Contos Eroticos
Adicionar em seus Favoritos RSS conto Erotico Torne o Conto Erotico a pagina principal de seu navegador
O mais excitante site de Contos Eróticos da Lingua Portuguesa.
Username: Senha:
Esqueci minha senha | Quero ser usúario
Principal   Publicar Contos   Painel de controle   Últimos Contos   Mensagens/Scrap   Blog Erótico   Entrar em contato  
Contos Eroticos
   Contos por intervalo
   Por categoria
   Últimos Contos
   Melhores Contos
   Contos com foto
   Publicar Contos
   Publicar Com fotos
   Buscar (Search)

Quadrinhos Eróticos
   Quadrinhos eróticos
   Enviar Quadrinhos

OPÇÕES
   Painel de Controle
   Meu Album de fotos
   Cadastro usuário
   Mensagens (Scraps)
   RSS
   Entre em contato
   Ajuda (Duvidas)

SITES PARCEIROS
   Blog Erótico
   Irotica Videos
   Videos Eroticos
   Relatos Espanhol
   Galaxia Gay
   Videos de Famosas
   Piadas Web

REDES SOCIAIS
   Twitter
 
 
 
 





CARNAVAL COM PAPAI


CARNAVAL COM PAPAI                                       by: Priscila


Quando alcancei a idade de brincar o carnaval à noite, meu pai comprou ingresso para um baile muito conhecido aqui no Rio de Janeiro, por ser “da pesada”...Como eu não sabia como era, fiquei toda feliz e tratei de comprar uma roupa bem fresquinha, porque o carnaval aqui do Rio é muito quente.
Papai aprovou uma fantasia minúscula, com um sutiã que mal tapava meus peitos, que são lindos e bem durinhos, e um biquíni tão pequenino, que me sentia nua. Por cima havia uma kanga de um tecido bem transparente e macio...
Bem, me produzi toda para a minha primeira noite de carnaval e quando entrei na sala, papai ficou de boca aberta, ao me ver..Na mesma hora, notei que tinha ficado de pau duro, pois estava com uma sunga de lycra e uma túnica grega por cima.
E lá fomos nós dois, felizes da vida, para a nossa festa.
Ao chegarmos lá, percebi que as mulheres estavam praticamente sem roupa, então me senti bem e tratei de tirar a kanga, para ficar mais fresca.
Fomos para o camarote de um amigo dele, onde havia um monte de mulheres bonitas e homens bem mais velhos; todos já estavam altos, pois a bebida corria solta.
O baile estava animadíssimo e todos sambavam, com os homens se esfregando nas mulheres e passando a mão na bunda delas..
Papai já tinha bebido um pouco e foi ficando animado; tirou a túnica e ficou só de sunga preta. Começamos a dançar; eu estava animadíssima, sambava e pulava.....papai ficou atrás de mim e à medida que nos animávamos, ele começou a me abraçar por trás, me apertando gostoso....suas mãos começaram a passear pelo meu corpinho e comecei a sentir uma coisa dura se esfregando na minha bunda....As mulheres tinham tirado a parte de cima da fantasia e os homens estavam passando as mãos nos peitos delas e alguns já mamavam naquelas tetas...
Papai então, tirou o meu sutiã e enquanto se esfregava em mim, segurava meus peitinhos, que já estavam com os bicos durinhos de tesão.....Comecei a ficar molhada e deixei meu corpo se encostar bem no dele e fiquei ali, fingindo que sambava, mas na verdade, eu me esfregava nele. Papai então começou a esfregar meus peitinhos, enquanto lambia minha orelha e chupava meu pescoço....Fui à loucura e abracei-o pelo pescoço, enquanto ele continuava a me acariciar os peitinhos....
A festa estava “quentíssima”, os amigos deles já estavam botando os paus para fora da sunga e havia mulheres mamando em alguns deles..
Meu paizinho então me puxou para o fundo do camarote e me virando de frente para ele, me beijos gostoso na boca e tirando o pau de dentro da sunga, me pediu para mamar....Quando vi aquele cacete enorme e bonito, tratei de me ajoelhar e fazer um boquete bem gostoso nele....Papai gozou na minha boca e então, me sentando numa mureta do camarote, abriu minhas pernas e caiu de boca na minha xoxota.....Ele chupava e lambia meu grelinho, enquanto mexia nos meus peitinhos....Quando eu gozei como uma cadela, meu coroa me pegou no colo e começou a mamar meus peitinhos..Seu pau já estava duro novamente e ele começou a se esfregar em mim, dizendo que hoje eu seria a mulher dele, pois ele estava esperando há muitos anos, por essa oportunidade.....
Abracei-o com tesão e afastando a calcinha, me ofereci a ele.
Papai começou então a esfregar aquele cacetão em mim, enquanto eu me abria todinha, para facilitar a entrada do caralho dele, que estava duríssimo de tesão por mim.....Ele sentou numa cadeira e me mandou sentar em cima daquele cacete...Doeu um pouco quando começou a entrar, mas depois foi uma delícia..
Papai me chupava os peitinhos, me beijava na boca e me fodia como um louco.
Nunca tinha sentido nada igual...é uma sensação deliciosa, foder com o caralho do meu pai, enquanto ele me dizia um monte de sacanagens gostosas...
Quando não agüentávamos mais, gozamos como animais.....Papai estava enlouquecido de tesão....me chamava de sua puta vadia, e outras coisas muito gostosas.....
Quando nos recuperamos dessa deliciosa gozada, voltamos para assistir ao baile...Papai continuou por trás de mim, segurando meus peitos e se esfregando na minha bunda, enquanto dançávamos....
Comecei a sentir outra vez o caralho do meu pai ficar duro e querendo entrar no meu reguinho...Então, essa delícia de macho, falou no meu ouvido, que iria comer minha bunda....E começou a forçar entrada no meu rabo, enquanto a gente dançava.....Todos os amigos já fodiam com as mulheres....era uma tremenda bacanal....Eu já estava tão doida de tesão, que arranquei fora a minha calcinha e me entreguei àquele cacetão.......
Gente, que delícia; papai começou a meter no meu buraquinho e eu fui rebolando, para facilitar a foda....
Papai então me fodeu como se fode uma vagabunda; fodia com força e rápido, me chupava a orelha e apertava os bicos dos meus peitos.....Eu gritava pedindo mais, então papai botou um dedo no meu grelinho e ao mesmo tempo que me fodia, fazia massagem no meu grelinho...
Então eu gozei como nunca na minha vida.....Ele, ao sentir que ia gozar, tirou do meu rabo e enfiou na minha boca....Eu mamei gostoso nele e ele gozou na minha boca, quase me afogando de tanta porra...
Ficamos ali, nós dois cansados e satisfeitos.....então fomos nos sentar numa poltrona e ali ficamos até o final da noite, alternando chupadas, fodas gostosas e bebida...Papai ficou de pileque e quando acabou a festa, lá fomos nós dois, abraçados, para casa.....
Eu voltei feliz para casa, sabendo que haveria mais baile no dia seguinte...
Se gostaram do conto, me escrevam, amigos meus.....estou sentindo falta das suas mensagens gostosas.....
Mil beijos gostosos em vocês todinhos.....E votem em mim!!!!!!
Priscila      


Ficha do Conto

Escritor:
Priscila

Nome do conto:
CARNAVAL COM PAPAI

Codigo do conto:
977

Categoria:
Incesto

Data do Envio:
01/03/2003

Quant.de Votos:
6

Quant.de Fotos:
0

Compartilhe
Tweet esse conto! Digg esse conto! Adicionar esse conto no del.icio.us



Clique aqui para enviar uma mensagem (scrap) para o autor desse conto.

Gostou desse conto? Nao deixe de compartilhar com seus amigos no twitter. Tweet esse conto!






Escreva o seu Comentário

Importante:Comentário com número de telefone serão apagados.


Para fazer um comentario a respeito desse conto ou mandar um scrap para o autor. Voce precisa logar em nosso site.

Contos enviados pelo mesmo autor
Codigo Nome do Conto Categoria Ranking
902 NO CINEMA COM PAPAI Incesto 29
907 Viagem ao Nordeste Incesto 15
909 FÉRIAS NA FAZENDA COM PAPAI Incesto 21
910 FÉRIAS NA FAZENDA COM PAPAI II Incesto 15
939 O MOTORISTA DO PAPAI Incesto 14
955 O MÉDICO DO PAPAI Incesto 9
982 Titio veio morar na minha casa Incesto 10
997 NO ESCRITÓRIO DO MEU PAI Incesto 11
1000 FÉRIAS COM MEU TIO Incesto 7
1001 FÉRIAS COM TITIO II Incesto 10
© Copyright 2000-2014 www.contoerotico.com - Todos os direitos reservados
Web Design/Hosting - Dynamic Web Solutions Corp - USA