Contos Eroticos
Adicionar em seus Favoritos RSS conto Erotico Torne o Conto Erotico a pagina principal de seu navegador
O mais excitante site de Contos Eróticos da Lingua Portuguesa.
Username: Senha:
Esqueci minha senha | Quero ser usúario
Principal   Publicar Contos   Painel de controle   Últimos Contos   Mensagens/Scrap   Blog Erótico   Entrar em contato  
Contos Eroticos
   Contos por intervalo
   Por categoria
   Últimos Contos
   Melhores Contos
   Contos com foto
   Publicar Contos
   Publicar Com fotos
   Buscar (Search)

Quadrinhos Eróticos
   Quadrinhos eróticos
   Enviar Quadrinhos

OPÇÕES
   Painel de Controle
   Meu Album de fotos
   Cadastro usuário
   Mensagens (Scraps)
   RSS
   Entre em contato
   Ajuda (Duvidas)

SITES PARCEIROS
   Blog Erótico
   Irotica Videos
   Videos Eroticos
   Relatos Espanhol
   Galaxia Gay
   Videos de Famosas
   Piadas Web

REDES SOCIAIS
   Twitter
 
 
 
 





Fazendo o Corno de Empregado.


Olá meus amores meu nome é Sandra e a do Corno manso do meu Marido é Ailton, somos de Americana e esse é nosso primeiro conto de muitos que temos para contar, adoro cornear meu marido, mas como ele que me convenceu a ser puta, além de cornear gosto muito de humilhar muito esse corno imprestável, também gosto que meus amantes coloquem meu marido bem lá embaixo no lugar que os mansos merecem.
Nesse primeiro conto vou contar o que aconteceu em um encontro meu com o Geraldo, um amigo meu de serviço.
Falei para o Corno manso arrumar a casa direitinho que um amigo iria a noite para me comer, e disse ao manso que se tudo tivesse direitinho e limpinho seria um pouquinho boa com ele e deixaria ele assistir a foda.
Meu marido como é muito corno até que fez o serviço direitinho, ai não teve jeito tive que deixar ele assistir.
Eram 8 da noite o Geraldo tocou a campainha, dei logo um grito com o corno e disse assim.
-Vai logo abrir a porta seu manso imprestável, não quero que o homem que vai me comer tenha que ficar esperando.
O Corno saiu correndo atender a porta, pois ele sabe que se não obedecer será severamente castigado, pois não tenho dó, ele que quis ser corno, então para mim o corno tem que ser obediente e muito humilhado.
O Geraldo entrou ao lado do corno, e eu já fui logo agarrando meu amigo, o corno sentou-se no sofá para assistir, ai dei um grito com ele e falei.
Quem mandou voce sentar seu corno folgado, os sofás estão reservados para mim e para esse homem de verdade, não para um corno frouxo como vc, e além do mais, sua obrigação é de ser educado com meu comedor, vá correndo na geladeira e traga cerveja para meu macho, e ande logo antes que te castigue pra valer.
O Cornão imprestável saiu correndo e trouxe a cerveja para o Geraldo, continuei dando bronca no Manso:
Como voce foi sentando sem ordens, vai poder assistir meu macho me foder, mais vai ficar no chão e de joelhos, se estiver doendo e não conseguir, vai sair correndo daqui para o quarto e não poderá assistir apenas ouvir entendeu bem seu Filho da Puta.
Meu marido apenas fez sinal com a cabeça que sim e se ajoelhou feito um cordeirinho, ai começamos a sacanagem, o nGeraldo me tirou a roupa e me deu um verdadeiro banho de lingua por todo o corpo, quando fui começar a chupar aquele pauzão maravilhoso, o Geraldo disse que antes gostaria de urinar, ai então falei ao Geraldo, tudo bem amor pode ir que eu espero, mas leve essa coisa junto(a coisa é meu marido), coloque o rosto dele na bacia do banheiro e urine tudo que tiver na cara desse corno, pois tem mesmo é que ser humilhado, corno tem que ser corno mesmo e ai dele se reclamar, o Geraldo até tentou fazer com que eu desistisse, mas ai usei minha arma fatal e perguntei ao manso.
Então se imprestável, voce vai escolher, se o Geraldo urinar em sua cara voce poderá assistir a transa, caso conbtrario, voce está dispensado vá já para a cama.
Meu marido implorou para o Geraldo:
Geraldo por favor não faça eu perder essa cena, pois adoro ver minha esposa com outros, vamos ao banheiro e urine com gosto no meu rosto, por favor eu lhe imploro.
Ai o Geraldo se convenceu e foi o corno foi juntinho e eu é claro fui conferir, poiis adoro ver o corno ser humilhado, pude ver o corno se ajoelhar, o Geraldo segurar o pau e urinar bem forte no rosto e cabelos do Corno manso do meu marido, ao terminar, falei para o corno limpar o que caiu no chão, e disse que não deixaria nem papel nem pano que ele limpasse com a boca, e quando terminasse avisasse, para mim ir conferir e ver se ele estava liberado para assistir o resto da trepada, o corno secou o c´~ao e apareceu na sala onde o Geraldo já me fodia após uma bela chupetinha que eu tinha feito, então disse ao manso que não iria conferir para não quebrar o clima, pois estava muito bom aquele pau.
Gozei como uma adolecente, foi ótimo, ai chegou a hora de dar o cuzinho ao amigo, mais uma vez usei o serviço do corno, mandando ele trocar a camisinha de meu amigo e passar lubrificante no meu cuzinho, assim o corno fez e voltou para seu lugar para assistir, foi demais, adoro tudo isso, chupar ser chupada, gozar e fazer gozar, dar o cuzinho, a bucetinha, mamar até ganhar o leitionho, mas tudo isso não seria ´~ao gostoso se eu não pudesse humilhar o corno manso, pois volto a repetir, pra mim corno tem que ser humilhado pra valer, pois quem mandou aceitar ser corno, essa é apenas a primeira história que narrei sobre minhas safadezas e humilhações com o cornão, tenho coisas muito piores que fiz com ele, e que contarei em breve, se voces gostarem é lógico.
Só pra terem idéia de coisas que já fiz com o manso, aqui vão algumas de muitas.
Prendi na coleira, coloquei na lata de lixo, espancamos(dentro de um limite aceitavel), amarramos ele de ponta cabeça, fizemos sorvete de porra pra ele chupar, e podem acreditar, até fezes de comedor fizemos ele provar, é claro que em quantidade pequena, mas fizemos, ele aceita tudo pra poder me ver trepando, tenho muitas outras coisas que fizemos com o corno manso do meu marido, então espero que curtam, pois humilhar o corno é comigo mesmo, e humilhar pra valer, não humilhar mais ou menos, então se gostarem continuem lendo meus contor, se não gostarem respeito a opinião, ai não leem, poiisd qui vou mostrar a todos como deve-se tratar um corno, beijos a todos.
Foto Perfil Corno humilhado

Ficha do Conto

Escritor:
Corno humilhado

Nome do conto:
Fazendo o Corno de Empregado.

Codigo do conto:
9280

Categoria:
Fetiches

Data do Envio:
03/04/2010

Quant.de Votos:
2

Quant.de Fotos:
0

Compartilhe
Tweet esse conto! Digg esse conto! Adicionar esse conto no del.icio.us



Clique aqui para enviar uma mensagem (scrap) para o autor desse conto.

Gostou desse conto? Nao deixe de compartilhar com seus amigos no twitter. Tweet esse conto!






Escreva o seu Comentário

Importante:Comentário com número de telefone serão apagados.


Para fazer um comentario a respeito desse conto ou mandar um scrap para o autor. Voce precisa logar em nosso site.

Contos enviados pelo mesmo autor
Codigo Nome do Conto Categoria Ranking
9291 Corno Queimado. Fetiches 0
9306 Corno pagando pra assistir Fetiches 3
© Copyright 2000-2014 www.contoerotico.com - Todos os direitos reservados
Web Design/Hosting - Dynamic Web Solutions Corp - USA