Contos Eroticos
Adicionar em seus Favoritos RSS conto Erotico Torne o Conto Erotico a pagina principal de seu navegador
O mais excitante site de Contos Eróticos da Lingua Portuguesa.
Username: Senha:
Esqueci minha senha | Quero ser usúario
Principal   Publicar Contos   Painel de controle   Últimos Contos   Mensagens/Scrap   Blog Erótico   Entrar em contato  
Contos Eroticos
   Contos por intervalo
   Por categoria
   Últimos Contos
   Melhores Contos
   Contos com foto
   Publicar Contos
   Publicar Com fotos
   Buscar (Search)

Quadrinhos Eróticos
   Quadrinhos eróticos
   Enviar Quadrinhos

OPÇÕES
   Painel de Controle
   Meu Album de fotos
   Cadastro usuário
   Mensagens (Scraps)
   RSS
   Entre em contato
   Ajuda (Duvidas)

SITES PARCEIROS
   Blog Erótico
   Irotica Videos
   Videos Eroticos
   Relatos Espanhol
   Galaxia Gay
   Videos de Famosas
   Piadas Web

REDES SOCIAIS
   Twitter
 
 
 
 





A EMPREGADA NEGRA DA VIZINHA


Meu nome é Kadu,e moro em um bom prédio,com poucos apartamentos,o que faz com que tenhamos contato com todos do prédio constantemente.E já de muito tempo venho observando a empregada do apto vizinho ao meu.Mas como sou casado,sempre que passava por ela no prédio,me restingia a cumprimentá-la de forma educada,o que ela sempre respondia da mesma maneira.Ela é uma negra,bonita,baixa,aproximadamente 20 anos,com um sorriso maravilhoso e um corpo " mignom " perfeito. Chegou o período de férias,minha família foi para a fazenda dos nossos familiares e eu dei férias a minha empregada.Como faço todos os anos,fico sozinho e almoço na rua,lavo as minhas roupas na lavanderia.Só que com o passar dos dias,a casa começa a ficar empoeirada,e não é que por acaso cruzo com ela no elevador,e ela perguntou se estavam todos viajando.Perguntou pela minha empregada,o que respondi que estava me fazendo falta pelo fato que já citei.Ela então falou que se precisasse,ela faria uma faxina depois do serviço dela,à noite.Passei a ela o meu telefone e pedi que me ligasse para combinarmos.No mesmo dia ela me ligou e combinamos de fazer a faxina naquele mesmo dia,e que ela observaria pelo movimento a minha chegada.Logo após minha chegada,ela bate a campainha,e para minha surpresa,os trajes não era os mesmos que normalmene eu a via circulando pelo prédio.Ela percebeu o meu olhar de espanto em ver aquele corpo negro liso lindo na minha frente e se justificou dizendo que como estava muito quente ela gostava de trabalhar mais a vontade.Eu lhe orientei sobre o serviço e fui para o escritório acabar de organizar alguns relatórios,mas durante todo o tempo ficava de pau duro só de imaginar do que aquele corpo seria capaz.Depois de acabar meus relatórios me aproximei devagar e fiquei observando ela esfregando os móveis e aquele corpo balançando na minha frente.Ela percebeu a minha presença e durante bastante tempo fez não ter percebido.Depois comecei a puxar assunto e ela lamentou que o inconveniente deste serviço extra é que não dava para tomar um banho e que chegaria tarde em casa.Prontamente ofereci a ela que tomasse um banho na minha casa e que após o serviço eu a levaria de carro até a sua casa.Assim que ela terminou,eu já não me aguentava mais só de imaginar ela pelada dentro do meu banheiro.Ela insinuou que tomaria banho no banheiro de empregada,e eu brinquei que ela aproveitasse o meu banheiro,e enxaguasse melhor o boxe.Ela entrou no banheiro e em seguiada, abriu um pouco a porta e escondendo o corpo me pediu uma toalha.Eu falei que ela poderia iniciar o seu banho que iria providenciar a toalha,e colocaria dentro do banheiro.Esperei um tempo para que ela desistisse de esperar fora do banho,e depois que já houvia o barulho do chuveiro e dos seus movimentos dentro do boxe,abri devagar a porta e fiquei observando por trás do boxe aquele corpo escultural.Fui chegando devagar e coloquei a toalha por cima do vidro do boxe e perguntei se o banho estava gostoso.Ela fez de envergonhada e colocou as mãos sobre os peitos e a bucetinha como que querendo me impedir de vê-la.Mas como percebi que foi um ato mais para não se fazer de oferecida,permaneci parado de frente do boxe e devagar fui abrindo a porta do boxe e conversando naturalmente,e ela continuou seu banho normalmente.Comecei a fazer comentários sobre a sua beleza,de como ela era uma negra bonita,e que devia ser muito assediada,e em seguida disse que o banho,assim como ela, parecia estar uma delícia. Ela com um sorriso sem vergonha me disse que já estava saindo e que eu poderia tomar um banho em seguida.Brinquei que seria melhor ela me esperar e a gente tomaria um banho junto,pois gosto que esfreguem as minhas costas e como minha esposa estava viajando,elas estavam precisando de uma boa limpeza.Ela sorriu,e sem dizer nem que sim ,nem que não esperou que tirasse a minha roupa e entasse junto com ela no boxe.Ela me virou e começou a passar a esponja nas minhas costas,depois foi descendo devagar e passeou com a esponja sobre a minha bunda.Eu brinquei que agora ela teria de fazer uma faxina geral,ela então respondeu que na frente estava difícil de trabalhar pois tinha algo que estava impedindo a aproximaçao,pois meu pau estava tão duro que parecia que ia explodir.Quando eu me virei ela brincou que ia derrubar aquele tronco que estava no meio do caminho e foi descendo com a esponja pelo meu corpo até começar a bater uma punhetinha com a mão e esfregando a esponja.Aí ela se ajoelhou na minha frente e caiu de boca me chupando com muita vontade.Eu tentei prolongar pois estava muito gostoso mas não resisti e gozei aquela porra branca sobre aquela boca carnuda e negra.E a cada jato ela ia esfregando seu rosto e seus lábios de uma forma tão gostosa.Ela deixou cair uma ducha sobre seu rosto,se lavou e brincou comigo:"Meu príncipe,vc não vai deixar no 1x0,vai?"Eu a puxei para mim e comecei a beijá-la fortemente,fui descendo sobre aqueles peitos,a barriga,então ela se virou empinou a bunda e abriu bem as pernas,e antes de chupá-la ainda fiquei tocando com os dedos aquela buceta linda e molhada.Chupava e mordia aquele grelo,enquanto que ela se contorcia segurando nos registros do chuveiro.Fechamos o chuveiro,dei uma meio secada nos nossos corpos e fomos para a minha cama.A joguei sobre a cama e mergulhei naquela buceta quente e molhada,e chupava enquanto que ela se contorcia toda apertando seus seios,alisando seu próprio corpo.Botei ela de quatro na beirada da cama e comecei a lamber aquele cuzinho lindo,ela projetava a bunda sobre minha cara e eu enfiava a lingua com vontade dentro do seu cú.Quando eu senti que o mesmo estava relaxado,me posicionei e comecei a tentar enfiar o meu pau naquele cuzinho.Ela falou que nunca havia dado seu cú,mas que também ninguem tinha preparado tão bem ele para receber um pau,e arregalou aquele cú para mim,fui enfiando devagar,até sentir que ela havia se acostumado com a presença de um cacete naquele lugar,e então comecei a socar,e ela só ficava gritando que como que era bom dar o cú,e enfiava os seus dedos juntos com os meus em sua xoxota,eu mordia aquela nuca.Por fim joguei um travesseiro por debaixo dela, dentei pesado sobre seu corpo e balançava até que ela falou tira ele agora e coloca na minha buceta.Eu rapidamente lavei meu pau no chuveiro,enquanto ela se contorcia na minha cama tocando uma siririca.Quando retornei ela ainda me deu uma chupada gostosa no meu pau da cabeça até sobre o saco.E então ele duro como uma barra de ferro penetrou com vontade naquela buceta apertadinha.Ela me virou e começou a cavalgar ,apertar os seios até explodir em um gozo marilhoso.Caiu sobre meu corpo e eu fiquei beijando seu pescoço,sua face enquanto ela latejava sua buceta sobre a minha perna e eu sentia descer aquele gozo,melando os pelos da minha perna.Já passava de 10:00hs e como ela mora na periferia,falei que seria bom agora eu dar um banho rápido nela e levá-la para casa.Assim fizemos,só que quando peguei umas vias mais vazias no caminho da casa dela,ela se abaixou,abriu a minha baguilha e foi deitada me chupando.Eu dirigia ,passava ao lado dos outros carros e ela sorrindo e chupando meu pau,até que não aguentei e gozei de novo,mas desta vez ela não deixou cair nem uma gota para fora.Quando fui chegando perto da casa dela,ela falou: "Agora está 2x1,e eu não gosto de perder".Eu falei que infelizmente a gente iria empatar aquele jogo em um outro dia.Aliás tiveram mais diversos gols depois deste fato,mas fica para um próximo conto.Aliás,foi a primeira vez que comi uma negra,mas "o trem é bão demais".               


Ficha do Conto

Escritor:
rela272660

Nome do conto:
A EMPREGADA NEGRA DA VIZINHA

Codigo do conto:
7021

Categoria:
Heterosexual

Data do Envio:
27/01/2006

Quant.de Votos:
1

Quant.de Fotos:
0

Compartilhe
Tweet esse conto! Digg esse conto! Adicionar esse conto no del.icio.us



Clique aqui para enviar uma mensagem (scrap) para o autor desse conto.

Gostou desse conto? Nao deixe de compartilhar com seus amigos no twitter. Tweet esse conto!






Escreva o seu Comentário

Importante:Comentário com número de telefone serão apagados.


Para fazer um comentario a respeito desse conto ou mandar um scrap para o autor. Voce precisa logar em nosso site.

Contos enviados pelo mesmo autor
Codigo Nome do Conto Categoria Ranking
© Copyright 2000-2014 www.contoerotico.com - Todos os direitos reservados
Web Design/Hosting - Dynamic Web Solutions Corp - USA