Contos Eroticos
Adicionar em seus Favoritos RSS conto Erotico Torne o Conto Erotico a pagina principal de seu navegador
O mais excitante site de Contos Eróticos da Lingua Portuguesa.
Username: Senha:
Esqueci minha senha | Quero ser usúario
Principal   Publicar Contos   Painel de controle   Últimos Contos   Mensagens/Scrap   Blog Erótico   Entrar em contato  
Contos Eroticos
   Contos por intervalo
   Por categoria
   Últimos Contos
   Melhores Contos
   Contos com foto
   Publicar Contos
   Publicar Com fotos
   Buscar (Search)

Quadrinhos Eróticos
   Quadrinhos eróticos
   Enviar Quadrinhos

OPÇÕES
   Painel de Controle
   Meu Album de fotos
   Cadastro usuário
   Mensagens (Scraps)
   RSS
   Entre em contato

SITES PARCEIROS
   Blog Erótico
   Irotica Videos
   Videos Eroticos
   Relatos Espanhol
   Galaxia Gay
   Videos de Famosas
   Piadas Web
   Videos Porno
   Porno Tube

REDES SOCIAIS
   Twitter
 
 
 
 





FANTASIA: VER NAMORADA DANDO PRA OUTRO


Olá, meu nome é Raúl e venho relatar a vocês o que sempre quis ver. Todos os nomes listados aqui são fictícios para proteção dos mesmos. Tenho uma namorada muito gostosa (Fernanda) e boa de cama. Transamos direto e nossas relações são sempre sem camisinha pois é muito melhor. Fernanda tem 1, 64 de altura, pesa 54 kg, é loira de olhos castanhos, pele semibronzeada, quadril largo, uma bunda enorme, seios médios e buceta linda e apertadinha. Ela adora pegar, punhetar, chupar e sentir um belo caralho em seu corpo. A cada transa nossa, Fernanda fica cada vez mais puta na cama. Aliás, uma dama para a sociedade, mas uma verdadeira vadia na cama (tem coisa melhor). Sempre imaginei Fernanda sendo comida por outros homens, na nossa relação só rola putaria (coisas do tipo: pede por rola piranha, me come meu macho, geme puta...). Um dia estávamos teclando pelo MSN e perguntei pra ela se tinha alguma fantasia, ela logo respondeu de que é louca para me ver comendo outra mulher. E não é que a puta tem a mesma fantasia minha. Na mesma hora falei a ela de que também tenho essa fantasia e se eu vou receber prazer com outra mulher, ela também tem o direito de receber prazer com outro homem. Mas vou contar aqui a minha fantasia. Um belo dia estávamos transando a mais ou menos uma hora e meia, e Fernanda com muito tesão na buceta (que estava até escorrendo) me disse: AMOR, EU TE AMO DEMAIS GATO, VOU REALIZAR SUA FANTASIA TESUDO. Desde então comecei a procurar por homens para comerem minha gata. Foi uma longa e demorada escolha. Não sou gay, mas queria pessoalmente conhecer os candidatos e escolher aquele que melhor correspondesse a minha vontade e a vontade da minha gata. Como sei que ela curte caras bonitos e educados (exceto na cama), parti pra seleção apenas de caras com fotos para possível contato pessoal. Os que tinham CAM se mostravam pelo MSN mesmo e até mostravam o pau, pois eu queria um cara bem dotado para acabar com minha gata. Acabei conhecendo André, um cara alto de 1, 87 metros de altura, 90 kg, olhos azuis, cabelos castanhos claros, com um caralho de 21 cm de comprimento por 5 de largura. Depois de longos encontros, pude constar que ele era muito legal e que saciaria minha vontade. Combinamos o dia certo para o encontro e fomos para meu apartamento. Estava um dia chuvoso e propício para uma longa tarde de sexo. Em casa, deixei André conversando com minha namorada para se apresentarem melhor e fui tomar banho. Voltei para a sala depois do banho já pelado e me sentei bem próximo dos dois aguardando a tão esperada hora. André então me pediu licença e se aproximou de minha gata já passando a língua no pescoço dela. Fernanda deu um suspiro de tesão e puxou André para cima dela. Os dois começaram a se pegar ali no sofá e eu já apresentava sinais de ereção. Fernanda vestia uma blusa fina de alça sem sutiã e uma saia discreta. André estava de calça jeans e camisa polo. André então subiu encima dela e começou a sarrar de uma forma muito gostosa. Fernanda estava suspirando cada vez mais forte até que André tirou sua blusa e caiu de boca em seus lindos seios, fazendo-a soltar um gemido fantástico. Fernanda tem um tesão enorme nos seios e falava para André os mamar com força. CHUPA SEU PUTO. André deu um tapa no rosto de Fernanda e disse: VOU ACABAR COM VOCÊ SUA PIRANHA. Na hora do tapa no rosto levei um susto com aquilo, mas depois me despertou um enorme tesão em ver minha gata apanhando no rosto como uma puta. Ele lambia, chupava, beliscava os seios de Fernanda e ia lambendo até o umbigo e voltava até os seios já com a mão na buceta dela.Fernanda é meio masoquista e pedia a André para que batesse nela com vontade. Ele percebendo isso, dava tapas fortes no rosto e nos seios dela, e começou a enforcá-la. André então tirou a saia e pude ver que Fernanda estava sem calcinha e sua buceta escorria de tanto tesão. André encheu a mão na buceta da minha gata e me mostrou dizendo: OLHA COMO ESSA PUTA ESTÁ MOLHADA. Já estava com muito tesão e fui à loucura lambendo os dedos de André que estavam cheios daquele mel de minha gata. André então meteu a boca naquela buceta melada e revezava com a boca e dois ou três dedos dentro da buceta dela.Fernanda já estava louca, dizendo coisas sem nexo, e enquanto André a chupava enfiei meu pau na boca para Fernanda mamar com vontade. Ela me olhou como es estivesse agradecendo por aquele momento de tesão. Minutos depois, Fernanda vira e me fala: FIQUE SENTADO, VOCÊ SÓ VAI VER. Enlouqueci vendo-a cheia de tesão e mandando em mim. Foi aí que André se levantou e tirou a calça e a camisa, ficando apenas de cueca com aquele pau enorme já muito duro. Ao ver o tamanho do pau de André, Fernanda arregalou os olhos como se tivesse ficado assustada. Ele deu outro tapa no rosto dela e disse: VAMOS SUA PUTA, ESSA ROLA É SUA, ACABE COM ELA VAGABUNDA. Fernanda abaixou a cueca de André e viu aquela rola enorme saltar de uma vez pra fora. Logo de cara, André bateu duas vezes com o pau no rosto de Fernanda e enfiou de uma só vez ele na boca dela, fazendo-a engasgar. Nessa hora gritei: DELÍCIA. Ela então pegou aquela rola com as duas mãos e começou a punhetá-la. Logo em seguida colocou com jeito aquela rola na boca e começou a mamar como se fosse a última rola do mundo. Ela cuspia na vara de André e colocava na boca para facilitar mais a entrada daquela enorme rola. A minha tem apenas 17 cm e a do André é 4 cm maior (21 cm) o que faz muita diferença para elas. Ele então a segurou pelos cabelos e começou a enfiar a pau até a garganta de Fernanda fazendo-a engasgar cada vez mais. A buceta dela estava como uma cachoeira, escorria muito, o chão estava melado e eu muito excitado. Então pedi a André: FODE LOGO ESSA PUTA CARA. Ele sem demora jogou Fernanda no sofá, foi pra cima dela colocando-a de frango assado (posição que adoro) e como o pau dele estava todo lambuzado pelo boquete que ela faz e a buceta dela toda molhada, enfiou aqueles 21 cm com um único golpe e sem ter colocado a camisinha. Fernanda soltou um grito: PUTA QUE PARIU QUE CARALHÃO ENORME. Vendo aquilo, agradeci a André e falei: QUE VISÃO ESTOU TENDO, TIRA E COLOCA TUDO PRA EU VER. E ele começou a comer minha namorada. No início tirava e colocava bem devagar pra eu ver e me deliciar, e depois começou a fuder com força. A cada bombada forte Fernanda gritava cada vez mais alto, então tive que colocar o pau de novo em sua boca para abafar os gritos. O pau do André entrava todo naquela buceta que já não era mais apertada e ele falava a ela coisas como (está gostando vadia, sempre quis um caralho assim não é puta). Ela falava a ele: FODE MINHA BUCETA SEU PUTO, ME ARREGAÇA COM ESSE CACETÃO. Estava se saindo uma verdadeira puta. André estocava cada vez mais forte e eu sentia minha gata pirando a cada bombada. Então Fernanda teve seu primeiro orgasmo. Gozou no pau do André o que a fez ficar mais lubrificada ainda. André se levantou e se ajeitou no sofá esperando com que Fernanda fosse sentar em seu pau duro e melado. Mas antes que ela sentasse a mandei pagar outro boquete pois ia comê-la ali mesmo de quatro. Ela começou a chupar a rola de André e eu comecei a fudê-la por trás. Sua buceta estava larga e molhada para meu pau. Só com meu pau dentro dela que pude perceber o tamanho do estrago que a rola do André estava fazendo. Meti pouco em minha gatinha e falei pra ela sentar no pau dele e cavalgar como uma atriz pornô. Ela imediatamente socou todo aquele caralho na buceta e enquanto cavalgava beijava André e dava a ele seus seios para chupá-los. Ela sentava e rebolava como uma profissional até que chegou em seu segundo orgasmo caindo de lado para recuperar o fôlego. André foi ao banheiro se refrescar e logo que voltou com sua tora ainda erguida pegou-nos fazendo um 69. Ajoelhou-se com o cacete próximo ao meu rosto, passou-lhe rápido nos meus lábios e enfiou de uma vez na buceta de Fernanda fazendo-a gemer. Confesso que pensei em pagar-lhe um boquete, mas foi uma coisa fútil que passou momentaneamente em minha cabeça. Enquanto ele estocava na buceta da gata e ela gemia muito gostoso, eu fui pra frente dela e enfiei o cacete em sua boca novamente. Sentei a sua frente e ela me chupava, lambia as bolas e como de costume começou a chupar meu cu também. Então fiquei de quatro a pedido dela e ela começou a me chupar por trás. Enquanto Fernanda estava levando vara, enfiava a língua no meu cu e batia uma pra mim, o que me levava à loucura. Em um dado momento, senti uma língua mais áspera no meu cu e ao olhar para trás, era André quem estava me lambendo e falando para minha gata enfiar o dedinho no meu cu. Sai rápido da posição e falei que quem ia dar o cuzinho era ela. Detalhe que nunca comi o cu dela e André foi ao delírio ao saber que era virgem de cu. Já foi logo tirando o caralho todo molhado da buceta dela e passando no cuzinho para lubrificá-lo. Fernanda disse que não ia dar o cuzinho mas André nem quis saber e já foi lambendo aquele rabo maravilhoso. Abriu aquela bunda enorme com aquele cu virgem e gostoso, cuspiu lá dentro e pôs-se atrás dela para penetrá-la. Fernanda tentou sair da posição e logo tomou um belo tapa na bunda (o que a fez ficar com mais tesão por gostar de sentir dor). André cuspiu no pau e novamente no cuzinho de Fernanda e começou a forçar a entrada naquele rabo ainda virgem. Ao sentir a ponta da cabeça entrar no anel, começou a gritar de dor, mas como estava tão louca pediu para que não parasse. André então tirava e colocava, tirava e colocava, até que um bom tempo depois, Fernanda sentiu seus pentelhos encostarem em sua bundona. Pronto, agora sim ela era uma puta completa. Tinha dentro de seu rabo uma tora de 21 cm, dura e grossa. André então como no início da transa começou a bombear bem devagar pra gata sentir todo o tesão de ter uma rola no cu, e quando ela acostumou o cara começou a meter como um cavalo. Minha puta agora era só gemidos e um sorriso safado no rosto. A visão que tive foi maravilhosa e ela pedindo pra meter mais fundo. André então me sugeriu fazer uma dupla penetração que ai sm estaria completa a foda. Sem tirar o pau do cu de Fernanda, André se levantou levando Fernanda junto e foi se sentar no sofá fazendo Fernanda ficar com a buceta abertinha para eu enfiar o cacete junto. Enquanto via aquela cena maravilhosa do pau no cu de minha gata e sua xana aberta passei a punhetar com mais força para sentir mais tesão ainda. André enfiava toda a rola no cu dela e eu então comecei a chupar sua buceta que estava meladíssima. Perguntei a ela se realmente queria duas rolas dentro dela e ela disse: SE VOCÊ NÃO ENFIAR LOGO EU CHAMO OUTRO HOMEM NO PRÉDIO PARA FAZER ISSO. Aquilo me deu um puta tesão e logo bati no rosto dela e soquei de uma vez sentindo o pau bater no útero. Ela gemeu e falou: AI QUE DELÍCIA, SOU UMA PUTA COM DOIS CARALHOS GOSTOSOS. Bombávamos forte e ela já estava se enfraquecendo de tanta rola que estava levando. A trepada já tinha mais de uma hora e o André até agora não havia gozado. Perguntei-a onde ela queria receber a porra e rapidamente respondeu: GOZEM EM MIM TODA, ME FAÇAM ENGOLIR ESSE LEITE DE MACHO. Depois de mais ou menos uma hora e quarenta da mais bela trepada que já vi, ela se ajoelhou no chão, abriu a boca e recebeu meu jato bem na garganta. Gozei muito devido ao excesso de tesão. Logo em seguida veio o André e gozou. Assustei, pois achei que não fosse mais parar de sair porra daquele cacete. André gozou muito mesmo, foi tudo na boca chegando a escorrer pelos seios e atingindo a buceta dela que estava ensopada. Logo em seguida André deu outro tapa em Fernanda e mandou ela enfiar o pau na garganta que ia sair mais porra ainda. Não acreditei, o cara gozou de novo como um cavalo. A porra saia por todos os cantos da boca e minha gata chegou a engasgar com aquele tanto de porra que ela recebera. Depois André a comeu sozinho até as 22 horas e eu fiquei só vendo dessa vez e auxiliando. Sou muito grato a minha namorada por ter realizado meu desejo de vê-la com outro pau e grato ao André por ter feito valer a pena. Se quiserem entrar em contato e ver a foto da minha gata


Ficha do Conto

Escritor:
raulbh

Nome do conto:
FANTASIA: VER NAMORADA DANDO PRA OUTRO

Codigo do conto:
6802

Categoria:
Fantasias

Data do Envio:
03/01/2006

Quant.de Votos:
1

Quant.de Fotos:
0

Compartilhe
Tweet esse conto! Digg esse conto! Adicionar esse conto no del.icio.us



Clique aqui para enviar uma mensagem (scrap) para o autor desse conto.

Gostou desse conto? Nao deixe de compartilhar com seus amigos no twitter. Tweet esse conto!






Escreva o seu Comentário

Importante:Comentário com número de telefone serão apagados.


Para fazer um comentario a respeito desse conto ou mandar um scrap para o autor. Voce precisa logar em nosso site.

Contos enviados pelo mesmo autor
Codigo Nome do Conto Categoria Ranking
6821 DESEJO REALIZADO: FIZ GRUPAL COM ELA Grupal e Orgias 0
© Copyright 2000-2014 www.contoerotico.com - Todos os direitos reservados
Web Design/Hosting - Dynamic Web Solutions Corp - USA