Contos Eroticos
Adicionar em seus Favoritos RSS conto Erotico Torne o Conto Erotico a pagina principal de seu navegador
O mais excitante site de Contos Eróticos da Lingua Portuguesa.
Username: Senha:
Esqueci minha senha | Quero ser usúario
Principal   Publicar Contos   Painel de controle   Últimos Contos   Mensagens/Scrap   Blog Erótico   Entrar em contato  
Contos Eroticos
   Contos por intervalo
   Por categoria
   Últimos Contos
   Melhores Contos
   Contos com foto
   Publicar Contos
   Publicar Com fotos
   Buscar (Search)

Quadrinhos Eróticos
   Quadrinhos eróticos
   Enviar Quadrinhos

OPÇÕES
   Painel de Controle
   Meu Album de fotos
   Cadastro usuário
   Mensagens (Scraps)
   RSS
   Entre em contato
   Ajuda (Duvidas)

SITES PARCEIROS
   Blog Erótico
   Irotica Videos
   Videos Eroticos
   Relatos Espanhol
   Galaxia Gay
   Videos de Famosas
   Piadas Web

REDES SOCIAIS
   Twitter
 
 
 
 





Minha primeira vez com papai.


Antes de mais nada, vou fazer uma pequena descrição de como eu sou. Sou mestiça de japonês, tenho 21 anos 1m80 de altura, cabelos longos quase até a cintura, olhos puxados como uma japonesinha, pele bem bronzeada, seios médios e as pernas bem definidas e sou muito bonita de rosto, minha mãe e japonesa e meu pai é alemão de olhos azuis, na verdade os 2 são muito bonitos.
Sempre achei meu pai um homem bonito, 45 anos, 1m90 de altura, corpo malhado e bronzeado, nenhuma gordurinha fora do lugar, na verdade ele se cuida muito bem. Minha mãe também é muito gata, japonesa 1m70 com tudo em cima para não fazer feio perto de meu pai. É um casal bonito de se ver. Mas vamos ao que interessa, vou contar a minha primeira aventura que tive com o meu pai.
Tudo começou a poucos meses, minha mãe havia ido viajar para os Estados Unidos a trabalho, ela costuma viajar muito para o exterior. Feriadão meu irmão mais novo foi para nossa casa em Ubatuba com os seus amigos e a minha irmãzinha em uma festa de aniversário de uma de suas amiguinhas.
Meu pai estava correndo na esteira de nossa academia que temos aqui em casa, estava todo suado e ofegante. Senti um gelo e uma sensação diferente ao olhar para ele, pela primeira vez eu estava vendo o meu pai como homem e não como pai. Aquele cara malhado, musculoso, corpo bronzeado ali na minha frente. Comecei a imaginar aquele homem me possuindo, fiquei totalmente molhada, tão molhada que corri para o meu quarto e comecei a me masturbar e gozei como louca.
Mas o que se passa em minha cabeça.
Ele é meu pai!!! Pensei.
Por alguns dias tirei essa idéia da minha cabeça, até que vi novamente o meu pai somente de bermuda e tomando sol na piscina aqui de casa, ele me chamou e começamos a conversar mas eu não conseguia deixar de ficar reparando nele como homem, o seu corpo malhado, aqueles braços me segurando, a suas mãos me apalpando me apertando, descobrindo cada cantinho do meu corpo eu estava excitada novamente, cheguei até ficar vermelha, sentia a minha xaninha toda molhada, mas meu pai sempre foi um homem respeitador comigo e meus irmãos, sei que ele é safado na rua, mas comigo ou com meus irmãos nunca faltou o respeito entre nós. Conversamos sobre tudo, mas sempre com respeito.
Meu tesão aumentava cada vez mais, toda vez que me masturbava eu estava pensando em papai. Eu tinha que fazer alguma coisa até que tive uma idéia.
Mamãe já havia voltado dos Estados Unidos, mas eu sabia que ela iria novamente para lá em pouco tempo. Foi tempo o suficiente para bolar a minha estratégia.
Pedi a uma amiga alguns comprimidos de viagra de seu pai e os deixei guardado.
Chegado o dia em que mamãe esta indo viajar para os Estados Unidos novamente fiz o seguinte:
Domingo a noite papai e a maninha foram levar a mamãe ao aeroporto ela voltaria somente em 10 dias, então eu teria o próximo fim de semana com o meu pai em casa, pois ele não é de sair muito quando a mamãe esta fora. O maninho como todo fim de semana iria para nossa casa em Ubatuba e minha irmãzinha seria fácil faze-la ir dormir na casa de uma amiguinha a empregada não trabalha nos finais de semana, então eu terei o papai todinho para mim. :o)
Tudo ocorreu como planejado e chegou o tão esperado sábado, acordei bem cedo, pois eu sabia que papai iria acordar em breve para fazer a sua corrida matutina de 10km na esteira. Fiquei esperando e após meia hora ele estava correndo.
Peguei uns 2 comprimidos de viagra que eu havia pego com a minha amiga e os esmaguei bem fazendo-os ficar em pó.
Fui conversar com papai e após uns 30 minutos vi que ele estava sem água, perguntei se ele queria algo para beber e me respondeu que sim, como sempre fui até a geladeira e peguei um gatorade e coloquei os viagras em pó e sacudi bem, levei para ele e quando ele deu o primeiro gole, senti a xoxotinha escorrer de tanto tesão. Disse para papai que eu iria tomar um banho mas fiquei observando ele tomar todo aquele gatorade, em quanto ele corria e bebia eu estava passando os dedinhos em minha xoxotinha que estava encharcada de tanto desejo por aquele homem.
Passado algum tempo percebi uma saliência no shorts de papai, sabia que logo ele teria que sair dali para ir tomar banho e no mínimo bater uma punheta, dito e feito 10 minutos depois papai saiu da esteira e eu já estava notando um volume bem maior no meio de suas pernas.
Sabia que ele iria para o sua suíte tomar banho e bater uma punheta, esperei ele entrar em seu quarto e o chamei para conversar, sabia que ele não iria conseguir se masturbar se eu estivesse falando com ele, fui ate a suíte dele e papai estava no banheiro, escutei a água caindo era tudo o que eu queria. Tirei toda a minha roupa e entrei peladinha no banheiro de papai e fui em sua direção.
Pela primeira vez estava vendo meu pai nu, com aquele caralho enorme e duro em minha frente sem que ele pudesse dizer nada ou mesmo reagir me agachei de frente para aquele mastro, coloquei a minha mão naquele pau enorme e coloquei aquela cabeça rosada em minha boca, abri mais a boca para tentar abocanha-lo mais um pouco, mas era difícil pois o pau de papai é enorme, mas empurrei meu rosto para aquele pau gostoso e enorme e consegui senti-lo em minha boquinha, olhei para cima e vi a cara de espanto de papai, abracei-o com aquele pau enorme em minha boca para que ele não me empurrasse para longe dele, não demorou muito e papai começou a se entregar ao seu tesão, eu continuava empurrando aquele pau para dentro de minha boca e passando a minha língua em sua enorme cabeça, papai olhou para mim e deu uma risadinha safada e colocou a sua mão em minha cabeça pegou-me pelos cabelos e começou a me conduzir em um vai e vem deslumbrante, as vezes me puxava com força para introduzir totalmente aquele mastro em minha boquinha e em outras tirava totalmente aquele pau enorme de minha boca e me fazia lambe-lo como se fosse um sorvete, eu sentia em minha boca aquele liquido gostoso do pau de papai.
Papai havia se entregado a mim, não demorou muito e ele me levantou puxando-me para o seu corpo e me beijou com um homem nunca havia me beijado, senti o meu corpo junto ao corpo de papai que estava quente, tenso e cheio de desejo a sua língua em minha boca e minha língua se esfregando na língua dele, papai pegou em minha mão e fez eu pegar aquele pau enorme em quanto com a sua outra mão ele percorria o meu corpo até que ele chegou em minha xaninha que estava escorrendo e doida por aquele pau. Ele enfiou um dedinho em minha xaninha e eu subi pelas paredes de tanto tesão, papai tirou a sua boca da minha, tirou o seu dedo da minha xaninha e lambeu o seu dedo que estava encharcado do meu caldinho. Papai me fez deitar no chão e abrir as minhas pernas, olhou para mim com uma cara de lobo faminto e veio por cima de mim, começamos a nos beijar e a nos esfregar, coloquei a minha mão naquele pau enorme e tentei coloca-lo em minha xoxota mas papai não deixou, ele começou a passar a sua língua em meu corpo de uma forma que me arrepia até hoje só em lembrar, ficou lambendo e mamando em meus seios, mordiscava os biquinhos e me levava a loucura, ficamos brincando um bom tempo até que papai caiu de boca em minha bucetinha e me fazendo gozar em pouco tempo e papai lambendo todo o meu caldinho. Terminamos de tomar banho e fomos para o quarto de papai, onde ele me colocou sentada em sua cama e aquele pau enorme duro e grosso em minha frente puxou a minha cabeça para o seu mastro e me fez chupa-lo mais um pouco, fiz com o maior tesão, pois sabia que logo aquele pau entraria todo dentro de mim, não demorou muito e papai me puxou pelos cabelos e olhando com uma cara de tarado disse para eu ficar de quatro, dei uma risadinha safada para papai e atendi prontamente, fui para o meio da cama de fiquei de quatro para papai, mostrando-lhe todos os meus buraquinhos, papai veio por trás de mim e começou a chupar a minha bucetinha e meu cuzinho, estremeci de tanto tesão quando percebi que papai estava abrindo a minha bundinha e empurrando a sua língua quente e molhada em meu cuzinho, papai disse bem baixinho: Mais tarde eu vou comer esse cuzinho bem gostoso. E se posicionou atrás de mim e começou a esfregar aquele caralho enorme em minha buceta e em meu cuzinho, eu sentia aquela cabeça enorme, quente e melada escorregando em mim, papai colocava aquela cabeça enorme na portinha da minha buceta e tirava, voltando a esfrega-la novamente até chegar na portinha do meu rabinho, ficou fazendo isso até eu não agüentar mais de tanto tesão e ele me perguntou. O que a minha filinha quer?
Respondi prontamente: Seu pau.
Ele deu uma risada marota e perguntou novamente: O que minha filhinha quer?
Respondi morrendo de tesão: Quero que você me foda bem gostoso com este pau enorme, me coma uma puta, não agüento mais de tanto tesão.
Papai encostou a cabeça de seu cacete na portinha de minha buceta e começou empurrá-la vagarosamente para dentro. Fui sentindo um calor dentro de mim enorme, um tesão indescritível, um sensação maravilhosa e quando me dei conta aquele pau enorme estava entrado todo em minha buceta, comecei a gemer e a rebolar de tanto prazer, minha buceta escorria de tanto tesão e prazer, papai me segurou pela cintura e empurrou aquele caralho todo para dentro de mim, minhas pernas estremeceram, abaixe-me ainda mais para sentir todo aquele pau no meio de minhas pernas eu estava toda empinada para aquele pau, para aquele homem me fuder bem gostoso e de repente senti papai dar uma estocada com força, nesse momento sabia que todo aquele pau estava dentro de mim me abrindo toda, que delicia de pau.
Papai começou a fazer um vai vem bem gostoso, a cada tirada e colocada eu gemia e rebolava cada vez mais, minha buceta cada vez mais faminta e doida de tesão, papai me segurando pela cintura e me dava uns tapinha de leve em minha bunda, foi quando ele aumentou o movimentos de vai e vem que comecei a sentir aquela sensação deliciosa de que logo eu iria gozar novamente, só que agora era com aquele cacete dentro de mim, papai percebeu que eu estava prestes a gozar e parou os movimentos e tirou aquele pau delicioso de dentro de mim, implorei para que ele continuasse mas ele não me deu ouvidos, deitou-se ao meu lado e me fez chupar a aquele pau enorme novamente agora melado com o meu caldinho. Chupei-o bem gostoso.
Papai se deliciava vendo eu tentando abocanhar aquele cacete enorme, mais uma vez puxou-me pelo cabelo e levou o meu rosto junto ao dele me beijando demoradamente quando sussurrou em meu ouvido.
Quero ver você cavalgar bem gostoso em meu pau. Meus olhos brilharam a minha buceta voltou a escorrer novamente e quando percebi já estava com a mão naquele pau enorme e me posicionando para sentar nele.
Coloquei aquele mastro na portinha de minha buceta e fui descendo vagarosamente ate que ele entrasse todo dentro de minha xaninha, papai assistia com muito tesão, quando aquele pau entrou todo em mim. Desci o meu rosto ate o rosto de papai e beijei-lhe bem gostoso, afastei-me e comecei a subir e descer vagarosamente sobre aquele cacete, papai assistia muito satisfeito e com suas mãos me alisava e as vezes beliscava levemente os meus seios aumentando ainda mais o meu tesão e desejo. Comecei a aumentar a velocidade dos movimentos, estava novamente com aquela rola enorme dentro de mim, que pau grande, grosso e delicioso eu estava cavalgando com força e rapidez, já conseguia tirar todo aquele pau e sentar nele em uma só vez. Como era gostoso engolir com a minha boceta aquele cacete enorme, papai começou a movimentar-se também e cada vez mais rápido e mais rápido nós estávamos em um ritmo delicioso eu estava gemendo e gritando de tanto prazer, papai estava na mesma situação que eu, me fodendo bem gostoso quando não pude mais agüentar e disse para papai que iria gozar, ele puxou o meu rosto para o dele e disse em meu ouvido: Goza bem gostoso no meu cacete, que vou gozar toda a minha porra dentro da sua bucetinha quente, quando ele disse isso aumentei os movimentos e comecei a gozar que nem louca e comecei a dizer estou gozando no pau, estou gazando neste cacete enorme dentro de mim. Vi a cara de tesão de papai e senti que ele começou a gozar dentro da minha buceta, comecei a sentir aquele liquido quente dentro de mim, que delicia, continuei me mexendo e cada mexida era uma jato que sentia dentro de mim. Deitei-me em cima do corpo de papai e ele me abraçou e me beijou carinhosamente, ficamos nos beijando e quando tirei o seu pau enorme da minha xaninha fui limpa-lo com a minha boquinha, que gosto gostoso tem o pau de papai, ele ficou me acariciando em quanto eu lambia aquele cacete gostoso cheio de sua porra e de meu gozo.
Descansamos, fomos tomar um banho bem gostoso e logo depois começamos outras transas. Mas isso é outro conto.

Beijos a todos.
Japapapai.








Ficha do Conto

Escritor:
japapapai

Nome do conto:
Minha primeira vez com papai.

Codigo do conto:
7226

Categoria:
Incesto

Data do Envio:
19/02/2006

Quant.de Votos:
7

Quant.de Fotos:
0

Compartilhe
Tweet esse conto! Digg esse conto! Adicionar esse conto no del.icio.us



Clique aqui para enviar uma mensagem (scrap) para o autor desse conto.

Gostou desse conto? Nao deixe de compartilhar com seus amigos no twitter. Tweet esse conto!






Escreva o seu Comentário

Importante:Comentário com número de telefone serão apagados.


Para fazer um comentario a respeito desse conto ou mandar um scrap para o autor. Voce precisa logar em nosso site.

Contos enviados pelo mesmo autor
Codigo Nome do Conto Categoria Ranking
© Copyright 2000-2014 www.contoerotico.com - Todos os direitos reservados
Web Design/Hosting - Dynamic Web Solutions Corp - USA