Contos Eroticos
Adicionar em seus Favoritos RSS conto Erotico Torne o Conto Erotico a pagina principal de seu navegador
O mais excitante site de Contos Eróticos da Lingua Portuguesa.
Username: Senha:
Esqueci minha senha | Quero ser usúario
Principal   Publicar Contos   Painel de controle   Últimos Contos   Mensagens/Scrap   Blog Erótico   Entrar em contato  
Contos Eroticos
   Contos por intervalo
   Por categoria
   Últimos Contos
   Melhores Contos
   Contos com foto
   Publicar Contos
   Publicar Com fotos
   Buscar (Search)

Quadrinhos Eróticos
   Quadrinhos eróticos
   Enviar Quadrinhos

OPÇÕES
   Painel de Controle
   Meu Album de fotos
   Cadastro usuário
   Mensagens (Scraps)
   RSS
   Entre em contato
   Ajuda (Duvidas)

SITES PARCEIROS
   Blog Erótico
   Irotica Videos
   Videos Eroticos
   Relatos Espanhol
   Galaxia Gay
   Videos de Famosas
   Piadas Web
   Videos Porno
   Porno Tube

REDES SOCIAIS
   Twitter
 
 
 
 





COMO COMECEI NO INCESTO III (CONTO VERÍDICO)


Como eu prometí contar a você, aqui vai o que aconteceu uma semana depois...eu, Cello e Pat ficamos transando todos os dias e na hora que nos desse vontade e sempre estávamos com muito tesão e posso dizer que é uma verdadeira delícia trepar com meus filhos e minha filha Pat estava se revelando uma verdadeira putinha bem safadinha mesmo.

Uma semana depois, eu estava no meu trabalho quando recebí um telefonema de Pat pedindo que fosse o mais rápido para casa e como eu já estava mesmo saindo, fui direto para minha casa...quando entrei, já dava para escutar os gemidos da safadinha da Pat e logo pensei: A putinha já estava fodendo com o irmão e esse pensamento já me deu um baita tesão que fui tirando minhas roupas me dirigindo para o quarto dela, só que errei o caminho, ela estava na sala com o Cello e...foi quando ví Lipe sentado no sofá todo nu, com Pat chupando seu cacete já bem grandinho enquanto Cello metia fundo na bucetinha dela.

Aquela visão me deixou doidinha...foi quando Lipe me viu e eu calmamente disse para ele relaxar e gozar gostoso na boca daquela putinha da minha filha e o que não demorou muito, ele jorrava toda sua porra na boquinha gulosa de Pat...Cello ainda estocava cada vez mais forte o seu caralho na bucetinha gostosa. Eu fui chegando perto do Lipe e ele me olhando todinha mas seus olhos caíam sempre na minha buceta bem depiladinha com o grelo bem aparente...assim que Pat e Cello gozaram, perguntei o que tinham feito com o meu filho mais novo...Pat me disse que só tinha chupado o caralho dele...e eu já completamente doida de tanto tesão, fui me abaixando na frente daquele cacete que já estava ficando duro novamente, o peguei nas mãos e fui passando minha língua por todo o cacete, Lipe soltou um gemido alto...minha língua subia e descia aquele pau gostoso, eu estava preparando para uma coisa que queria ver muito...o Lipe fodendo minha Pat, assim como ví o Cello comendo ela pela primeira vez...quando o pau dele ficou bem ereto e pronto para uma foda, fiz Pat ir se abaixando naquele pau já grande e grosso...não demorou o pau já entrava naquela bucetinha bem quentinha e meladinha...Pat gemia feito louca sentindo aquele cacete ir penetrando sua grutinha...eu na frente deles olhando aquela bucetinha ir engolindo todo aquele pau...Cello estava por trás de mim, esfregando seu pau na minha buceta toda babada mas ele não resistiu e caiu de boca me chupando do jeito que adoro, lambendo bem devagar o meu grelo duro.

Pat já estava pulando em cima do caralho do Lipe, parecia uma égua no cio, gritava, se contorcia...pedia que a fodesse com vontade e logo saía de cima daquele pau, ficava de quatro e Lipe foi metendo novamente todo seu caralho na grutinha meladíssima e os dois se movimentavam muito rápido...Cello me pegou de quatro também e foi direcionando seu caralho para o meu cuzinho, ele foi me penetrando aos poucos até que todo seu pau estava inteirinho dentro de mim...nossa, como estava gostoso e como era gostoso ver minha filha dando gostoso para o seu outro irmão...os dois gemendo feito loucos.
Ficamos assim nessa foda até gozarmos os quatros entre gemidos e gritos de puro tesão, quando o Lipe tirou o cacete da bucetinha da Pat, eu não resistí e fui até ela...abrí bem suas pernas e com as mãos sua buceta todinha melada de gozo e porra, não pensei em nada, caí de boca chupando-a e ela pediu que fizéssemos um delicioso 69...ficamos nos chupando gostoso, até que me deu a idéia de experimentar uma posição que tinha visto num site pornô...as duas bucetas ficarem se roçando uma na outra, numa posição que parecia ser uma tesoura.

Foi assim que fizemos, ficamos as duas atravessadas, nossas bucetas roçando uma na outra, bem meladinhas...nossaaaa, estava uma loucura deliciosa...quando olhei para os meninos, ví que eles estavam com muito tesão nos vendo naquela esfregação toda...eu e Pat gozamos só nos esfregando, quando acabamos vimos que os meninos ainda estavam com vontade de foder nós duas, só que agora eu queria ser fodida pelo Lipe...fiquei de quatro e chamei ele para que fodesse sua mãezinha e ele todo cheio de tesão não pensou diferente, foi encostando aquele pau já grossinho na minha buceta e logo mandei que metesse com vontade...ele numa estocada só meteu todo aquele cacete dentro de mim, ví quando o Cello estava metendo no cuzinho da Pat...nós duas fomos chegando mais perto uma da outra, de frente e começamos a nos beijar...umas das coisas mais gostosa que adoramos muito fazer, eu e Pat, é nos beijarmos na boca...nossas línguas ficam como duas cobrinhas, é um tesão muito grande e fomos nos beijando enquantos os meninos iam nos fodendo, nós duas caprichando no rebolado naqueles cacetes, logo estávamos os quatros gemendo gostoso de tanto gozar.

Estávamos exaustos mas o que queríamos era foder muito e foi com muito tesão que ví Pat ser duplamente penetrada pelos dois irmãos e depois, já de madrugada os meninos fizeram dupla penetração em mim...já tinha feito quando era casada mas fazer isso com meus dois filhos foi uma loucura muito deliciosa e como gozei...depois de tantas fodas e gozos fomos dormir mas com a promessa de que todos os dias poderíamos foder todos juntos...e assim, fomos seguindo nossa rotina no dia a dia...até que um belo dia, Pat trouxe uma das professoras dela da escola e mais duas amigas aqui em casa....mas o que aconteceu vou contar na próxima vez e sei que você vão se deliciar com esse relato.

Beijooooooos molhadinhos nas bucetas deliciosas que vão ler e uma chupadinha bem caprichadinha nos cacetes gostosos,


Ficha do Conto

Escritor:
Incestuosa Mãe

Nome do conto:
COMO COMECEI NO INCESTO III (CONTO VERÍDICO)

Codigo do conto:
7250

Categoria:
Incesto

Data do Envio:
23/02/2006

Quant.de Votos:
4

Quant.de Fotos:
0

Compartilhe
Tweet esse conto! Digg esse conto! Adicionar esse conto no del.icio.us



Clique aqui para enviar uma mensagem (scrap) para o autor desse conto.

Gostou desse conto? Nao deixe de compartilhar com seus amigos no twitter. Tweet esse conto!






Escreva o seu Comentário

Importante:Comentário com número de telefone serão apagados.


Para fazer um comentario a respeito desse conto ou mandar um scrap para o autor. Voce precisa logar em nosso site.

Contos enviados pelo mesmo autor
Codigo Nome do Conto Categoria Ranking
6907 COMO COMECEI NO INCESTO Incesto 5
6997 COMO COMECEI NO INCESTO II(CASO VERÍDICO) Incesto 3
7032 COMO COMECEI NO INCESTO II(CASO VERÍDICO) Incesto 1
8716 O sogro e vovô Incesto 5
© Copyright 2000-2014 www.contoerotico.com - Todos os direitos reservados
Web Design/Hosting - Dynamic Web Solutions Corp - USA