Contos Eroticos
Adicionar em seus Favoritos RSS conto Erotico Torne o Conto Erotico a pagina principal de seu navegador
O mais excitante site de Contos Eróticos da Lingua Portuguesa.
Username: Senha:
Esqueci minha senha | Quero ser usúario
Principal   Publicar Contos   Painel de controle   Últimos Contos   Mensagens/Scrap   Blog Erótico   Entrar em contato  
Contos Eroticos
   Contos por intervalo
   Por categoria
   Últimos Contos
   Melhores Contos
   Contos com foto
   Publicar Contos
   Publicar Com fotos
   Buscar (Search)

Quadrinhos Eróticos
   Quadrinhos eróticos
   Enviar Quadrinhos

OPÇÕES
   Painel de Controle
   Meu Album de fotos
   Cadastro usuário
   Mensagens (Scraps)
   RSS
   Entre em contato
   Ajuda (Duvidas)

SITES PARCEIROS
   Blog Erótico
   Irotica Videos
   Videos Eroticos
   Relatos Espanhol
   Galaxia Gay
   Videos de Famosas
   Piadas Web
   Videos Porno
   Porno Tube

REDES SOCIAIS
   Twitter
 
 
 
 





Minha pobre menina foi arrombada.


Já há cerca de um ano eu e minha namoradinha nos envolvemos frequentemente em surubas de todo o tipo, mas essa que vou relatar foi muito especial para nós.Minha namorada tem 19 aninhos, 8 a menos que eu.É magricela,baixinha e muito gostosinha a vadia:dois peitinhos miúdos e duros, uma boceta depiladinha e inchada, uma bunda redonda e lisa, um rostinho de anjo.Ninguém que a conheça pode imaginar que ela, com aquela carinha de virgem,seja tão piranha.

Bem, tínhamos sido convidados para um bacanal que fazemos frequentemente na casa de uma amiga, chovia muito e fomos de ônibus, Caroline estava com um vestidinho branco que na chuva tinha ficado transparente e colado, estava muito tesuda naquele dia realmente.Ao chegarmos na casa de Virgínia ela foi logo tirando a roupa e jogando pela sala.Foi até a cozinha catar umas cervejas pro pessoal que já estava entrando no clima.Rolava um filminho da Ana Bela no vídeo pra esquentar os ânimos.

Tocou a campainha, era Marcelo.Minha vagabunda já tinha fodido com ele uma vez, na garagem da casa dele e me dissera que a pica dele era imensa, quase o dobro da minha, que tem 16 cm.Quando ele apareceu na porta, a vadia , que estava sentada no meu colo,nua em pelo, sussurou em meu ouvido.Hoje você vai ver em ser arrombada seu corno.Não tive nem um pingo de raiva, mas de tesão e nervosismo:ia ver o amor da minha vida enfrentando um caralho de verdade.Já tinha feito várias orgias com ela, mas sempre os caras que a fodiam eram médios dotados, como eu.

A putaria não demorou a rolar:propus um jogo:éramos seis casais, faríamos uma rodada de sueca entre os meninas:três partidas de duas jogadoras.As três ganhadoras.As meninas que ganhassem teriam dois homens a sua disposição exclusiva para um ménage, as perdedoras ficariam trancadas no quarto, se satisfazendo mutuamente.Sempre fazíamos brincadeiras assim e eu não sabia que estava cavando meu próprio túmulo.Carol tinha disputado uma partida com Luana, uma vadia magra e alta, muito bonita e foguenta.Eu estava a fim de foder com a Luana de novo.Tinha boas lembranças do boquete que ela tinha me pago algumas semanas antes, e daquela boceta quente.

Mas quem ganhou foi a minha puta, pelas regras as três vencedoras disputariam um zerinho ou um seguido de um par ou impar para saber quem ficava com quem:Vanessa,uma negra deliciosa, cusão fenomenal,seios fartos...escolheu a mim e ao Fernando.Mas a puta da Caroline escolheu o Marcelo e o Vinícius...o Vinícius não era tão jegue mas também tinha uma pica maior que a minha.

Comecei a lamber o corpo tesudo da doce Vanessa,mas não conseguia despistar o nervosismo por saber que ia ver a minha namoradinha sendo arrombada.Não estava conseguindo me controlar:o tesão subia cada vez mais e eu chupava a boceta da Vanessa com que chupa uma manga.Sorvia esfomeado o suco daquela xota.Fernando sentou no sofá e mandou a negra sentar da sua pica, foi neste momento, em que Vanessa aconchegava a piróca do negro em seu rabo, que eu vi o filho da puta do Marcelo arriar a bermuda e fazer brotar um caralho imenso.Caroline era a face do prazer, abocanhou a cabeça daquela jeba enquanto sua boceta experimentava o caralho do outro amigo pra preparar o caminha.

Eu continuava chupando a vagina da negra deliciosa e tocava uma punheta pra relaxar o tesão.Resolvi fazer uma DP e consegui, por alguns instantes,esquecer minha namoradinha abandonada ao seu cavalo.Fodia com força a boceta de Vanessa, me saco batia no saco de Fernando e a menina hurrava.Foi quando comecei a ouvir os berros atrás de mim, no tapete Carol estava acocorada,tentando fazer o vergalhão de Marcelo subir à sua gruta.Madei que carol ficassea de quatro.Botei- a numa posição que permitia que eu fodesse seu cú assistindo minha princesa sendo arrombada, não demorou até que toda a pica descomunal do monstro fodedor estivesse na xota de minha menininha, eu fodia o cú da preta com fortes estocadas que a faziam urrar, do quarto onde estavam Luana, Márcia e Cristielen vinham gemidos apertados de menininhas.

Carol me dizia putarias:olha seu filho da puta, isso que são machos, olha que dois pirus gostosos na minha boceta e na minha boquinha olha.Eu chorava de tesão enquanto Vanessa e Ferando hurravam.Quando ia gozar tirei a pica do cu de Vanessa, me livrei da camisinha e fui a te meu amor, ela sorveiu todo o restinho de porra quente e anunciou o gozo junto com seu cavalo de raça.Mamou a benga do pobre coitado também,até ficar limpa.

Isso foi só o começo.


Ficha do Conto

Escritor:
rela148102

Nome do conto:
Minha pobre menina foi arrombada.

Codigo do conto:
6662

Categoria:
Grupal e Orgias

Data do Envio:
26/12/2005

Quant.de Votos:
0

Quant.de Fotos:
0

Compartilhe
Tweet esse conto! Digg esse conto! Adicionar esse conto no del.icio.us



Clique aqui para enviar uma mensagem (scrap) para o autor desse conto.

Gostou desse conto? Nao deixe de compartilhar com seus amigos no twitter. Tweet esse conto!






Escreva o seu Comentário

Importante:Comentário com número de telefone serão apagados.


Para fazer um comentario a respeito desse conto ou mandar um scrap para o autor. Voce precisa logar em nosso site.

Contos enviados pelo mesmo autor
Codigo Nome do Conto Categoria Ranking
6631 Meu primeiro bacanal Grupal e Orgias 0
6672 Meu namorado me mandou fud com meu padrasto Heterosexual 0
© Copyright 2000-2014 www.contoerotico.com - Todos os direitos reservados
Web Design/Hosting - Dynamic Web Solutions Corp - USA