Contos Eroticos
Adicionar em seus Favoritos RSS conto Erotico Torne o Conto Erotico a pagina principal de seu navegador
O mais excitante site de Contos Eróticos da Lingua Portuguesa.
Username: Senha:
Esqueci minha senha | Quero ser usúario
Principal   Publicar Contos   Painel de controle   Últimos Contos   Mensagens/Scrap   Blog Erótico   Entrar em contato  
Contos Eroticos
   Contos por intervalo
   Por categoria
   Últimos Contos
   Melhores Contos
   Contos com foto
   Publicar Contos
   Publicar Com fotos
   Buscar (Search)

Quadrinhos Eróticos
   Quadrinhos eróticos
   Enviar Quadrinhos

OPÇÕES
   Painel de Controle
   Meu Album de fotos
   Cadastro usuário
   Mensagens (Scraps)
   RSS
   Entre em contato
   Ajuda (Duvidas)

SITES PARCEIROS
   Blog Erótico
   Irotica Videos
   Videos Eroticos
   Relatos Espanhol
   Galaxia Gay
   Videos de Famosas
   Piadas Web

REDES SOCIAIS
   Twitter
 
 
 
 





Na balada


Somos de Santos, casados a 10, eu 33 ela 31 anos. Segue mais um fato real que ocorreu conosco. Fomos a uma casa noturna aqui de Santos e minha esposa encheu a cara, e eu estava adorando aquilo, bebendo junto e nunca deixando seu copo vazio. Naquela noite, a casa estava tendo performances de show bar, com os garçons e empregados se fantasiando e dançando em vários momentos da noite. Minha puta, com uma mini saia curtíssima e blusinha sem sutiã branca (meio transparente, revelando bem os bicos durinhos) logo se encantou com um cabeludo que trabalhava por lá, o cara davia ser novo pois nunca haviamos visto ele na casa. Eis que ela começa a encara-lo e eu só de longe observando; o cara se tocou e começou a chegar cada vez mais perto, só mexendo e brincando com ela. Lá pelas tantas da manhã, o macho já estava mandando coração com as mãos e beijos do palco para a minha puta (estes performances ficavam rodando a casa inteira, palco bar, entrada, banheiros). Não demorou muito para ele descer e colar nela, a casa já tava meio vazia e ele já estava mais a vontade; colou nela e a esta altura já tinha se tocado que minha esposa estava acompanhada, mas mesmo assim chegou junto. Trocaram umas palavras e se beijaram, ao meu lado, correndo o risco de ser vistos por algum conhecido nosso. Fiquei com um puta tesão, quase fui no banheiro tocar uma punheta na hora. Deixei os dois se amassando bastante tempo até que ela quis ir embora (disse que era casada) para que fossemos foder em casa, já que estava molhadíssima. Trocaram telefones, diz ela que nunca ligou nem ele, mas eu tenho uma pontinha de dúvida. Essa e muitas outras dúvidas é que apimentam muitas de nossas fodas até hoje. Casais que queiram trocar fotos, relatos ou se divertir na noite santista conosco: casaltotal@ubbi.com.br


Ficha do Conto

Escritor:
rela715749

Nome do conto:
Na balada

Codigo do conto:
6378

Categoria:
Exibicionismo

Data do Envio:
16/11/2005

Quant.de Votos:
0

Quant.de Fotos:
0

Compartilhe
Tweet esse conto! Digg esse conto! Adicionar esse conto no del.icio.us



Clique aqui para enviar uma mensagem (scrap) para o autor desse conto.

Gostou desse conto? Nao deixe de compartilhar com seus amigos no twitter. Tweet esse conto!






Escreva o seu Comentário

Importante:Comentário com número de telefone serão apagados.


Para fazer um comentario a respeito desse conto ou mandar um scrap para o autor. Voce precisa logar em nosso site.

Contos enviados pelo mesmo autor
Codigo Nome do Conto Categoria Ranking
© Copyright 2000-2014 www.contoerotico.com - Todos os direitos reservados
Web Design/Hosting - Dynamic Web Solutions Corp - USA