Contos Eroticos
Adicionar em seus Favoritos RSS conto Erotico Torne o Conto Erotico a pagina principal de seu navegador
O mais excitante site de Contos Eróticos da Lingua Portuguesa.
Username: Senha:
Esqueci minha senha | Quero ser usúario
Principal   Publicar Contos   Painel de controle   Últimos Contos   Mensagens/Scrap   Blog Erótico   Entrar em contato  
Contos Eroticos
   Contos por intervalo
   Por categoria
   Últimos Contos
   Melhores Contos
   Contos com foto
   Publicar Contos
   Publicar Com fotos
   Buscar (Search)

Quadrinhos Eróticos
   Quadrinhos eróticos
   Enviar Quadrinhos

OPÇÕES
   Painel de Controle
   Meu Album de fotos
   Cadastro usuário
   Mensagens (Scraps)
   RSS
   Entre em contato
   Ajuda (Duvidas)

SITES PARCEIROS
   Blog Erótico
   Irotica Videos
   Videos Eroticos
   Relatos Espanhol
   Galaxia Gay
   Videos de Famosas
   Piadas Web

REDES SOCIAIS
   Twitter
 
 
 
 





Carla, minha esposa


Ela tem 29anos, baixinha e magrinha, tipo mignon, toda delicadinha. Ela é uma típica Pseudo-magra, quando coloca alguma roupa mais colada, ou então sem roupa, vc descobre todos os dotes dela!. Seus seios são firmes e apontam atrevidamente para cima, não são muito grandes, são médios, mas para mim ótimos, pq ela fica louca com as chupadas que dou, cabe direitinho na minha boca, um tesão..., uma barriguinha praticamente reta, bem definida e uma bundinha que acaba comigo, sempre que posso, dou um jeito de fazer um carinho, dar uma apertadinha, ou mesmo uma bela e gostosa mordida! Suas coxas são grossas e roliças, bem durinhas, pois ela caminha bastante, exercício que ela mais gosta..., depois de sexo.......... e sua xoxotinha sem duvida é seu ponto forte, pois é macia e volumosa, gordinha, (daquelas que podem ser vistas até quando a mulher esta de costas) e muito apertada.. ........Uma bucetinha que sempre faço questão de deixar bem molhadinha antes de qualquer coisa................
Minha esposa é de família muito religiosa e conservadora, tínhamos uma vida sexual que eu acreditava ser normal, porém minha mulher tinha algumas frescuras, nunca havia dado o cú, para mim dizendo que doia, para chupar o meu pau eu tinha que implorar, mas não forçava nada. ela é o tipo de mulher que todo homem gostaria de ter na cama. Uma princesa de dia e uma vagabunda em relação ao sexo........Num dado momento, passei a incentiva-la a ser mais ousada com as roupas que vestia ,comecei até a pedir que ela saísse comigo usando roupas mais excitantes, mas de tanto eu pedir a ela, que já era uma safadinha meio inrrustida, foi se tornando cada vez mais safada e exibicionista, meu desejo por ela aumentou. Era excitante, comecei a ver que me excitava a idéia dela ser tão exibicionista, tão safada, que eu pedia a ela que usasse decotes, daqueles que não são muito explícitos mas que de determinados ângulos deixam ver tudo (nunca gostei que ela chamasse atenção exageradamente.). Sempre quis uma esposa assim, safada, putinha, gostosa. E a cada dia que passa noto que ela estava ficando cada vez mais gostosa....... Ela foi se transformando aos poucos em uma mulher liberal. E se tornou minha cúmplice nas mais loucas aventuras.......... Minha esposa ficou do jeito que eu sempre sonhei, talvez até um pouco além do que eu esperava, pois ela não mede esforços para ficar cada vez mais gostosa e sensual. E a cada dia que passa noto que ela estava ficando cada vez mais gostosa...... Começou a malhar, a vestir umas calcinhas mais enfiadas, sensuais, e ter mais imaginação na cama....... estava cada dia mais solta, exibicionista, feliz....ela tinha calcinhas normais e cavadas, mas agora só usava as cavadas mais bonitas, estava sempre arrumada e perfumada,........ Carla hoje, adora vestir roupas provocantes. Em qualquer lugar onde vamos, ela se destaca, e eu me sinto orgulhoso de ver os homens babando por minha esposa. Entre nós existe um desejo imenso de sempre experimentar coisas novas....... ....... Começamos um joguinho de sedução entre o gato e o rato, eu pedia ela fazia, ela pedia eu deixava ela fazer, íamos aos bares e eu a sentava de modo que outros homens ficassem olhando-a, pedia que ela abrisse um pouquinho as pernas, que deixasse sua saia subir de modo que ao cruzar as pernas aparecesse um pouquinho suas calcinhas, ela delirava com os meus pedidos................ e agora ela passou a me provocar, falando de cantadas e que recebera na rua, nos shoppings.........quando eu perguntava ela se animava e fazia elogios aos homens que mexiam com ela,. eu ficava com tesão e raiva ao mesmo tempo, e sem perceber também gostava destas brincadeiras.....

Ela se transformou na mulher gostosa e sensual dos meus sonhos, uma verdadeira puta na cama. . Nossas trepadas melhoraram, passaram a ser mais intensas, mais animalescas, com muito mais tesão.....e que quando transamos ela sempre gosta de ser chamada de putinha, e durante o sexo e também gosta de dizer "fode, fode a sua putinha, e safadinha fode!!................ Eu já a chamava de ; puta, piranha, cachorra, vadia e ela rebatia com ;safado, pintudo, caralhudo e outras sacanagens.... e a nossa foda ficava ainda mais gostosa ... Começamos a fazer algumas brincadeirinhas excitantes........... Já transamos nos mais diversos lugares, em banheiros de restaurantes, em cinemas, praças e parques.......... Nós dois juntos, em matéria de sexo, fizemos de tudo que um homem e uma mulher podem fazer a dois. ....................... ela sempre adorou provocar, usando roupas minúsculas, provocando pedreiros, garçons, bêbados, etc......... Mas só provocar...... e do meu lado...... e de tanto ela fazer agora aprendi a gostar que os homens fiquem olhando pra minha mulher................. Ela é muito safada, ela costuma usar um vestido de malha bem fina, quase transparente, curto e daqueles tipos que é solto nos seios.......... então qualquer posição que ela fica abaixando aparece um pouco dos bicos...... ........................... Uma vez a gente foi comer churrasco, e ela usava um vestido preto, frente única, justo no corpo e bem curto, e uma sandalia preta de salto alto... só de vê-la, meu pau latejava por dentro da calça............. Ao chegarmos no churrasco, ela estava um furacão, e o efeito era nítido entre os homens.......... Ela ficou bastante alegre e ousada e começou a atiçar todo mundo. mostrou todo o seu charme,.....Ela estava radiante,.... ...Sentamos em uma mesa e ela dava um espetáculo com suas pernas gostosas de fora........... percebendo que eu estava de pau duro, ela sentou-se no meu colo de frente para uns rapazes e, aproveitando-se do fato de estar com um vestido curto, ela abria e fechava as pernas para provocar os caras da outra mesa........... Eles sem acreditar se olhavam espantados e não tiravam os olhos do meio das pernas de minha esposa. . E eu bem tarado adorava tocar sua calcinha por baixo da mesa, para deixa-la mais tarada e molhadinha ainda , subi o vestido dela, puxei a calcinha para o lado, ela abriu as pernas escancarou a buceta para quem quisesse ver, eu estava quase gozando, ficamos assim eu e ela numa gemeção, e melação como nunca antes tinha visto. Enfiei um dedo em sua vagina e ela discretamente colocou em sua boca e disse: - tá faltando o gosto da tua pica aqui! ...................... eu fui ao banheiro, verificar se eu podia, de repente, foder com ela no banheiro sem ninguém perceber..................... quando voltei havia dois garçons velhos conversando com ela, na hora achei normal, mas quando cheguei, vi que ela não tinha percebido que os bicos dos seios estavam à mostra, ..........nisso fomos comer e ela ficava sempre de costas para os garçons e quando eles chegavam perto dela pra servir, eles tentavam olhar por trás dela os seios grandes e duros. Ela não sabia que estavam olhando, foi descuido dela mesmo, só que eu adoro, minha penca sobe na hora................. Nessa noite, ela disse que daria idéia para todos os meus amigos, me faria sentir como um corno. Achei graça, não dei muita idéia, sabia que ela não ia me trair......................... O ambiente estava pegando fogo e minha esposa, levantou e foi dançar......... Ela dançava animada enquanto eu, já de pé e encostado no bar, bebia uma cerveja e conversava com algumas pessoas, que se diziam meus amigos mais que no fundo , queriam comer a gostosa de minha mulher................ Até aí tudo bem, pois até curto saber que os caras ficam babando por ela,....... e naquele momento do churrasco, ela estava chamando a atenção de todo mundo, ninguém conseguia ignora-la ......... sua dança era muito provocante, ela rebolava como uma puta.......... Ela percebeu isto também e pareceu estar desfrutando da atenção.................... Eu atirei um olhar a ela de surpresa e ela sorriu tortuosamente........ Veio em minha direção, me abraçou, empinado o rabo na frente dos caras..... Ela deu uma risada e pôs a cabeça dela em meu ombro e sussurrou em minha orelha, " Amor, este dia de todo me fez tão feliz. Eu realmente gosto dos olhares que eu estou obtendo dos homens.......... Meu pau crispou............ , ela continuou, " Bem, você queria que eu fosse sensual. Eu sussurrei atrás, " Você tenha cuidado. Do modo que você está vestida, estes sujeitos não vão a deixar só........ E de bate pronto ela me perguntou; - Gostou?? (com ar de riso) . eu respondi ; Você é fogo, hein?? Quer me provocar??? Ela respondeu ironicamente........- E provoco??........ E ela ainda falou o seguinte: hoje você vai ver sua mulherzinha bem putinha e bem safadinha, e não adianta reclamar, pois você sempre me pediu isso.............. ai foi o show,................ ela então pra me provocar começou a dançar forro com todos, discretamente se esfregando neles, e olhando pra mim, como se fazendo aquilo estivesse me traindo, ela com os olhos e o sorriso me chamava de corno............. Depois de dançar e se esfregar em cada um, vinha até mim e dizia: _ Tá vendo seu corninho, tô me oferencendo pra seus amigos, e vc tá gostando né? Eu com olhar de raiva, mas gostando, sorria pra ela o tempo todo......... Eu a deixava só a todo momento e ficava vendo os cara se aproximando e levando idéia, quando ela voltava para mesa, me contava o que os caras diziam, que chamavam ela de gostosa e eu de corno por deixá-la desse jeito........ e eu quase pra explodir. perguntei se alguém havia interessado a ela e ela disse que não, mas disse levando minha mão até sua boceta, que estava extremamente molhada, .... Nesse momento, me deu uma vontade enorme de arrancar sua roupa e comê-la como nunca tinha feito, pois ela parecia a puta das putas se esfregando em meus amigos, aquilo me enlouquecia de tesão, meu pau babava minha calça........ dançamos um pouco, bebemos todas e num determinado momento vimos um antigo professor dela, acompanhado de outros dois conversando. O sujeito quando a viu ficou todo elétrico e percebi que tentou se aproximar dançando perto de nós... Cutuquei minha mulher, que a essa altura já estava meio de fogo, e perguntei em seu ouvido se ela queria ficar mais um pouco naquele salão e ela fez que sim. Continuamos ali naquela situação bebendo, dançando..., nos beijamos e eu sai , deixando ela na pista, dançando sozinha,............. enquanto eu dava tranquilamente uma volta pelo salão, o professor e os dois rapazes começaram a dançar perto dela,........ e ela percebendo a aproximação dos três, começou a rebolar mais, e sorrindo foi ficando cada vez mais perto deles,............ que agora num canto da pista encoxaram-na enquanto ela dançava bem solta. Nisto o homem atras dela começou a passar a mão nas costas de minha mulher que gemendo Não tirava o olho do cacete do homem da frente. Sendo observada de perto pelo professor,.................... Sentindo-se o recheio daquele sanduíche singular . ............ Carla saiu dos dois abraçou o professor e foi pro meio da pista dançar com ele, só que o cara tinha quase o dobro do tamanho de minha mulher , no momento em que abraçou o cara ela já ficou com metade da bunda de fora e a calcinha quase aparecendo.... O cara chupava o pescoço da minha mulher e ela parecia gostar pois fechava os olhos , enquanto dançavam ele colocava as mãos trançadas atras dela na altura da bunda dela e ficava alisando , passando a mão , eu fiquei louco de ver ela passando a mão no rego da minha mulher...... minha vontade era entrar lá e os afastar , mais como eu tinha provocado aceitei , resolvi ficar quieto........ Eu voltei para o lugar que estava achando que era só aguardar a música acabar que ela iria acabar com aquilo , mas para minha surpresa ......... num determinado momento,..... ....o cara que estava encostado bem perto do corpo dela parecia dizer alguma coisa no ouvido dela................ Num primeiro momento a vi refugar, como que querendo sair do estranho aperto, mas aos poucos foi cedendo............ Ele aproveitou para tascar um beijo na sua boca............ ele começou a beijá-la, fazendo com que suas mãos viajassem pelo corpo da minha mulher. Percebi que ela estava correspondendo ao beijo, aliás notei que ela estava adorando beijá-lo, e com a boca aberta.............. É estranho ver a própria esposa nos braços de outro homem e ver que ela está adorando e correspondendo, eu não acreditava no que via, minha vontade era bater nele, porem decidi ficar só vendo ..... .............Vi os dois irem para um canto, ele ficou na parede e ela na frente dele, os beijos ficavam cada vez mais quentes..... O homem sentindo permissão, segurou a mão dela e direcionou ao seu pau por sobre a sua calça...e a cena que vi foi inacreditável...minha mulher segurava o pau do cara como que punhetando de leve por sobre o pano., beijando , chupando o pescoço dela , beijando sua boca , para piorar minha mulher, com a cara mais safada........... ela atracada com o cara num beijo de tirar o fôlego e puxando o vestido para baixo, rebolando e me procurando para ver se eu estava vendo ......... Após vários beijos e chupadas ...Ele falou alguma coisa no ouvido dela e ela sorriu novamente e foram na direção do jardim, para a área externa do clube, aonde ficava o estacionamento..............................Chegando no estacionamento, nem se preocupou muito se havia gente........................ Ela virava o rosto para chupar a boca dele e o vestido já estava todo levantado. ...fixei minha visão na direção dos dois....Vi que minha mulher estava conversando, abraçada no cara e correspondendo os beijos profundos de língua. Num determinado momento, não sei o por que, ela tentou se livrar e voltar para a festa, mas ele a segurou pelo braço e com rapidez, Ele tirou o pau de dentro da calça pela braguilha aberta, botou pra fora... A cena foi engraçada...porque ela se soltou e segurou o pau do cara, que parecia bem grande, tentando colocá-lo de volta na calça....Nessa brincadeira percebi que o cara riu e abraçou-a mais uma vez....beijando-a...Ela continuou segurando meio sem jeito o cacete duro do sujeito tocando uma leve punheta...(parecia que ela desejava ter aquele brinquedo em suas mãos a mujito tempo). ele meteu a mão debaixo do vestidinho dela enfiando dois dedos na bucetinha dela que começava a gostar da história e de estar chamando atenção. Ela, agora, parecia empolgada com a brincadeira. .....................Ele abaixou a vagabunda, que ficou com a bunda empinadinha, Alguns homens ficaram olhando e eu também....... Ele disse "Chupa sua puta. Gosta de cornear o marido? Então vai cornear com um pinto de verdade, vagabunda. Mama, ordinária..." Qual não foi minha surpresa ao vê-la atende-lo prontamente, sem falar nada, pegou aquele caralhão na mão e foi direcionando ela à sua boca dizendo: “Isso sim é um pinto que dá prazer em chupar”. Naquele momento fiquei com mais tesão ainda, pois o meu ela quase nunca chupava e agora ela estava com o de um estranho na sua boca e chupava com muita vontade e maestria. Dizia que o meu ela não gostava de chupar, mas aquele era irresistível e não tinha como não faze-lo............... chupava inclusive o saco do rapaz, passava a mão em sua bunda e tentava enfiar o dedo no cu do rapaz, A pica entrava e saia da boca, ela lambia a cabeça, batia punheta com os lábios naquele piroca dura. Esfregava os lábios no pau todo, lambia as bolas. Esfregava o pinto no rosto e voltava a engolí-lo inteiro. Em poucos minutos o pau do cara estava duro enorme e grosso e já quase não cabia direito na boca de minha esposa............. Ele disse que ia gozar. Ela então me causou outra surpresa. Deixou ele gozar na boquinha dela um mar de porra, que encheu o rosto da minha esposa, a boca, o cabelo, o vestido, vi quando a porra escorreu pela sua boca e ela com jeitinho lambeu tudo. Ela, agora, parecia empolgada com a brincadeira... Mandou um beijo na boca do cara... e depois falou alguma coisa ao pé do ouvido do homem...... pensei que tinha acabado, mas quando vi ela estava se abaixando para tirar a calcinha, ficando sem nada por baixo do vestidinho, que foi logo suspenso até a cintura pela parte de trás (ficou tipo um avental caido na frente) e se virando de costas para o cara roçou sua bucetinha no calor daquele pau.... O sujeito se recostou, meio que sentado no parapeito do canteiro....e ela debruçada num carro, rebolava a bundinha no cacete do cara....(neste momento não vi mais nada, pois o vestido tampava a minha visão...somente conseguia imaginar o que acontecia a ver seus movimentos e sua face mudar de feição). Pelo que percebi ela estava sentada no cacete do cara sendo comida na buceta...ela rebolava como uma louca....enquanto o cara passava a mão em suas pernas...e também nos seus seios por cima do vestido....ele colocou-a de quatro e meteu tudo de uma vez só na bucetinha de minha esposa, ela já estava praticamente nua e nem ligava para algumas pessoas que olhavam. ela só gritava “põe tudo, enfia nessa buceta, , vai mete, mais força, me bate, me bate na cara”, ele começou a dar tapas fortes na bunda e na cara dela, e quanto mais batia mais ela pedia para apanhar, ele meteu com força e sem dó, ela gritava, - põe tudo, quero sentir até as bolas meu macho, põe, me fode, ai me fode, me fode filho da puta enfia tudo, mostra pra meu marido como é que se fode uma mulher .................................e ele estocava, sem dó nem piedade, estocava, bombando forte, ao mesmo tempo em que dava-lhe um monte de tapas na bunda deixando-a toda toda vermelha. e depois ela começou a se remexer como que se estivesse endoidando com aquele cacete enfiado na buceta. Ela parecia uma desvairada, uma tarada sexual, estava totalmente irreconhecível. Ela rebolava e pedia : Vamos, fode, arregaça mais a minha bunda, me esporra toda. O rapaz gozou na sua bunda, e ao tirar, o pau. Ela ficou toda lambuzada de porra, e o rapaz para humilhar ainda mais, mandou que ela lambesse sua pica, e sugasse todo o leitinho que ainda estivesse guardado no seu pau. Ela virou e começou a chupar aquele cacete de novo, ficou chupando aquele caralho monstruoso até que ele gozasse de novo. ...................... Ele limpou o pau nos cabelos dela e mandou que se vestisse e voltasse pro corninho. ........Ele e ela se vestiram rapidinho e foram saindo. ... Isso tudo aconteceu, rápido, em uns vinte minutos .................... Quando voltou ela estava toda desarrumada, com porra escorrendo. A vagabunda sorria com aquela cara de puta. e o que vi não acreditei........Ela me beijou na boca, com um forte gosto de porra de outro macho.......... .Cheguei num canto e muito excitado disse para ela que tinha visto aquela cena. Ela riu e disse; - aposto que você gostou, e ainda ficou de pau duro, não foi? Foi uma visão deliciosa? não foi?   Na mesma hora disse que não gostei, que estava puto , discutimos bastante até resolvermos não fazer mais aquilo. Puxei-a pelo braço e fomos embora..... ...................estávamos meio bêbados, eu cheio de tesão e ela mais ainda, que começou a me provocar, se esfrendo em mim, me beijando muito. Então pra me provocar, ela me disse que o cara tinha deixado um rombo e que estava tudo molhado no meio das pernas dela, e disse pra eu colocar a mão pra sentir, enfiei a mão pelo meio das suas pernas até tocar sua bucetinha, enfiei a mão naquela bucetinha quente e molhada, que eu sabia bem estava querendo meu pau todo lá dentro, a encostei no único carro que estava estacionado ali, me abaixei e tirei sua calcinha, a guardei no meu bolso, e a chupei, ela gemia baixinho. Quando me levantei, foi só olhar nos olhos dela pra saber o que ela queria. Foi ali mesmo, enfiei meu pau naquela buceta que me esperava. Nossa, que delícia!!! Fomos pra um cantinho mais escuro do estacionamento, onde havia uma cerca de madeira, onde a fiz apoiar as pernas, coloquei meu pau naquela bucetinha e fui a fodendo, ela gemia me apertava, pedia com mais força. Quando já estava pra gozar, ela começou a dizer: _ Mete na sua putinha, me enche com a sua porra vai... No meio de todo aquele êxtase, não agüentei, gozei como nunca, minhas pernas chegaram a ficar bambas. Ela me chamava de corno, disse que sempre ia repertir o que fez no churrasco, pra que a fodesse daquele jeito de novo.............. Fomos para casa loucos de tesão, e fizemos amor a madrugada inteira.......... e novamente ela me surpreendeu ao dizer que agora que tinhamos começado eu ia ter que aguentar a grande quantidade de chifres que ela iria me colocar, que ela não quer amantes fixos, ela quer experimentar a maior quantidade de cacetes que ela puder. ...........................Mais um motivo de eu ter escrito este conto, quem poderá me ajudar a satisfazer minha mulherzinha carente de picas? escrevam, somos do Rio de Janeiro......


Ficha do Conto

Escritor:
rasta

Nome do conto:
Carla, minha esposa

Codigo do conto:
821

Categoria:
Traição/Corno

Data do Envio:
25/01/2003

Quant.de Votos:
5

Quant.de Fotos:
0

Compartilhe
Tweet esse conto! Digg esse conto! Adicionar esse conto no del.icio.us



Clique aqui para enviar uma mensagem (scrap) para o autor desse conto.

Gostou desse conto? Nao deixe de compartilhar com seus amigos no twitter. Tweet esse conto!






Escreva o seu Comentário

Importante:Comentário com número de telefone serão apagados.


Para fazer um comentario a respeito desse conto ou mandar um scrap para o autor. Voce precisa logar em nosso site.

Contos enviados pelo mesmo autor
Codigo Nome do Conto Categoria Ranking
717 MINHA NAMORADA SAFADA Fantasias 6
© Copyright 2000-2014 www.contoerotico.com - Todos os direitos reservados
Web Design/Hosting - Dynamic Web Solutions Corp - USA