Contos Eroticos
Adicionar em seus Favoritos RSS conto Erotico Torne o Conto Erotico a pagina principal de seu navegador
O mais excitante site de Contos Eróticos da Lingua Portuguesa.
Username: Senha:
Esqueci minha senha | Quero ser usúario
Principal   Publicar Contos   Painel de controle   Últimos Contos   Mensagens/Scrap   Blog Erótico   Entrar em contato  
Contos Eroticos
   Contos por intervalo
   Por categoria
   Últimos Contos
   Melhores Contos
   Contos com foto
   Publicar Contos
   Publicar Com fotos
   Buscar (Search)

Quadrinhos Eróticos
   Quadrinhos eróticos
   Enviar Quadrinhos

OPÇÕES
   Painel de Controle
   Meu Album de fotos
   Cadastro usuário
   Mensagens (Scraps)
   RSS
   Entre em contato
   Ajuda (Duvidas)

SITES PARCEIROS
   Blog Erótico
   Irotica Videos
   Videos Eroticos
   Relatos Espanhol
   Galaxia Gay
   Videos de Famosas
   Piadas Web

REDES SOCIAIS
   Twitter
 
 
 
 





Final de semana na casa da praia.


Fomos passar o final de semana na praia. Meu marido convidou um casalsinho pra ir também. Chegamos antes. Eu tinha levado enxoval para o bebe da mulher do caseiro que estava grávida. Estava tudo deserto, pois não era temporada, mais estava um dia bem quente.Chegamos na sexta a tarde e o casal chegou a noite.
O sogro do caseiro foi ver a filha também ficou o final de semana. Era um senhor de uns 50 anos. Ele fez churrasco na sexta a noite e ficamos conversando por um bom tempo, todos.
Fomos dormir já era mais ou menos uma hora.
Eu acordei a noite, com barulho na porta do quarto e percebi que o meu marido tinha levantado.
Perdi o sono. Fiquei um tempo na cama e resolvi tomar água. Sai do quarto devagar.
Tinha um corredor para os quartos que dava na sala de estar na casa. Ouvi barulhos e gemidos. Fui bem devagarzinho e vi o meu marido em pe na sala e a moça chupando o pau dele. Fiquei quietinha olhando. Sem me mexer para que ele não me vissem. Ela chupou e depois ele chupou a buceta dela. Ele tapava a boca dela quando ele gemia mais alto.Os dois riam baixinho.
Ele começou a beija-la na boca e meteu o pau na buceta.
Soltava uns gemidos de tesão e mandava ver.
Ficaram fodendo uns 30 minutos. Eu voltei para o quarto. Sai pela porta do quarto e fui sentar na cadeira da varanda e acendi um cigarro e fiquei sentindo o ventinho. Eu não fiquei com ciúmes, aquilo me incomodava. Não senti tesão, aquilo me incomodava também. Eu fiquei pensando no sogro do caseiro. Eu gostava de homens mais velhos. Ele era bronzeado, tinha um corpo atlético, braços enormes e olhos claros.
O meu marido voltou para o quarto e foi ver o que eu estava fazendo.
Ele me disse que pensou que eu estivesse dormindo, eu disse que tinha acordado com os gemidos deles na sala.Ele nem reclamou de eu estar fumando e foi para a cama.
Fiquei até de manhã olhando o céu. Depois fui fazer café.
Tomei café, tomei banho bem demorado. Comecei a sentir o cansaço da noite não dormida.Levantaram todos e tomaram café como se nada tivesse acontecido.
Eu perguntei para a moça a idade dela e ela disse que tinha 18 anos. Eu disse que parecia 15. O meu marido ficou incomodado. O meu marido resolveu sair para ver materias de pesca que o caseiro disse que tinha em uma loja na cidade. A mulher foi junto. O casalzinho foi passear na praia. Eu resolvi ficar em casa e fazer um almoço diferente. Fiquei vasculhando na cozinha as possibilidades e começou a esquentar e eu coloquei um biquíni bem pequeno.
Não tinha visto o sogro do caseiro sair e achei que ele estivesse na casa. Pensei em uma desculpa para ir até lá. E resolvi emprestar um abridor de latas. Cheguei na porta da casa entrei na sala e ouvi o som do chuveiro que logo desligou.Logo ele saiu do banheiro só de cueca.
O volume por baixo da cueca me prendeu o olhar. Ele percebendo e eu não disfarçando mesmo disse – Gostou?
Eu disse adorei. Ele riu e disse que estava a disposição.
-Bom saber, eu até esqueci o que vim buscar.disse eu.
-baixa a cueca pra eu ver o tamanho?
- se mostrar vai ter que fazer carinho nele, disse olhando para o meu quadril.
-mostra
Ele baixou a cueca. Era uma rola enorme e estava mole.
Eu me aproximei me ajoelhei na sua frente segurei o pauzão passei a língua até ficar durinho depois abocanhei aquela peça rara.
Disse pra ele que queria sentir aquele pau na buceta.
Ele me puxou para o quarto que ele dormia, eu tirei o biquíni e mostrei a buceta pra ele e pedi pra ele passar a língua. Ele passou a língua e depois disse - me da essas tetas pra chupar. Chupando os meus seios foi ajeitando o pau na minha buceta e bombou com força me fazendo delirar e rebolar naquela rola. Ele balbuciava algumas coisas tipo bucetuda, me da a buceta. E bombava mais forte.
Me disse que queria gozar nas tetas, tirou aquela rolona e se mastubou enchendo meus seios de porra branquinha e espessa.
Ele levantei e dei um beijo nele, coloquei minha roupa e dei outro beijo e voltei.
Adoro essas transas com a sensação de perigo.
Me limpei e fui fazer o almoço. Ele ficou na porta da cozinha conversando sacanagem comigo até os outros chegarem.
Almoçamos, fiz almoço para todos.
Depois do almoço já eram 15:30 horas, limpamos a cozinha e cada um foi dormir em um canto.
Eu peguei o bronzeador e fui tomar sol ao lado da piscina.que ainda estava vazia porque tinha que arrumar alguma coisa que tinha estragado antes de encher.
O rapaz que estava com a moça que havia transado com meu marido estava sentado do lado da piscina.Ele era um rapaz alto, magro, aparentava uns 23 ou 24 anos. Pedi pra ele passar bronzeador nas minhas costas. Eu deitei de costas e ele começou a passar nos ombros e foi descendo. Passou até o biquíni. Eu pedi pra ele passar na minha bunda. Ele passou de um lado e depois do outro. O meu biquíni estava todo enfiado no rabo, Empinei a bunda pra ele e ele passava a mão até encostar na minha buceta me deixando louca de tesão. Pedi para passar nas minha coxas, ele passou até o pe, eu abri um pouco as pernas, com a bunda arrebitada ele passava a mão até na minha virilha encostanto na buceta. O sogro do caseiro estava na rede, na varanda da casa deles e assistia tudo.O único que eu não tinha pego dos homens que estavam ali era o garotão.
O caseiro eu já tinha pego varias vezes e era um negão delicioso, o sogro dele eu já tinha traçado no café da manha e o garotão seria a minha sobremesa.
Ele estava gostando de passar mão na minha buceta, colocou o dedo do lado, por baixo do biquíni e enfiou na minha buceta , mexendo num vai e vem.eu com a bunda rebitada e ele sentado do meu lado masturbando a minha buceta molhada. Eu dizia que estava uma delicia, era muito gostoso.Ele estava com medo que o meu marido ou a namorada dele vissem. Eu disse que tudo bem, porque o meu marido estava comendo ela também. Ele disse que estava desconfiado.Eu disse, vamos lá no depósito. Na casa tinha um quartinho que era usado para colocar ferramentas, maquina de cortar grama. Tinha até um fusca velho. Eu me enrolei na toalha que estava deitada e fomos. O velhote que estava na rede foi atraz de nós.Entramos fechamos porta e ele agarrou a minha buceta me masturbando e eu agarrei no cacete dele o masturbando também. Vimos a porta abrir e levamos um susto.Era o velhote dizendo que queria ver a nossa foda. Eu disse que tudo bem e o garotão continuou a me maturbar.O velhote estava se masturbando do nosso lado. Eu fiquei de quatro e o garotão meteu na minha buceta. Eu pedi para o velhote colocar a pica na minha boca. Que delicia, sentindo uma pica me fodendo a buceta e a outra pica na boca. Pedi para eles trocarem , pois o pau do velhote era bem maior que o do garotão. O velho era gostoso demais, eu sentia aquela pica entrando e saindo da buceta, cada socada era um delírio.O garotão mandando ver na minha boca.
Eu disse que queria os dois dentro de mim. O velhote ficou meio assustado e disse que eu era puta mesmo. Perguntei se ele nunca tinha feito ele disse que não.
Estendi a toalha no chão mandei o velhote deitar de costas deitei ele no chão e ajeitei o pau na buceta, o garotão veio cima e meteu no meu cu. No começo não estavam mexendo em sintonia, mais logo começaram um ritmo gostoso. Gozamos todos juntos.
Levantamos colocamos nossas roupas, eu me enrolei na toalha e saímos do quartinho.
Perdemos a noção do tempo que demoramos, só percebemos quando demos a volta na casa e vimos que o meu marido já estava mexendo no carro.
Pela atitude dele, achei que ele tinha comido a moça de novo.
Cada um foi tomar banho em um banheiro e ficamos todos bem e satisfeitos.
Tínhamos mais um dia na praia ainda.
Eu estava morta de cansada, pois estava sem dormir.
Naquela noite eu não quis saber de mais nada e fui dormir cedo.
No domingo acordei cedinho e fiz café.
Resolvi comprar um peixe para fazer assado, perguntei para o caseiro se ele podia ir na vila dos pescadores comigo. Como ele fazia tudo o que eu queria, fomos.
Começamos a conversar pelo caminho, eu adorava aquele homem. Ele era um dos meus machos preferidos. Sempre achava um jeitinho de dar pra ele escondido. Ele sentia muito tesão por mim também.Enquanto eu dirigia, ele passava a mão na minha buceta, eu dizia que estava com saudade de dar uns amassos nele.Ele mandou eu virar em uma ruazinha e fomos para uma prainha deserta. Ficamos de amassos no carro.
Sai do carro, baixei a bermuda e cueca dele juntos e chupei aquele pau cheio de veias saltadas. Aquele pau me enlouquecia.
Ele tirou a minha calcinha, eu estava de saia, me sentou no banco do carro com a porta aberta e ficou do lado de fora, abriu bem as minhas pernas e chupou a minha buceta. Eu sentia um tesão por aquele homem que ficava insana quando ele me chupava. E como chupava minha buceta!!Ele sempre me chamava de piranha quando estávamos sozinhos.
Que buceta gostosa piranha e chupava mais. Agora quero meter na buceta. Fiquei de quatro com os braços no banco do carro e o rabão pra fora, ele meteu o pau na minha buceta com força socando até o fundo. Eu sentia as minhas pernas tremerem de prazer.
Ele gozou no fundo da minha buceta.
Fomos no mar e lavamos a buceta e fomos comprar o peixe.
No final da tarde voltamos pra casa.
Na volta eu e meu marido fomos conversando, e eu pensando que eu tinha pego todos os homens da casa, tinha dado pra todos, menos para o meu marido.
No domingo a noite saímos para jantar, voltamos pra casa transamos com direito a sexo oral, e anal e dormimos abraçados.
Foto Perfil Iluminada

Ficha do Conto

Escritor:
iluminada

Nome do conto:
Final de semana na casa da praia.

Codigo do conto:
9673

Categoria:
Grupal e Orgias

Data do Envio:
23/05/2010

Quant.de Votos:
10

Quant.de Fotos:
1

Compartilhe
Tweet esse conto! Digg esse conto! Adicionar esse conto no del.icio.us
Foto 1 do Conto erotico: Final de semana na casa da praia.




Clique aqui para enviar uma mensagem (scrap) para o autor desse conto.

Gostou desse conto? Nao deixe de compartilhar com seus amigos no twitter. Tweet esse conto!






Escreva o seu Comentário

Importante:Comentário com número de telefone serão apagados.


Para fazer um comentario a respeito desse conto ou mandar um scrap para o autor. Voce precisa logar em nosso site.

Ultimos Comentários
Comentado por: Bianor em: 06/09/2013
Parabéns pelo conto que é um tesão e a foto linda da piriquitá que espero ser a sua deixo um grande bju nela.
Comentado por: Marcia Fernan em: 19/03/2013
nusss que tesão.... delicia!
Comentado por: Brasileiro em: 10/03/2011
Você deve ser boa em tudo que faz... Obrigado pelos contos. São muito estimulantes.

Contos enviados pelo mesmo autor
Codigo Nome do Conto Categoria Ranking
9425 Aniversário de casamento Traição/Corno 12
9442 Estreia da minha amiga corna Traição/Corno 6
9453 Estupro no muquifo Traição/Corno 8
9463 Desviginei o meu vizinho Traição/Corno 14
9475 Dei tudo para o velho do gas Coroas 15
9480 Ajudei meu marido a comer mãe e filha juntas. Grupal e Orgias 25
9553 Fui consolar meu vizinho e ele acabou me fodendo Coroas 14
9623 Sexo, desejo, traição e amor....... Traição/Corno 6
9636 Foi roubar e acabou me fodendo. Traição/Corno 8
9645 O gostoso do restaurante. Traição/Corno 8
9651 Me chantageou pra me comer Traição/Corno 14
9652 Meu vizinho tarado e seus amigos gostosos Coroas 13
9659 Minhas historias com meu vizinho Coroas 16
9689 Jantar na minha casa Exibicionismo 9
9690 Massagem intima Traição/Corno 10
9701 A primeira vez que meu sogro comeu minha buceta Coroas 35
9741 Foda com o tiozão do mercado Coroas 6
10017 Festa de aniversário. Heterosexual 3
10400 Dei para o namorado da minha amiga Traição/Corno 11
13184 O sonho de foda que se realizou Heterosexual 14
20208 Seduzida pelo personal na academia Heterosexual 2
34158 Uma vez puta, sempre puta. Heterosexual 2
34165 Uma vez puta, sempre puta ( 2 parte) Heterosexual 4
34171 Uma vez puta, sempre puta ( 3 parte) Heterosexual 4
34567 Tesão de maestro Coroas 5
34973 Eu e o tio do site de encontros Coroas 7
35153 Seduzida pelo cliente. Coroas 6
35364 A primeira vez que chupei uma buceta. Grupal e Orgias 14
49751 Meu ex sogro, mais macho mais gostoso - reencontro Coroas 18
49926 Meu ex sogro, mais macho mais gostoso -continuação Coroas 6
49937 Sexo com pai e filho. Coroas 6
50013 Natureza e pau na buceta Coroas 3
50385 Sexo com avô - I Coroas 6
50431 Sexo com avô - II Coroas 4
© Copyright 2000-2014 www.contoerotico.com - Todos os direitos reservados
Web Design/Hosting - Dynamic Web Solutions Corp - USA