Contos Eroticos
Adicionar em seus Favoritos RSS conto Erotico Torne o Conto Erotico a pagina principal de seu navegador
O mais excitante site de Contos Eróticos da Lingua Portuguesa.
Username: Senha:
Esqueci minha senha | Quero ser usúario
Principal   Publicar Contos   Painel de controle   Últimos Contos   Mensagens/Scrap   Blog Erótico   Entrar em contato  
Contos Eroticos
   Contos por intervalo
   Por categoria
   Últimos Contos
   Melhores Contos
   Contos com foto
   Publicar Contos
   Publicar Com fotos
   Buscar (Search)

Quadrinhos Eróticos
   Quadrinhos eróticos
   Enviar Quadrinhos

OPÇÕES
   Painel de Controle
   Meu Album de fotos
   Cadastro usuário
   Mensagens (Scraps)
   RSS
   Entre em contato
   Ajuda (Duvidas)

SITES PARCEIROS
   Blog Erótico
   Irotica Videos
   Videos Eroticos
   Relatos Espanhol
   Galaxia Gay
   Videos de Famosas
   Piadas Web
   Videos Porno
   Porno Tube

REDES SOCIAIS
   Twitter
 
 
 
 





Abusada pelo meu padastro


Olá pessoal , Meu nome é ana tenho 18 anos , sou morena 169 de alt , 58 kg , seios médios e bumbum avantajado , oque vou revelar para vocês aconteceu no final do ano de 2009 , Moravamos em casa eu , minha mãe e meu padastro . Nunca tive pai , minha mãe sempre me criou sozinha até que ela em agosto de 2009 começou a namorar o Roberto meu padastro , foi um namoro rápido , em outubro casaram e ela trouxe o roberto para morar com agente , fui contra o casamento até porque ele não trabalhava e viva enfiado nos bares da vida , eu e minha mãe trabalhavamos e sustentávamos a casa , eu falava muito pouco com ele , pois sai muito cedo para trabalhar e depois logo ia pra faculdade e pouco que agente se via o desgramado não tirava o olho do meu corpo me secava dos pés a cabeça mas fingia que nada acontecia , um dia estava com minha mãe fazendo as contas das despesas do mês , roberto pra variar não estava em casa , fazendo as contas notamos que faltaria 80 reais pra cubrir a despesa da Tv acabo , vendo minha mãe nervosa falei , na próxima vez a senhora não paga a conta do seu marido no buteco ai vai sobrar pra pagar as despesas , porque sustentar vagabundo é muito coplicado , falei com a cabeça quente depois pedi desculpas pra ela e tudo ficou numa boa , mais mal sabia eu que o mau carater estava na garagem e escutou oque eu disse , bom se passaram alguns meses e oque vou relatar a vocês aconteceu no dia 13 de dezembro de 2009 , era uma segunda - feira e minha mãe me ligou dizendo que teria que ficar ate mais tarde no serviço , ela trabalhava em buffet e a festa acabaria por volta das 4 da manhã mais pediu pra eu ficar tranquila que uma amiga iria a trazer em casa , bom fui pra faculdade normal , cheguei em casa mais cedo era umas 22:00 hs e o mala ainda não tinha chego , tomei um banho coloquei minha camisola e me deitei , não demorei muito e peguei no sono , derrepente senti algo encostando em meus lábios acordei assustada e percebi que o nojento estava colocando o "pinto" em minha boca logo levantei e disse , seu nojento desgraçada oque você pensa que esta fazendo , ele visivelmente embreagado começou a dar risada , e eu percebi que o som estava meio alto , ai roberto me disse hoje você vai ser minha putinha por uma noite vai mamar meu caralho e eu vou foder sua bucetinha deliciosamente e hoje também vai se arrepender de ter me chamado de bebado e de vagabundo sua piranha ordinária , levantei da cama e dei um tapa no rosto dele , o fdp deu mais risada ainda e revidou o tapa que me deu mais com muito força me atirando na cama , comecei a chorar pedindo pelo amor de de Deus pra ele não me machucar , ele dando risada me disse você pode chorar , gritar , esperniar que ninguém vai te ouvir , realmente ninguem ia me ouvir pois moravamos nos fundos e na frente morava um homem sozinho que trabalhava anoite , roberto era muito forte , era moreno "escuro" e alto ele me pegou pelos cabelos com muita força e me fez ajoelhar e novamente tirou o pinto pra fora dizendo vai sua vagabunda agora você vai mamar este cacete assim como a safada da sua mãe faz mas eu quero que chupe com vontade sua vaca , não tinha mais oque fazer roberto começou a praticamente a estuprar minha boca até que abocanhei seu pinto , era um pinto enorme e muito grosso que mal cabia a metade em minha boca , ele fazia movimentos muito forte praticamente fodia minha boca , e gemia muito altooo . vai safadaa chupa meu cacetee , chupaa sua vadia , eu estava com muito nojo ao ponto de vomitar com aquele cheiro nojento de pinto sujo , mas estava torcendo pra que aquilo acabasse logo e resolvi me comportar finjindo que estava ficando com tesão , forcou minha cabeça fazendo eu enfiar o pau inteiro na boca eu sentia a cabeça do seu pinto latejar de tanto tesão que sentia até que sinti um jato de porra descer por minha garganta era tanta porra que escorreu pelo meu pescoço ele segurou minha boca com a mão e falou se voce cuspir eu mato voce a facadas , não pensei duas vezes enguli toda aquela porra nojenta , ele mal me deixou eu me limpar e me jogou de quatro encima da cama levantou minha camisola abraçou minha bunda e com o dente rasgou minha calcinha ele começou a me chupar com muita força também e com o dedo ia enfiando em meu cuzinho por incrivel que pareca aquilo me deixou mutio excitada e o desgraçado percebendo que eu fiquei molhada ai que começou a deboxar da situação , a vadiaa esta gostando esta puxou bem a mãe gosta de levar com força no cú . não é sua prostituta comecou a me bater muito forte na bunda , ate que pegou o xinelo e comecou a me bater com ele também , minha bunda ficou muito vermelha e ardia voltou a me chupar ate que não aguentei e gozei na lingua dele , eu mordia a fronha pra não gemer alto e dar essa alegria pra quele nojento mais ele percebeu que eu estava muito molhada , parou me mandou chupar novamente me dando um tapa no rosto , chupei de novo aquele pau preto ernorme , me colocou de quatro tirou uma camisinha que estava em seu bolso colocou e de uma vez empurrou com força em minha buceta, ele me fodia com muita força e quando percebi ja estava com 2 dedos em meu cu , ficou bombando por uns 10 min , tirou da buceta melada e forçou na entrada do meu cu , seria minha primeira vez atras , pedi por favor vai devagar , ele falou a vadia vai dizer que nunca deu o cú quando vi ja estava com metade dentro de mim , foi forçando ate que entrou de uma vez , eu gritava de dor e ele me batia , me fudeu ali por muito tempo ate que gozei mais uma vez , ele tirou a camisinha me faz mamar denovo e gozou mais uma vez em minha garganta, levantou me deu mais um tapa e disse , nunca mais me chama de vagabundo sua putaaa , ate porque estou indo embora dessa favela , pegou os poucos pertences que tinha e nunca mais o vi , esta história ficou gravada em minha mente , não comentei nada com minha mãe sobre o ocorrido , bom o bom dessa história é que hoje meu atual namorado come meu cuzinho quase 2 vezes na semana
Foto Perfil anainha17

Ficha do Conto

Escritor:
anainha17

Nome do conto:
Abusada pelo meu padastro

Codigo do conto:
9615

Categoria:
Incesto

Data do Envio:
18/05/2010

Quant.de Votos:
6

Quant.de Fotos:
0

Compartilhe
Tweet esse conto! Digg esse conto! Adicionar esse conto no del.icio.us



Clique aqui para enviar uma mensagem (scrap) para o autor desse conto.

Gostou desse conto? Nao deixe de compartilhar com seus amigos no twitter. Tweet esse conto!






Escreva o seu Comentário

Importante:Comentário com número de telefone serão apagados.


Para fazer um comentario a respeito desse conto ou mandar um scrap para o autor. Voce precisa logar em nosso site.

Contos enviados pelo mesmo autor
Codigo Nome do Conto Categoria Ranking
9616 PERDI MEU CABAÇO NO ESTUPRO Sadomasoquismo 7
9618 Por causa da Zoofilia eu virei escrava Sadomasoquismo 6
9619 Torturada pelo irmão Incesto 3
© Copyright 2000-2014 www.contoerotico.com - Todos os direitos reservados
Web Design/Hosting - Dynamic Web Solutions Corp - USA