Contos Eroticos
Adicionar em seus Favoritos RSS conto Erotico Torne o Conto Erotico a pagina principal de seu navegador
O mais excitante site de Contos Eróticos da Lingua Portuguesa.
Username: Senha:
Esqueci minha senha | Quero ser usúario
Principal   Publicar Contos   Painel de controle   Últimos Contos   Mensagens/Scrap   Blog Erótico   Entrar em contato  
Contos Eroticos
   Contos por intervalo
   Por categoria
   Últimos Contos
   Melhores Contos
   Contos com foto
   Publicar Contos
   Publicar Com fotos
   Buscar (Search)

Quadrinhos Eróticos
   Quadrinhos eróticos
   Enviar Quadrinhos

OPÇÕES
   Painel de Controle
   Meu Album de fotos
   Cadastro usuário
   Mensagens (Scraps)
   RSS
   Entre em contato
   Ajuda (Duvidas)

SITES PARCEIROS
   Blog Erótico
   Irotica Videos
   Videos Eroticos
   Relatos Espanhol
   Galaxia Gay
   Videos de Famosas
   Piadas Web

REDES SOCIAIS
   Twitter
 
 
 
 





Namorada se exibe e sai arrombadinha!


Olá pessoal, para quem não se lembra dos dois contos anteriores que escrevi, me chamo Vitor, de SP, e tenho uma namorada linda, 24 anos, loirinha natural, olhos castanhos claros tipo mignon, bundinha linda, seios médios e uma bucetinha pequenininha, rosadinha e sempre bem depilada, apenas com uns poucos pelinhos em cima. Um tesão! Ela é super exibida e já aprontou de todas as formas e sempre que pode mostra sua bundinha quase sempre com calcinhas minúsculas enfiadas atrás. Sempre que saímos ela está sempre de mini-saia e sempre que dá não usa sutiã, apenas blusas fininhas. Assim quando está excitada, dá para ver os biquinhos dos peitos querendo furar a blusa...eu não me importo, até gosto quando os caras ficam secando ela. As vezes nas baladas ela vai pra pista de dança sozinha e fica dançando se exibindo para os caras que nunca perdem a oportunidade de passar a mão nela ou dançar esfregando o pau na sua bundinha. Ela acha o máximo excitar os caras ! Apenas uma vez ela se excedeu e deixou que um cara a agarrasse e dessem o maior amasso. Ficaram beijando e se esfregando por uns 30 minutos. Ela disse que o cara rasgou a calcinha dela com a mão e enfiava dois dedos na bucetinha ensopada dela e que o pau dele era bastante grosso. Esse dia ela voltou sem calcinha para casa, que ficou com o cara, e passou a querer foder com outro. Quando saíamos, ela se exibia um pouquinho e eu já via os caras de olho...daí ela falava comigo “Aquele cara não tira o olho dos meus peitinhos, posso deixar ele me chupar?” ou coisas do tipo dancei com um cara que me alisou toda, juro que se ele quisesse me comer eu daria a buceta para ele na hora, você deixaria? Gostaria de ver outro cara arrombando a bucetinha da sua namoradinha”. Isso só apimentava nossa relação e sempre que transávamos parecia que o mundo ia acabar. Mas até então não tinha rolado nada.
No último feriado agora em novembro, emendamos o início da semana e viajamos com um grupo de amigos para a casa de campo de um deles no interior de SP. Éramos dois casais, uma amiga solteira e dois amigos solteiros. Fomos em dois carros e demos carona aos 2 caras e a garota. Fui dirigindo e os três no banco de trás. A Pat foi do meu lado, mas praticamente ficou virada para trás conversando com sua amiga a viagem inteira. Só que para virar para trás, ela teve que dobrar as pernas sobre o banco e sua mini-saia subiu muito, mostrando claramente sua bucetinha coberta pela calcinha minúscula que usava. Eu que estava do lado via tudo, imagina os caras no banco de trás ! Dava para ver o capozinho da buceta dela todinho!! Ela fingia que nem via. Chegando na casa, dividimos os quartos, colocamos nossas roupas de banho e fomos para a piscina e fazer churrasco. A Pat estava com um bikini pequeno, nada indescente, mas fio dental atrás e cortininha na frete, bem sexy. A Mel, a outra garota também era muito gostosa e os caras secavam as duas descaradamente. As garotas ficaram tomando sol e os caras na churrasqueira bebendo e falando bobagem. Uma ora, quando todos estavam na piscina pegamos uma bola e começamos a jogar bobinho. Um dos caras era o bobo e quando minha namorada pegou a bola ele avançou para cima dela e ficou agarrando ela por trás para tomar-lhe a bola, soltando acidentalmente o sutiã do seu bikini e exibindo os peitinhos dela para todos. Foi um riso geral. A tarde, fomos descansar no quarto e a Pat estava num tesão só. Fomos entrando no quarto e ela foi dizendo que se eu não a comesse naquela hora sairia do quarto e daria para o primeiro que encontrasse. Fodemos muito e depois ela disse que o Paulo, o cara que havia agarrado ela na piscina, tinha enfiado a mão dentro da calcinha do bikini dela e apertado sua bundinha e que deveria te um pau muito grosso ou grande porque sentiu toda a pressão dele na bucetinha por trás quando tentou se livrar dele na piscina. A tarde rolou um forrozinho e todos dançaram com todos e vi que os caras se esfregavam mais na Pat, encoxavam ela, etc.. A noite, estávamos todos na sala bebendo e jogando conversa fora e lá pelas tantas, o pessoal já estava meio alto e Pat, para variar com suas sainhas provocantes (ela usava uma sainha um pouco acima do joelho, dessas de tecido fininho toda soltinha). O papo rolou para sexo e o Antonio disse “...eu gostaria de saber se garotas loiras naturais têm os pelinhos da buceta loirinhos também...” e a Mel jogou pesado, “Ué, pergunta para a Pat!” todos riram e a Pat disse “São loirinhos sim...” e o Antonio “há, duvido, não é possível!” e a Pat “Estou te falando!” e ao Paulo entrou no papo “Então mostra pra gente Pat!” rimos todos e a Pat olhou para mim. Como não manifestei nada, ela se levantou e disse que mostraria só um pouquinho. O Antonio disse “Só um pouquinho porque?” e ela meio alta da bebida respondeu “Porque minha bucetinha é toda depilada, só tem um pouquinho de pelinhos em cima...”. A turma foi ao delírio. Ela foi abaixando a saia pela cintura até aparecer a calcinha minúscula tipo tanguinha que usava, abaixou a parte de cima dela até bem embaixo e apareceu os pelinhos loirinhos dela, bem aparadinhos...ela ainda desceu mais um pouquinho até aparecer um pouquinho da rachinha da bucetinha dela só para provocar. Vi que todos os caras estavam de pau duro sob as bermudas.
A Mel disse : Nossa, você depila tudo? Eu depilo mas deixo mais pelinhos...” e daí eu disse, “É? Então mostra pra nós também!”. Nessa o outro casal de amigos nosso, que são meio tímidos, disseram que iam dormir e foram para o quarto restando apenas nós, a Mel e os dois caras. A Mel ficou fazendo mole mas acabou desabotoandoo shortinho que usava, abaixou sua calcinha e mostrou sua bucetinha, depilada mas com mais pelinhos em cima que a da Pat. Gritaria geral de novo. O papo foi rendendo até que o Paulo perguntou a Pat “É verdade que garotas mais branquinhas assim como você e loiras têm a bucetinha rosadinha?” a Mel já disse “Isso não existe, é tudo igual” e a Pat respondeu “lógico que não, é rosadinha sim...” e a galera gritou “Mostra, mostra!” ficou aquele corpo mole e eu só ria, daí ela disse “Se meu namorado deixar!” todos olharam para mime eu disse “todos já viram sua buceta por cima da calcinha hoje, já viram os pelinhos, mostra o resto agora!” Ela levantou, tirou a saia completamente, depois tirou a calcinha e ficou nuazinha na frente dos caras, mostrando o capozinho da sua bucetinha linda . O Antonio disse “Mas nem dá para ver se é rosa!” daí a Pat se assentou de novo no sofá, inclinou para trás e levantou as pernas. Sua bucetinha pequenininha se abriu e ela ainda levou os dedos para arreganhar ainda mais, mostrando até o buraquinho, já larguinho de tanto meter ! Os caras piraram e o Paulo ainda disse “puta quiu pariu Vitor, que buceta gostosa que você come ! e olha, tá toda ensopadinha de tesão!” E tava mesmo, até brilhava. A Pat continuou nessa posição e percebi que ela estava batendo uma siririca de leve e perguntou porque estávamos com as mãos dentro das bermudas. O Paulo disse “sempre quis te ver pelada assim, mas arreganhada desse jeito é muito....preciso bater uma punheta, igual a você se tocando ai!” todos riram. A Pat olhou para mim e disse rindo “é...mas língua é muito melhor do que dedo. Quem vem primeiro?” Aquilo caiu como uma bomba e o Antonio caiu de boca na bucetinha da minha namorada. Ela segurava o cabelo dele e gemia, dizendo “vai, me chupa, não era isso que você queria, hein? Enfia essa língua gostosa dentro da minha buceta, vai, quero gozar...” ela gemia cada vez mais alto e gozou duas vezes com ele. Estava ensopada. Ela pegou sua calcinha, enxugou um pouco a buceta e chamou o Paulo que caiu de boca e ainda enfiava três dedos na buceta dela. Percebi que aquele dia ela não seria mais só minha. O Antonio tirou a calça e enfiou seu pau na boca da Pat enquanto Paulo a chupava. Ela lambia, chupava, ria igual uma puta e disse “Nossa mas que pauzinho...” daí o Paulo parou de chupa-la, tirou a bermuda e sacou seu pinto, um pouco maior que o meu mas bem mais grosso. A Pat viu e disse “Ah, isso é que é pinto para arrombar bucetinhas apertadinhas igual a minha”. E caiu de boca revezando com o pau do Antonio. Você não imagina ver sua namorada lindinha com dois paus na boca....Dai ela se levantou ficou de quatro no sofá e disse pro Paulo “Enfia de uma vez só e acaba de me arregaçar pro meu namoradinho ver sua loirinha gostosinha que ele gosta que fique se mostrando pros outros levando pau na buceta!” Meteram nela durante horas e eu nem quis saber. A Mel estava doidinha também e comi ela sossegado num canto enquanto a Pat se divertia com dois paus na buceta. Gozaram dentro dela, depois na cara para ela engolir e a putinha topou todas. Acabada a festa, dormimos pela sala mesmo e de madrugada vi que o Paulo fodia a Pat de novo, chupava os peitinho durinhos dela e enfiava um dedo no seu cuzinho virgem. Ela delirava, dava gritinhos e pedia mais. O Antonio comia a Mel. Depois a Pat veio e dormiu abraçadinha comigo. No outro dia acordamos e as meninas foram tomar sol peladinha e quando o outro casal de amigos nosso acordou e viu a Pat cavalgando o Antonio de costas e portanto com a buceta arregaçada virada para a porta e a Mel pelada tomando sol não entenderam nada. O Paulo foi chegando para a Martinha, namorada desse nosso amigo e dizendo, “não liga não, a Pat cansou de ficar só se mostrando pra gente e resolver liberar a putinha que tem dentro dela. O Vitor não liga não, até comeu a Mel ontem ! Há, Leo (namorado da martinha) se quizer ficar a Martinha sai daqui com a bucetinha larguinha igual a da Pat. Ele ficou sem entender, mas a pocinha de gozo que surgiu na calcinha do bikini da Martinha, na frente da sua buceta entregou tudo..., mas isso eu conto depois. Essa parte já ficou muito longa! Me escreva que conto o que rolou nesse dia. Quanto a Pat, nosso namoro firmou mais ainda depois desse dia. Ela não sai dando para qualquer um, só quando rola tesão e com minha aprovação. Sua bucetinha apertadinha agora vive larguinha...
Gostaria de conversar por email com garotas que se exibem para outros caras ou namorados que permitem que suas namoradas ou noivas hajam como putinhas, para descobrir novas formas de exibir a minha! Me conte sua história!
               


Ficha do Conto

Escritor:
vbrum

Nome do conto:
Namorada se exibe e sai arrombadinha!

Codigo do conto:
6362

Categoria:
Traição/Corno

Data do Envio:
20/11/2005

Quant.de Votos:
1

Quant.de Fotos:
0

Compartilhe
Tweet esse conto! Digg esse conto! Adicionar esse conto no del.icio.us



Clique aqui para enviar uma mensagem (scrap) para o autor desse conto.

Gostou desse conto? Nao deixe de compartilhar com seus amigos no twitter. Tweet esse conto!






Escreva o seu Comentário

Importante:Comentário com número de telefone serão apagados.


Para fazer um comentario a respeito desse conto ou mandar um scrap para o autor. Voce precisa logar em nosso site.

Contos enviados pelo mesmo autor
Codigo Nome do Conto Categoria Ranking
5177 Namorada Safada Exibe Bucetinha para Todos Exibicionismo 0
5309 Nanorada Putinha dá para 4 a Semana Toda Traição/Corno 1
7675 Namorado corno da turma toda! Traição/Corno 0
© Copyright 2000-2014 www.contoerotico.com - Todos os direitos reservados
Web Design/Hosting - Dynamic Web Solutions Corp - USA