Contos Eroticos
Adicionar em seus Favoritos RSS conto Erotico Torne o Conto Erotico a pagina principal de seu navegador
O mais excitante site de Contos Eróticos da Lingua Portuguesa.
Username: Senha:
Esqueci minha senha | Quero ser usúario
Principal   Publicar Contos   Painel de controle   Últimos Contos   Mensagens/Scrap   Blog Erótico   Entrar em contato  
Contos Eroticos
   Contos por intervalo
   Por categoria
   Últimos Contos
   Melhores Contos
   Contos com foto
   Publicar Contos
   Publicar Com fotos
   Buscar (Search)

Quadrinhos Eróticos
   Quadrinhos eróticos
   Enviar Quadrinhos

OPÇÕES
   Painel de Controle
   Meu Album de fotos
   Cadastro usuário
   Mensagens (Scraps)
   RSS
   Entre em contato
   Ajuda (Duvidas)

SITES PARCEIROS
   Blog Erótico
   Irotica Videos
   Videos Eroticos
   Relatos Espanhol
   Galaxia Gay
   Videos de Famosas
   Piadas Web

REDES SOCIAIS
   Twitter
 
 
 
 





Minha deliciosa sogra.


Bom tenho 33 anos e sou casado a seis anos, eu e minha esposas passamos por problemas financeiros e tivemos que moror na casa de minha sogra, ela morava na frente com meu sogro um senhor de sessenta anos enquanto ela tinha na epoca só cinquenta e cinco, eu e minha esposa ficamos numa casa de dois comodos no fundo, pensei que pelo menos irimos ecomnomizar alguma grana.
Minha esposa começou a trabalhar no periodo da noite so nos finais de semana, sempre saia as cinco da tarde e voltava lá para as duas da manhã, só que não tinha carro para ir busca-la, então meu sogro ia busva-la deixando eu sozinho com minha sogra. Até ali eu não tinha percebido nada de errado nem tinha se passado nada por minha cabeça, se passou dois fimais de semana até que em um sabado muito quente algo aconteceu que me deixou incucado (pensativo), Bom era duas horas da tarde e eu estava saindo para usar o banheiro que fica do lado de fora da casa, entro num corredor que da na porta da sala da casa da minha sogra, ali logo de frente fica a porta do quarto da minha sogra, olhoi e não acreditei, ela estava pelada desfilando com uma toalha que encheugava a cabeça que é de cabelos curtos, minha sogra não tem um corpo muito bonito vamos concordar, tem uma barriga de mulher gravida, pernas muito grossas e peitos apontando para o chão, e u,a senhora como quaze todas as outras, o que me deixou louco foi sua bunda redondinha e muito branca, fiquei loco quando ci sua bunda, quaze que a mulher melancia de tão linda que é, bom vamos voltar a conto, ela estava ali pelada com sua chana peluda andando quando ela vai ao lado de sua cama e se abaixa de quatro no chão mostrando seu anel lizinho sem nenhum pelo junto com sua chana peluda para mim que fiquei louco, ela olhava embaixo da cama, acho que atras de seu chinelo, entrei correndo no banheiro para que ela não percebesse que eu a vi nua, nossa fui logo bater uma punheta para minha sogra que ainda estava fresquinha na minha mente, naquele dia fiquei igual louco a adulando pelo quintal, fazia tudo que ela me pedia e até ajudei a lava o quintal que nunca tinha feito enquanto estava ali, só olhando para minha sogra e a adimirando, e claro tomando cuidado para que minha esposa e meu sogro sacasse o que estava fazendo.
Minha espaosa sai as quatro para ir trabalhar e eu ainda estava com a sena da velha na minha cabeça, toda pelada com aquela buceta peluda, meu sogro brincava com minha sogra e ela acabou fivando brava e começou a chingar e gritar, meu sogro saiu com a carro para que minha sogra ficasse sozinha e se acalmasse, ,eu sogro ja não dava no coro e minha sogrinha estava já a um bom tempo sem dar uma, ela andava e gritava pelo quintal dos fundos onde eu moro varios palavrões, ela disia assim:
___ Aquela velha safada, ela que vai dar o cu dela, se acha que eu vou pagar tudo isso de juros.
Eu fui logo entrando na converça, saindo pela porta de aluminiu e sai para o quintal, minha sogra nem ligou pela minha presença.
___ Calma dona Li. __ vou chamar minha sogra de Li para não dar na cara pois minha esposa adora ler contos eroticos e não desconfie que sou eu __ O que esta acontecendo? __ perguntei.
__ Aquela vaca. __ disse ela olhando para mim, ela vestia uma blusa azul transparente e usava uma saia ate seu joelho __ Da proxima vez que ela vir aqui tomar um cafe eu voumijar no copo dela antes de servir café, ela que vai dar o cu dela prum pau bem grande, isso sim.
Eu sentei no degrau da porta da cozinha e adimirava aquela bunda linda indo de um lado ao outro do quintal, Ela puchou uma cadeira de fero e se sentou de frente para mim e com a pena aberta, sua calcinha era bege com muita renda na frente , que os pelos de sua chana pulavam tudo para fora, nossa que delicia, minha sogra logo viu que eu encarava sua chana e fechou a perna e me olhou bem na cara e gritou.
__ Não esta aguentando nem minha filha e fica olhando para minha chana. __ seus olhos estava vermelhos de raiva.
__ Me desculpa Li, foi sem querer.
__ Tudo bem, faz tempo que não entra nada aqui mesmo.
__ Eu sorri e olhei de novo para suas pernas que estavam juntas.
Ela se levantou e sai indo direto para frente onde seu marido acabara de chegar vindo da padaria, depois de uns trintas minutos ela veio na janela de meu quarto me trazer uma bandeija com pão e café, eu estava assistindo um filme porno onde um garoto comia uma velha quaze igual minha sogra pela internet, ela olhou com uma cara feia, eu meio que sem jeito tentei desligar mas acabei me atrapalhando e ligeui o som onde o velha gemia e quase que gritava.
__ Abaixe isso menino. __ ela disse me pegando no braço __ vai ante que seu sogro ouve epensa que somo nos.
Ela deixou a bandeija dso lado do computardor e sai com uma cor vermelha.
Fiquei muito preocupado, iria bater uma para minha sogra mas perdi até o tesão depois daquele susto, estava preocupado.
Bom vamos aparte boa do conto, eu sempre espero minha esposa chegar para que possamos deitar juntos, eram cerca de uma hora da manhã quando o telefome do meu sogro tocou, era minha esposa, o carro ligou e meu sogro saiu, minha sogra só de camisola fechou o portão e veio para o fundo, as luzes estavam acesas e a porta da cozinha deixei aberta para que minha esposa entrasse, minha sogra usou o banheiro do fundos coisa que nunca fez, depois ela ceio até a janela e bateu.
Eu abri e ja fui pedindo desculpa pelo que tinha acontecido.
__ Não fique assim, parece que nunca comeu uma mulher. __ disse a velha me olhando __ Bom só vou te desculpar se você colocar aquele vidio para eu assistir.
Eu fiquei vermelho e acanhado, mas fui logo ligando o camputador e colocando o vidio que estava numa pasta sipada com codigo, enquanto minha sogra so olhava para o computador.
__ Por favor dona Li, não conta para meu sogro.
__ Tudo bem, fique tranquilho.
Eu liguei o fime e sai da quarto, fui para cozinha ouvindo a velha começar a gemer levando rola do garoto de dezenove anos, minha sogra não saiu da janela, o quintal do fundo estava escuro sendo pouco ilumindo pela luz da janela da cozinha que tem uma cortina um pouco escura, fiquei do lado de fora sentado no degrau olhando para minha sogra que mais parecia uma mancha branca pendurada na janela, eu tomava um pouco de café e olhei quando ela veio para meu lado, não falou nada e saiu para o banheiro, eu fiquei ali esperando quando ela voltou com sua camisola até o joelho e com seus peitões.
__ Se você não contar a minha filha eu não conto a seu sogro. __ eu concordei e ela saiu.
Depois daquele dia ela sempre vinha nos finais de semana e eu mostrava a ela varios filmes sempre com garotos com velhas, ela dava risada, quando um belo dia minha esposa ficou doente, minha sogra entrou em casa preocupada e disse para eu ir ao espital, disse que sim.
Minha espaosa estava no quarto deitada com olhos fechados, eu disse aminha sogra que precisava me trocar e que iria tirar minha bermuda, observação eu não uso cueca.
__ Não tem probelma, você para mim é como um filho. __ disse a velha colocando a mão na testa da minha esposa que gemia de dor.
Eu tirei minha bermuda e meu pau apareceu, n~]ao é muito grande, mas é de uma grossura invejavel. minha sogra não tirou o olhou do meu pau e eu percebi que ela mecheu seu labios.
Bom sai com minha espaosa e ela voltou muito bem do hospital, foicou em casa por dois dias e chegou o final de semana, eu passei dois dias baichando filmes para velha que sempre assistia da janela, naquela sabado a duas damanhã meu sogro saiu e foi buscar minha esposa. Minha sogra entrou e se sentou na cama, onde eu estava ela esta de camisola e abriu um pouco as perbnas, a luz que vinha do munitor iluminou um pouco suas pernas e vi queela não usava calsinha, o clima estava fivando meio que quente, eu coloquei o filme de uma coroa de cabelos curtos e muito gostosa que chupava uma grande rola, a velha nem picou, eu fui e sentei a lado dela também olhando o filme, naquela noite eu stav com uma cueca samba cansão branca muito larga e mais nada pois estava muito calor, meu pau subiu muito e eu não liguei, ele estava ate pulsando na cueca, minha sogra olhou e ficou paralisada e me disse.
__ menino que pauzão é esse.
Eu só sorri.
__ MInha filha guenta tudo isso.
Eu concordei com a cabeça.
Ela voltou a assistir e o garotão do filme gosou na boca da velha, minha sogra pasou amão nos peios e olhando para mi9m disse.
__ Minha filha ja chupou ate você gozar?
__ Até o final não. __ respodi sem olhar para ela.
Ela se levantou e foi saindo para o quintal, eu apaguei a luz da casinha e deixei o corredor escuro, fiquei na porta esperando, ela foi até o portão e olhou para os lados e voltou, parou na minha frente no corredor quenão da para ver do portão e se abaixou na minha frente no escuro. eu não acreditei e fiquei quieto, ela se sentou no degrau da porta e ficou com a cabeça de frente a meu pau duro empurrando a cueca para frente. ela pasou a mão no meu pau e eu não falei nada, colocou a mão pela lateral na perna dereita e pegou meu penis ncom a mão gelada, meu coração foi a mil. ela foi tirando e senti seu labios tocar a cabeça, não acreditei. minha sogra estava chupando meu pau, ia e voltava com uma carinho de louco. focou ali chupando sem falar nada e sem tirar meu pau de sua boca quantinha, eu vi que ela abrui a camisola e seu corpo branco apareceu no brilho da lua, ela não parava de chupar, fiz carinho em seus peitos e segurei em sua cabeça para que ela isse até o final, que delici~.
Ela ficou ali uns dez minutos, eu j~´a não estav aguentando mais até que gemi a ela que iria gozar, ela infiou meu pau ate sua garganta e engoliu tudo, quando falo tudo é tudo mesmo, limpou meu pau com sua boca e lambeu ele todo como que querendo mais.
Aquela foi e noite mais louca da kinha vida, quando terminou ela se levantou e saiu rapido para sua casa sem falar nada, no outro dia veio e nos deu café da manhã, sorriu para minha esposa e perguntou como ela estava, em fez carinho e me beijou no rosto com sempre como se nada tivesse acontecido.
Mande comentarios de minha primeira esperiencia com minha sogra. valeu.      
Foto Perfil marcosrossi

Ficha do Conto

Escritor:
marcosrossi

Nome do conto:
Minha deliciosa sogra.

Codigo do conto:
9254

Categoria:
Incesto

Data do Envio:
28/03/2010

Quant.de Votos:
1

Quant.de Fotos:
0

Compartilhe
Tweet esse conto! Digg esse conto! Adicionar esse conto no del.icio.us



Clique aqui para enviar uma mensagem (scrap) para o autor desse conto.

Gostou desse conto? Nao deixe de compartilhar com seus amigos no twitter. Tweet esse conto!






Escreva o seu Comentário

Importante:Comentário com número de telefone serão apagados.


Para fazer um comentario a respeito desse conto ou mandar um scrap para o autor. Voce precisa logar em nosso site.

Ultimos Comentários
Comentado por: gambit em: 29/03/2010
a primeira a gente nao é esquece, ne fera? Valeu!

Contos enviados pelo mesmo autor
Codigo Nome do Conto Categoria Ranking
© Copyright 2000-2014 www.contoerotico.com - Todos os direitos reservados
Web Design/Hosting - Dynamic Web Solutions Corp - USA