Contos Eroticos
Adicionar em seus Favoritos RSS conto Erotico Torne o Conto Erotico a pagina principal de seu navegador
O mais excitante site de Contos Eróticos da Lingua Portuguesa.
Username: Senha:
Esqueci minha senha | Quero ser usúario
Principal   Publicar Contos   Painel de controle   Últimos Contos   Mensagens/Scrap   Blog Erótico   Entrar em contato  
Contos Eroticos
   Contos por intervalo
   Por categoria
   Últimos Contos
   Melhores Contos
   Contos com foto
   Publicar Contos
   Publicar Com fotos
   Buscar (Search)

Quadrinhos Eróticos
   Quadrinhos eróticos
   Enviar Quadrinhos

OPÇÕES
   Painel de Controle
   Meu Album de fotos
   Cadastro usuário
   Mensagens (Scraps)
   RSS
   Entre em contato
   Ajuda (Duvidas)

SITES PARCEIROS
   Blog Erótico
   Irotica Videos
   Videos Eroticos
   Relatos Espanhol
   Galaxia Gay
   Videos de Famosas
   Piadas Web
   Videos Porno
   Porno Tube

REDES SOCIAIS
   Twitter
 
 
 
 





VALÉRIA A SOBRINHA INCESTA - PARTE FINAL


Aqui estou eu de novo para relatar mais uma de minhas aventuras proibidas que eu fazia na

minha adolescencia, bem para quem não leu os contos anteriores a esse, me chamo Valéria,

tenho 22 anos sou gaucha, tenho um corpo lindo, principalmente minha bunda enorme e

arrebitada. Como leram no conto anterior, na manhã seguinte que meu tio mais velho atolou

sua enorme pica na minha bucetinha molhada, ele trouxe para mim o café da manhã que eram

leite tirado na hora e biscoitos, eu estava com muita fome e sem cerimonia comi a

vontade,percebi que meu tio não havia comido nada, então ofereci a ele alguns

biscoitos,"Titio quer comer um biscoito?", então ele veio com uma resposta sacana, "Quero

comer seu biscoito!!!", realmente meu tio mais novo havia contado tudo inclusive que

afundava minha bunda, ele tirou a bandeja do meu colo e partiu para ação, tirou logo seu

caralho pra fora, tava tão duro quanto antes, mandou-me chupar, meti a boca nele e suguei

toda a cabeça, lambia toda sua extensão, sentia as veias latejarem deixando de um tamanho

descomunal, não demorou muito meu tio já arrancou minha camisola, por baixo eu não usava

nada, virei de quatro deixando o bundão pra cima, forcei minha bunda ao maximo para trás

para facilitar sua penetração, seria meio impossivel tal picona entrar no meu rego, mas meu

tio não era bobinho, pegou o copo de leite e derramou o resto de leite que tinha sobrado bem

no meu biscoito, senti o leitinho quentinho arrepiar meu reguinho, meu tio meteu sua lingua

aspera, nossa meu tio era bem safado mesmo, lambeu meu rego e deixou todo lubrificado, desse

jeito seria mais facil sua penetração, logo depois ele subiu na cama e pos a cabeça do pau

bem no meu esficter e forcou para entrar, sua cabeçorra quase explodiu meu cuzinho, gritei

de dor,ele agarrou minha cinturinha e meteu mais fundo seu pau em mim, entrou mais ou menos

a metade do caralho,meu cuzinho estava lotado, eu estava tensa, a dor era muito fui

relaxando e aos poucos, pedindo pro meu tio não enfiar muito, foi assim que comecei a sentir

um pouco de prazer, ele começou sua dança de vai e vem, minha bunda abria ao maximo a cada

investida eu gemia alto, sua rola era enorme e dura demais, a cada metida deixava entrar um

pouco mais até que ele meteu tudo, senti que foi bem fundo, desta vez fiquei sem palavras,

sua cabeçorra tava bem no fundo do meu cú, meu tio gritou, "Seu cú ta esmagando a cabeça do

meu pau!!!", não imaginava que meu cu era tão apertado assim,meu rego vibrava a cada metida,
ele comecou a acelerar os pulsos me deixando até sem ar, até que percebi que ele iria gozar,
mas desta vez ele me perguntou, "Valerinha quer tomar mais leite tirado na hora?", eu

tolinha, "Quero !!! Quero !!!". Meu tio gemendo como um loco tirou a rola de dentro de mim e

pegou o copinho que tinha leite antes, eu sentei na cama pra ver melhor, fisguei a cabeça do

a pau, nossa tava enorme e bem vermelha, mal cabia na entrada do copo, meu tio apertou seu

pau e jorrou jatos de "leite" que batiam ao lado do copo e acumulavam no fundo, deu em torno

de uns 4 jatos fortes, quase encheu meio copinho, logo depois deu-me para beber, sentia o

cheiro forte de sua porra quente no ar, eu meio com nojo virei aquele copo de "leite" na

minha boca, engoli tudinho tinha um gosto horrivel, não tão horrivel do que a porra do meu

tio mais novo, sei lá quanto mais velho o cara, melhor é o "leite tirado na hora", pronto

meu tio estava satisfeito, levantei e fui ao banheiro me limpar, ainda sentia me rego ardido

e molhado. Assim foi como começou o segundo dia de minhas férias na casa de campo de titio,

amanhã chegariam meus pais e meu tio mais novo. Agora eu estava indecisa com qual tio era

mais gostoso, amanhã teria os dois ao meu dispor, não saberia para qual parteria primeiro.

Passou-se o dia todo e aproveitei pra descansar e relaxar ao maximo, pensei o dia todo em

meus tios. Finalmente chegou o terceiro dia, eles chegariam por volta das 9 da manhã, não

demorou muito eles chegaram na hora marcada, eu e meu tio mais velho fomos recebe-los, dei

uma abraço em meus pais e no meu tio mais novo, meu primeiro homem, meu tio mais novo sem

meus pais perceberem beliscou minha bunda me deixando com tesão alucinante, mas eu tinha um

grande problema, eram meus pais, se eles me pegassem fazendo sacanagens com meus tios tava

tudo fodido, mas em algum momento sobraria um tempo para essa aventura, passou-se o dia todo

e meus pais não saiam de perto de mim, já era tarde e todos foram dormir eu fui pro meu

quarto um pouco triste, seria muito dificil conseguir minha tentação, botei um pijama

baby-doll rendado e fui dormir, quando eu tava quase cochilando, vi a porta abrir, fingi que

tava dormindo e esperei para ver quem era, era meu tio mais novo, chegou até mim e foi

alisando minhas costas e minha bunda, dizendo que tava com saudade dela, acordei muito

tesão, eu pensei que meu tio iria me foder ali mesmo no quarto, ele pegou minha mão e fez eu

sair do quarto e caminha-mos pé por pé para não acordar ninguém, meu tio me levou para fora

da casa e fomos para garagem que fica no fundos da casa, fiquei meio reciosa disso, quando

entrei na garagem vi uma cena incrivel, tava tudo arrumado, tinha um colchão no chão, e

imagine quem tava lá meu tio mais velho, todo sem roupa e já com o mastro em pé, fazendo uma

deliciosa punheta, imaginei comigo mesma o que eles fariam comigo, meu tesão era enorme, vou

encarar, senti um comichão em minha xaninha, meu tio mais novo trancou a porta, disse pra

mim chupar a pica do meu tio mais velho, fui de joelhos e abocanhei aquela maravilhosa rola,

reparei que meu tio mais novo tambem foi tirando a roupa, já estava com seu pau duro,

pediu-me para chupa-lo tambem, estava com um pau em cada mão, aproveitei e reparei no

tamanho deles, meu tio mais velho era muito grande, mas o do meu tio mais novo era muito

duro, fiquei chupando por um longo tempo, depois disso foram tirando minha roupa me deixando

nua, levantei-me e abri minha pernas, o que eles fizeram foi fantástico, meu tios começaram

a lamber e a chupar minha xana e meu rego ao mesmo tempo, duas linguas molhando meus

buracos, eu evitava gemer de tesão pois poderia acordar meus pais, senti que meus buracos

ficaram todo molhado com sua salivas, meu tio mais velho deitou no colchão e me chamou para

sentar emcima dele, fui e direcionei minha xana na altura de seu mastro, por estar muito

lubrificada entrou sem dificuldades, fiquei de cocoras emcima de seus mastro, ele agarrou

minhas costas com força e forçou para frente levantando minha bunda pra cima e chamou meu

tio mais novo, agora saberia o que pretendiam, ele veio e colocou seu caralho bem no olho do

meu rego e penetrou todo, senti um sensação de invasão total, na frente e atrás, era muitas

rolas para meus buracos, quase berrei de tesão, dei uma gritinhos para compensar a situação,

logo depois eles começaram seus movimentos de foda, exalavam um calorão do seus caralhos,

que faziam meu rego e minha xana suarem de tesão, sentia um pouco de dor tambem, depois de

varias metidas percebi que eles iriam gozar, gozaram quase juntos, jatos de porras invadiam

meu rego e minha coninha, fechei os olhos e gozei junto com eles, "Valerinha vc goza igual a

uma mulher!", quando ouvi isso fiquei muito fresca, era a mulher de meus tios, na flor dos

meus 18 anos, depois disso sairam de cima de mim, sentia-me lotada de porra,sem preocupar

muito tentei expelir aquele gozo, foi uma cascata de porra dos meus furinhos, sujou todo o

chão da garagem, tinha adorado a foda que meus tios me deram, minha primeira DP, logo depois

me vesti e fui para a casa e entrei no meu quarto bem devagar, meus pais ainda dormiam

cansados da viajem. Dormi feliz da vida. Bem assim foi as férias na casa do meu tio, fodia

como uma louca, as vezes era o mais novo, as vezes era o mais velho e tambem as vezes o dois

juntos no qual eu adorava muito, meus buraquinhos vibram so de pensar nisso. Desculpe se

meus contos ofendem alguém, somente conto o que realmente aconteceu, espero que gostem dos

contos, e dificil escreve-los sem ter tesão com isso. Então e assim que encerram os contos

de incesto com meus tios. Continuarei a contar outros contos tambem excitante. Atenção

pessoal troquei de mail pra poder responder a todos quanto antes. Bjos a todos. Acabei                
                                


Ficha do Conto

Escritor:
dravaleria

Nome do conto:
VALÉRIA A SOBRINHA INCESTA - PARTE FINAL

Codigo do conto:
647

Categoria:
Incesto

Data do Envio:
25/09/2003

Quant.de Votos:
4

Quant.de Fotos:
0

Compartilhe
Tweet esse conto! Digg esse conto! Adicionar esse conto no del.icio.us



Clique aqui para enviar uma mensagem (scrap) para o autor desse conto.

Gostou desse conto? Nao deixe de compartilhar com seus amigos no twitter. Tweet esse conto!






Escreva o seu Comentário

Importante:Comentário com número de telefone serão apagados.


Para fazer um comentario a respeito desse conto ou mandar um scrap para o autor. Voce precisa logar em nosso site.

Contos enviados pelo mesmo autor
Codigo Nome do Conto Categoria Ranking
1660 DRA VALERIA A VETERINÁRIA CADELA - PARTE III Zoofilia 4
1688 DESCASCANDO A MANDIOCA DO TITIO Incesto 3
1748 AULA PARTICULAR COM UM CAVALO Zoofilia 19
1833 A VINGANÇA DA VALÉRIA - PARTE 1 Incesto 2
1973 DV19. UMA TAÇA DE LEITE VITAMINADO Incesto 3
2010 DV21. DRA VALERIA A VETERINÁRIA CADELA - PARTE IV Zoofilia 4
2017 DV22. A VINGANÇA DA VALÉRIA - PARTE 2 Incesto 2
2142 DV24. PAPAI É TARADO POR PEZINHOS Incesto 1
2143 DV25. LOUCO DESEJO DE UM CORNINHO - PARTE 1 Traição/Corno 2
2174 DV27. FILHINHA DE CAMINHONEIRO. PARTE 1 Incesto 2
2175 DV28. A VINGANÇA DA VALÉRIA - PARTE 3 Incesto 1
© Copyright 2000-2014 www.contoerotico.com - Todos os direitos reservados
Web Design/Hosting - Dynamic Web Solutions Corp - USA