Contos Eroticos
Adicionar em seus Favoritos RSS conto Erotico Torne o Conto Erotico a pagina principal de seu navegador
O mais excitante site de Contos Eróticos da Lingua Portuguesa.
Username: Senha:
Esqueci minha senha | Quero ser usúario
Principal   Publicar Contos   Painel de controle   Últimos Contos   Mensagens/Scrap   Blog Erótico   Entrar em contato  
Contos Eroticos
   Contos por intervalo
   Por categoria
   Últimos Contos
   Melhores Contos
   Contos com foto
   Publicar Contos
   Publicar Com fotos
   Buscar (Search)

Quadrinhos Eróticos
   Quadrinhos eróticos
   Enviar Quadrinhos

OPÇÕES
   Painel de Controle
   Meu Album de fotos
   Cadastro usuário
   Mensagens (Scraps)
   RSS
   Entre em contato
   Ajuda (Duvidas)

SITES PARCEIROS
   Blog Erótico
   Irotica Videos
   Videos Eroticos
   Relatos Espanhol
   Galaxia Gay
   Videos de Famosas
   Piadas Web
   Videos Porno
   Porno Tube

REDES SOCIAIS
   Twitter
 
 
 
 





Comi minha sogra


Comi minha sogra.
Sou motoboy, tipo cachorro louco, oque resulta em queda. Na semana que antecede o natal caí de moto
quebrando o pé esquerdo, ironia que presente de natal, 15 dias de gesso. Passou o natal e eu estava de saco cheio de ficar em casa, foi então que minha namorada sujeriu que eu fosse para casa dela, bom depois de 5 anos de namoro eu já me sentia em casa na casa dela.
Fui bem recebito por toda a familia que incluia, o sogro, a sogra, um cunhado e a cunhadinha que há tempos não via, branquinha, 14 anos, 1,70m de altura, cabelos longos e cacheados, barriguinha reta, peitinhos tipo mamão-papaia, há que delicia. O primeiro dia fiquei só imaginando a cunhadinha ninfeta nua sorrindo pra mim enquanto eu a lambia. No segundo dia acordo e percebo que estava só com os cunhados, minha namorada é estagiaria e trabalha só pela manhã, meu sogro é policial e só voltaria no dia seguinte e a sogra teria ido fazer compras. No almoço todos a mesa, minha sogra me olhava e mandava sorrisos, fiquei pensativo, mas, oque esperar de um mulher de 40 anos mãe de 3 filhos e que só usa roupas antiquadas? A tarde segue e da lugar a noite, sai pra jantar com a minha namorada e voltamos já era madrugada, com a ausencia do sogro fiquei inquieto, esperei minha namorada dormir e fui ao quarto da sogra.
Cheguei pulando e me apoiando nas paredes, abri a porta ela estava coberta com lençol e de costas voltada pra mim, entrei e mais 3 pulos e estava junto a cama, não sabia se ela estava acordada ou dormindo, pra garantir bati uma punhetinha leve deixei o pau duro e deitei, puxei ela pela cintura colocando meu pau entre suas pernas, puxei ela pelos cabelos e beijei seu pescoço, ela rebolou no meu pau, sorriu com cara de manhosa e me chamou de tarado, virou-se pra mim e disse me comi e me chama de puta, comecei a beijar seus seios e mordelos levemente, ela ficou com muito tesão, virou montou em mim e começou a beijar, lamber, morder, por um instante não a vi, por isso liguei o abajur, ela estava debaixo do lençol, quando senti sua respiração ofegante e sua saliva quente no meu pau ela abacanhou tudo e masageava minhas bolas, chupava muito gostoso era o melhor boquete que eu já ganhei. Eu ficava segurando pra não gozar, tarefa dificil pois ela chupava muito gostoso, derrepente ela parou ficou batendo punheta pra mim e olhando pra mim, eu me contorcia pra não gozar, então ela veio bem perto e disse: teu pau é muito gostoso, agora goza, dá tua porra pra mim.
Ela ficou batendo punheta, colocou a boca só na cabeça do pau e no instante que gozei ela abocanhou engolindo toda a minha porra, eu já não aguentava mais, e pedi PARA! PARA! ela disse: eu gosta de chupar quanto ta molinho e fazer ele endurecer dentro da boca, ela brincou até ele ficar duro outra vez e montou, pegou forte com a mão e ficou pincelanto seu grelo, colocava a cabeça e tirava, depois meteu tudo, inclinda pra traz com as mão sob meus joelhos ela fazia movimentos que me permitia ver meu pau entrando e saindo da sua buceta. Bucera grande, com pelos curtos, vermelha, seu tesão escorria pra fora, ela trepava muito gostoso, inclinada pra frente com as mão sobre meu peito, com os pés apoiado em minhas coxas ela colocou 2 travesseiros debaixo da minha cabeça para que eu pudesse beijar seu peito, pegeui forte nas suas nadegas e fazia com que ela rebolace rapidamente, ofegante ela ordenou: me chama de puta. Acatei a ordem acrescentando gostosa, safada, cachorra, os elogios desencadeou uma reação ninfomaniaca, ela começou a gemer e dizer: eu vou gozar. Com medo do barulho tapei a sua boca com a mão ela mordeu gozou, quando sentia o gozo dela quente escorrendo em minhas bolas eu gozei junto.
Suado e cançado fui ao banheiro da suite que era grande e bonito, demorei a me recuperar, quando retornei com a intensão de sair do quarto, pois minha namorada ou alguem podia acordar e eu perderia o pescoço, ela olhou pra mim moprdendo a o dedo indicador indagando-me por que demorou?
Deitada de bunda pra cima ela ficou de quatro, com dificuldade devido ao gesso no pé fiquei de joelhos, olhei aquela buceta aberta toda gozada, ela colocou a mão por entre as pernas acariciando minhas bolas e esfregou meu pau na sua buceta até ele endurecer. preocupado em gozar muito rapido fiquei brincando metendo devagarzinho, com a mão sobre suas nadegas eu abri bem sua bunda e olhei meu pau entrando e saindo da sua buceta, foi quando percebi o cuzinho dela fechadinho, não resisti juntei saliva e cuspi, na mesma hora ela respondeu: hum!
cuspi também no meu polegar e fiz movimentos circulares no seu cuzinho aos poucos o cuzinho dela foi ingulindo meu dedo, quando o dedo entrou tudo ela disse: agora mete!
Coloquei meu pau junto do cú dela cuspi mais vezes e meti, sentia meu pau rasgando ela por dentro, segurei forte na sua cintura e meti com força. Ela repetia: fode, fode, goza no meu cuzinho.
Que cuzinho apertadinho, nunca comi um cuzinho com tanta fome                           


Ficha do Conto

Escritor:
rela867230

Nome do conto:
Comi minha sogra

Codigo do conto:
6830

Categoria:
Heterosexual

Data do Envio:
07/01/2006

Quant.de Votos:
0

Quant.de Fotos:
0

Compartilhe
Tweet esse conto! Digg esse conto! Adicionar esse conto no del.icio.us



Clique aqui para enviar uma mensagem (scrap) para o autor desse conto.

Gostou desse conto? Nao deixe de compartilhar com seus amigos no twitter. Tweet esse conto!






Escreva o seu Comentário

Importante:Comentário com número de telefone serão apagados.


Para fazer um comentario a respeito desse conto ou mandar um scrap para o autor. Voce precisa logar em nosso site.

Contos enviados pelo mesmo autor
Codigo Nome do Conto Categoria Ranking
© Copyright 2000-2014 www.contoerotico.com - Todos os direitos reservados
Web Design/Hosting - Dynamic Web Solutions Corp - USA