Contos Eroticos
Adicionar em seus Favoritos RSS conto Erotico Torne o Conto Erotico a pagina principal de seu navegador
O mais excitante site de Contos Eróticos da Lingua Portuguesa.
Username: Senha:
Esqueci minha senha | Quero ser usúario
Principal   Publicar Contos   Painel de controle   Últimos Contos   Mensagens/Scrap   Blog Erótico   Entrar em contato  
Contos Eroticos
   Contos por intervalo
   Por categoria
   Últimos Contos
   Melhores Contos
   Contos com foto
   Publicar Contos
   Publicar Com fotos
   Buscar (Search)

Quadrinhos Eróticos
   Quadrinhos eróticos
   Enviar Quadrinhos

OPÇÕES
   Painel de Controle
   Meu Album de fotos
   Cadastro usuário
   Mensagens (Scraps)
   RSS
   Entre em contato
   Ajuda (Duvidas)

SITES PARCEIROS
   Blog Erótico
   Irotica Videos
   Videos Eroticos
   Relatos Espanhol
   Galaxia Gay
   Videos de Famosas
   Piadas Web
   Videos Porno
   Porno Tube

REDES SOCIAIS
   Twitter
 
 
 
 





provoquei o pedreiro e ele me realizou ( verídico)


Continuando o meu relato, falei pra ele: qualquer coisa que vc precisar me avisa, eu vou malhar agora, fala com a dona francisca qualquer coisa, que é o nome da nossa empregada, tchau. Tudo bem pode deixar, ele respondeu, me virei e fui saindo rebolando bastante, deixei a minha toalinha que levo pra malhar cair no chão de propósito e me abaixei, sem dobrar os joelhos , só pra empinar bem a minha bunda e provocar ele, antes de sair olhei pra ele que estava babando, deu um tchauzinho com mão, rindo, ele deu outro bem sério, estava me olhando com uma cara de tesão, fui malhar muito excitada. O problema é que eu não ficava sozinha com ele, a dona francisca sempre tava junto, eu ficava andando de shortinho , mini saia, blusinha sem sutia, pra provocar ele, tanto que a dona francisca chegou a falar pra mim que eu não devia andar com aquelas roupas com um homem em casa, eu falei que ela estava sendo muito maldosa, que o joão me respeitava muito. Finalmente um dia surgiu a oportunidade que eu estava esperando, o pedreiro ia trabalhar no sábado pra adiantar a obra , e meus pais tinham um churrasco de aniversário de um amigo deles pra ir, meu pai me perguntou se eu via problema de ficar sozinha com o pedreiro, eu disse que não tinha problema, pq ele me respeitava muito, , eu já tenho 20 anos pai, não sou nenhuma garotinha, pode deixar que eu tomo conta de tudo, falei. Então tá bom, ele disse.No sábado eu esperei meus pais saírem, botei uma calça suplex de ginástica amarela que é meio transparente , meti a calça o máximo que eu pude na bunda , dá pra ver a calcinha, que era uma tanguinha preta bem fio dental que um ex-namorado me deu, fui na área de serviço provocar o negão gostoso, falei que a academia fechava aos sábados( mentira) e que eu ia malhar na sala, se ele precisasse de alguma coisa me chamasse, eu perguntei: a obra tá quase acabando né? ele: é talvez hoje mesmo acabe. O banheiro da área é bem pequeno, mal cabe duas pessoas juntas, eu falei: posso ver como está; ele: claro! eu entrei no banheiro e ficamos muito perto , eu ficava perguntando um monte de coisa pra disfarçar, e esbarrava nele , minha bunda estava encostando na mão dele toda hora, eu já estava ofegante, ele percebeu e começou a tentar passar a mão de verdade na minha bunda, eu deixei, ele já estava encostando com a mão aberta, eu respirava cada vez mais ofegante, meu coração tava disparado, ele percebeu meu tesão, os bicos do meus seios estavam tão inchados , que não tinha como disfarçar, ele encostou o pau na minha bunda, já tava duro que nem uma pedra, eu dei uma de inocente, falei: o que é isso! pára com isso! seu tarado! Só que ele botou a mão na minha bucetinha por trás e viu que eu tava encharcada, ele falou: tá morrendo de tesão né? eu fiquei em silêncio sem reagir, adorando aquele pedreiro todo suado se aproveitando de mim, ele puxou minha calça pra baixo e disse : meu deus que bunda gostosa, que coxão que vc tem , caralho eu nunca vi uma mulher tão gostosa assim ao vivo, só em revista, eu calada, já não aguentava mais de tanto tesão, deixava ele fazer o que queria comigo, ele passava a mão na minha bunda, dava uns tapas nela, eu gemia quando ele batia na minha bunda: ai negão! aiieee! ele disse pede pra eu bater nesse rabão gostoso, vai negão bate na minha bunda! bate!
Sua putinha, lorinha gostosa, safada, piranha, rebola pro negão sua puta, quando ele começou a me chamar de putinha, eu perdi o controle, era aquilo que eu procurava, adrenalina, me sentir dominada pelo tesão, aquele negão tinha um pau muito grande, muito mesmo, eu fiquei com medo dele me machucar, mas aquela sensação me deixou alucinada, ele fez o que quis comigo, chupou muito a minha buceta, gozei na boca dele, gozei muito, eu gemia que nem uma desesperada, depois ele botou o pau na minha boca,mas tirou rápido, disse que ia gozar se eu continuasse chupando, tirou da minha boca e disse: fica de 4 gostosa!
eu tava com medo daquele pauzão enorme me machucar, mas eu tava tão excitada que só doeu na hora de meter , depois foi maravilhoso, a pica me preencheu toda ainda sobrava um bom pedaço de pau pra fora, eu gozei muito rápido, com o tesão que eu tava naquela situação, eu tava mordendo meu travesseiro pq meu orgasmo durou mais tempo do que o normal, depois que eu gozei, eu tava alucinada, pedia pra ele me xingar de puta, ele metia e dizia: vc é uma puta, piranha, loirinha vagabunda, goza no caralhão preto, eu começei a perder a noção , já tava gritando, porque ele tava metendo muito, ele batia forte na minha bunda, isso me fez gozar de novo, me senti usada por um macho de verdade, quando eu falei: vou gozar de novo! ele começou a meter mais rápido , não aguentou e gozou, minha bunda ficou cheia de porra, ele tirou a camisinha e deu vários jatos fortes de porra na minha bunda, me senti realizada, ele me comeu mais uma vez naquele dia antes dos meus pais chegarem, essa experiência abriu caminho pra várias outras loucuras que eu fiz e continuo fazendo, em outra oportunidade eu conto, me mandem emails vcs mulheres que tem fantasias parecidas com a minha e também aquelas que como eu já realizaram, adoraria trocar experiências, mandem seus contatos de msn pro meu email, bjs e paz para todos!


Ficha do Conto

Escritor:
pattyzinha

Nome do conto:
provoquei o pedreiro e ele me realizou ( verídico)

Codigo do conto:
8522

Categoria:
Interrraciais

Data do Envio:
04/07/2006

Quant.de Votos:
5

Quant.de Fotos:
0

Compartilhe
Tweet esse conto! Digg esse conto! Adicionar esse conto no del.icio.us



Clique aqui para enviar uma mensagem (scrap) para o autor desse conto.

Gostou desse conto? Nao deixe de compartilhar com seus amigos no twitter. Tweet esse conto!






Escreva o seu Comentário

Importante:Comentário com número de telefone serão apagados.


Para fazer um comentario a respeito desse conto ou mandar um scrap para o autor. Voce precisa logar em nosso site.

Contos enviados pelo mesmo autor
Codigo Nome do Conto Categoria Ranking
© Copyright 2000-2014 www.contoerotico.com - Todos os direitos reservados
Web Design/Hosting - Dynamic Web Solutions Corp - USA