tapa e socava a pica dentro daquela rabão, segurava as tetas, e ficava alisando os bicos dos peitões.
Ela gritando que gostava de ser submissa, ser domada que nem Égua.
—Vem meu macho come meu rabo, me fode mais por favooooooorrrrrr.
Começou a gemer mais alto de prazer e logo voltou a gritar.
-ah! que pica, mete, mete, mete, mete mais fundo gostoso!!
Nessa tava comendo e alisando o grelinho dela com a mão encostando o queixo na nuca da safada. E eu fiquei arrombando ela mais uns 10 minutos, ouvi a voz dela cada vem mais estridente:
-Fode , fode, aí, mete goza dentro de mim....aí no meu cuzinho safado!
Gritava enquanto eu comia com violência de novo, dando tapa, puxando pelo cabelo.
-goza devassa, puta, cu gostoso, goza mulata...goza vagaba.
O corpo dela tremeu uma três vezes de gozo...Não agüentei dei DUAS BOMBADAS BEM FORTES e comecei a gozar dentro daquele cu...tirei o pau com porra saindo daquela bunda. Vi minha porra quente escorrendo pelas suas nádegas. Tirei gozando um rio de porra.
A Fiz se virar e mandei limpar a porra em meu pau. Ela colocou todinho na boca, e foi engolindo a porra toda, acabando por deixar meu pau sem porra nenhuma, peguei aqueles cabelos e fiquei esfregando a cabeça dela no meu pau. Deitamos e eu fiquei alisando aquela xota. acabei cochilando quando acordei a safada estava sentada sobre minha pernas brincando com meu cacete que começava a endurecer. A danada queria mais. Ela se colocou em cima do pau e começamos a trepar de novo. Ela cavalgando como uma louca no meu pau. Ela ficava lá mexendo no cabelo pulando e mexendo. A mulata gozou mais duas vezes. Em seguida ela deu uma viradinha para sair de cima de mim, deixando aquela bunda linda a minha vista, Eu tava doido para comer aquele cuzinho e fui beijando aquela boca carnuda e alisando aquele Rabão maravilhoso. Até que meus dedos começaram a entrar naquele botãozinho. Ela disse :
-aí amor... que meter no meu cuzinho???.
Comecei a lamber seu botãozinho com a minha língua. A gata começou a gemer e já num tom alto de voz:
-vai come a puta, que tá com fome de pica, me rasga, me arromba!
aí eu não resisti, botei-a de lado e enfiei em seu cu numa estocada só. Eu fiquei louco ela também, peguei seus cabelos e puxei, enquanto enfiava mais e mais. Ela gemia, enquanto eu puxava seu cabelo, ela gritava:
-Vai bate, sou puta, bate, enfio o caralho, mete, enfia bate, bate, vou gozar !
Deixei aquela bunda vermelha de tanto tapa. Eu não parei, continuei metendo, e ela deve ter gozado várias vezes pois senti o meu pau entrando com facilidade naquele rabo. De repente numa estocada mais forte eu perdi o controle e senti o gozo. Já cansado eu botei ela deitada de frente para mim e fiquei mamando naquelas TETONAS, mordendo mesmo aquela maravilha, enfiava todo na boca mas não cabia, era redondo grande, suculento, mordia os bicos, fazia a festa. Não demorou muito a gata gozou fazendo juros de amor. Toda feliz a MINHA MULATA maravilhosa.


Ficha do Conto

Escritor:
Bad Niteroi

Nome do conto:
MINHA MULATA DE NITEROI

Codigo do conto:
5067

Categoria:
Heterosexual

Data do Envio:
18/06/2005

Quant.de Votos:
0

Quant.de Fotos:
0

Compartilhe
Tweet esse conto! Digg esse conto! Adicionar esse conto no del.icio.us



Clique aqui para enviar uma mensagem (scrap) para o autor desse conto.

Gostou desse conto? Nao deixe de compartilhar com seus amigos no twitter. Tweet esse conto!






Escreva o seu Comentário

Importante:Comentário com número de telefone serão apagados.


Para fazer um comentario a respeito desse conto ou mandar um scrap para o autor. Voce precisa logar em nosso site.

Contos enviados pelo mesmo autor
Codigo Nome do Conto Categoria Ranking
4634 GOSTOSA DA UFF E CANTAREIRA Heterosexual 0
4635 OUTRA DA UFF E CANTAREIRA, Gostosa parte 2. Heterosexual 0
4646 NOVA DA UFF E CANTAREIRA, parte 3. Heterosexual 0
© Copyright 2000-2014 www.contoerotico.com - Todos os direitos reservados
Web Design/Hosting - Dynamic Web Solutions Corp - USA