Contos Eroticos
Adicionar em seus Favoritos RSS conto Erotico Torne o Conto Erotico a pagina principal de seu navegador
O mais excitante site de Contos Eróticos da Lingua Portuguesa.
Username: Senha:
Esqueci minha senha | Quero ser usúario
Principal   Publicar Contos   Painel de controle   Últimos Contos   Mensagens/Scrap   Blog Erótico   Entrar em contato  
Contos Eroticos
   Contos por intervalo
   Por categoria
   Últimos Contos
   Melhores Contos
   Contos com foto
   Publicar Contos
   Publicar Com fotos
   Buscar (Search)

Quadrinhos Eróticos
   Quadrinhos eróticos
   Enviar Quadrinhos

OPÇÕES
   Painel de Controle
   Meu Album de fotos
   Cadastro usuário
   Mensagens (Scraps)
   RSS
   Entre em contato
   Ajuda (Duvidas)

SITES PARCEIROS
   Blog Erótico
   Irotica Videos
   Videos Eroticos
   Relatos Espanhol
   Galaxia Gay
   Videos de Famosas
   Piadas Web

REDES SOCIAIS
   Twitter
 
 
 
 





MÃE, FILHA E AMIGA - Minhas três mulheres–Complet



PARTE - I

Certa vez estava andando pelas ruas de São Paulo me deparei com uma morena me olhando, como não sou de perder oportunidades fui logo abordando a menina, 21 anos morena não muito bonita mais um lindo corpo, o que mais me chamou a atenção foi seus belos par de seios.
Ficamos naquele dia só no papo, fiquei de ligar pra ela, o que fiz no dia seguinte ,sexta feira. como não poderia sair com ela naquele dia marcamos pro sábado, deu o endereço e horário, sou muito pontual fico muito puto se atrasam. No horário marcado já estava lá, parei na porta de sua casa, um sobrado com uma longa escada, buzinei e nada dela descer.
Nisso passam duas meninas e ficam me olhando, param na esquina e continuam a olhar, como disse não sou de perder tempo já que a Viviam não descia resolvi investir naquelas garotas, dei ré no carro e parei perto delas convidei pra entrar no que elas estavam querendo entrar no carro a Viviam aparece. Nisso descobri que uma das meninas a Larissa morava junto com a Viviam, mesmo assim pintou um clima com elas.

Nesse mesmo dia levei Viviam pro meu apartamento, depois de tomarmos alguma coisa começamos a brincar no sofá, eu sentado ela ajoelhada, abriu minha calça e começou a me chupar ao mesmo tempo tirava minhas roupas e eu a dela em poucos segundos estávamos completamente nus, lá mesmo em cima do sofá fizemos um 69 aquela xoxota pequena toda molhada me excitava cada vez mais.
Fomos pra cama e lá introduzi meu caralho em sua buceta a principio apesar de minha experiencia achava que meu cassete não caberia naquela vagina tão pequena e fechada, cada estocada ela delirava com meus 22 cms. ao mesmo tempo que comia sua buceta introduzia meu dedo em seu anus, e falei que iria comer seu cuzinho, no que ela falou que ninguém tinha comido até agora, mas meu dedo em seu anus a deixa muito louca chegava a tremer de tesão.
Depois de duas horas de muito sexo sua xoxota já não era a mesma, ah , esqueci de dizer que tirei varias fotos dela antes e depois,(tirar fotos delas me deixa mais excitado ainda ) Bem voltando a sua xoxota que já não parecia tão pequena, resolvia investir um seu cuzinho, apesar dela querer resistir , minha técnica de persuasão no que se refere a anal foi maior, ela não resistiu, coloquei ela deitada depois logico de estar devidamente lubrificada (tem que ser com jeito se não perde a freguesas), introduzi meu caralho delicadamente em seu anus, e apesar de virgem , não resistiu muito . fiz a menina gozar pela primeira vez num anal.

PARTE - II
Passamos a sair varias vezes ou melhor transar, até que um dia me convidou pra jantar em sua casa. já havia falado que morava com uma amiga mãe da Larissa .
A Viviam havia comentado com a Tânia sobre nosso relacionamento, inclusive nossas intimidades a forma que transávamos o tamanho do meu pênis, que havia encontrado em mim um homem que realmente lhe satisfazia, e que quando falávamos ao telefone ela sentia tesão pela minha voz.
No dia em que ela me convidou pra jantar fez questão que a Tânia também como dona da casa fizesse o convite, e passou o telefone pra ela, após fazer o convite ela me disse que realmente minha voz era muito sensual. Logo percebia que o jantar seria bem interessante.
Chagando na hora marcada, entrei fui apresentado pra amiga com um beijo no rosto assim também com a menina Larissa. as três estavam preparadas como pra uma festa todas bem vestidas, me senti a última coca-cola do deserto.
Eu sozinho com aquelas três mulheres, a Viviam que já comia , com uma mini-saia mostrando sua lindas pernas, a Larissa com uma calça jeans e um topzinho com toda a barriguinha de fora mostrando por baixo dela um pequeno par de seios ainda se formando, e Tânia a mulher madura com um longo cabelo preto num vestido muito curto, não sabia pra onde olhar, com tanta mulher a minha frente.
Logo percebi que a Larissa não havia comentado sobre o episodio do carro.
Bem encurtando a conversa, naquele dia após o jantar sentamos na sala , as duas sentadas de frente e a Viviam sentada em meu colo, com o clima já esquentando comecei a acariciar na frente delas a barriga de minha namorada, a Tânia ficou visivelmente alterada, sentada a minha frente , não conseguia ficar com a o vestido cobrindo as pernas , cada movimento deixava a mostra sua calcinha beje. Aproveitando a saída da Viviam e Larissa num pretexto de arrumar um quadro atrás de mim, levantou e passou seus cabelos negros em meu rosto, não pude resistir puxando e segurando eles em minha mão pude sentir seu perfume, sussurrei algo em seus ouvido, nisso ela entregou o jogo, já estava no papo, isso me deixou muito excitado, quando a Viviam voltou ela já estava sentada mais perto de mim, suas pernas encostadas nas minhas , a minha namorada sentado em meu colo com sua mini-saia deixando toda as suas pernas amostra sentiu meu membro duro e se ajeitou de forma discreta com meu pau na sua bunda e a Tânia cada vez mais intima percebendo nossa excitação passava as mãos em minhas pernas enquanto conversávamos até a Viviam percebeu a sua excitação e comentou em tom de brincadeira que ela estava se oferecendo pra mim , aquilo ficou no ar e o clima esquentou ainda mais novamente em tom de brincadeira sugeriu que eu escolhesse qual das duas iria ficar, mal elas sabiam que não eram só duas mais sim as três eram meu alvo. Naquele momento passou pela minha cabeça uma transa com todas.
Bem depois de um jantar desse, logicamente levei a Viviam pra meu apto. e lá descontei todo meu tesão por aquelas mulheres, cada beijo, chupada ou penetração em sua vagina era como se eu estivesse alternando minha transa com cada uma, nos meus pensamento via Tânia e Larissa, enquanto comia a Vivian.

PARTE - III
Depois de alguns dias liguei pra casa delas, quem atendeu foi a Larissa, dizendo que a Viviam estaria de plantão e só voltaria no dia seguinte, ficamos conversando, falamos sobre aquele dia do carro e ela contou que teria topado sair comigo se a Viviam não tivesse chegado.
Continuamos a conversar sobre diversos assunto no que ela falou que estava fazendo curso de informática só que não tinha computador pra treinar, era tudo que eu precisava. Perguntei se ela queria vir em casa e treinar no meu PC, ela topou mas falou que não era pra contar pra ninguém, que a mãe dela não queria que ela saísse. Como era um feriado no meio da tarde me propus a pega-la, em menos de meia hora la estava eu no quarteirão de cima de sua casa.
Entrou no carro me dando um beijo quase que na boca, vestia uma saia toda cheia de "sei lá o que", muito sensual, um blusinha com a barriguinha de fora mostrando novamente seus pequenos seios por baixo. Quando chegamos em casa pediu pra ligar o computador, enquanto abria os arquivos, sentou na cadeira e eu fiquei atras, sentindo os seus cabelos no meu rosto, me abaixei mais ficando com meu rosto colado no dela.
Como poderia resistir? Comecei a passar minhas mãos em seus braços em sua barriga, de repente dei um beijo na boca dela, começamos a nos beijar e abraçar, apesar de sua pouca idade já sabia muito sobre como fazer carinho, perguntei se já havia transado algumas vezes e me falou que sim com um colega da mesma idade dela da escola, me senti mais aliviado, me sentiria menos "culpado".
Comecei a passar minhas mãos em seu corpinho deslizado suavemente entre sua barriguinha subindo lentamente até seus pequenos e durinhos seios, cabia todo em minhas mãos, sua pernas já a mostra entre abertas, sem conseguir resistir, virei a cadeira de frente pra mim, me abaixei abrindo ainda mais suas pernas, sua calcinha praticamente na minha cara, ainda por cima dela comecei a passar minha lingua, dando leves mordida em sua bucetinha ainda desconhecida para mim, lambendo-a assim como um cão no cio faz com sua cadela, enquanto ainda tinha seus seios em minhas mãos, nesse momento ela começou a se contorcer de tesão, já podia sentir sua buceta molhada, exalando um cheiro agradável, como nunca havia sentido. Puxando a calcinha de lado pude ver aquela preciosa xaninha ainda com poucos pelos, mas notei que seu grelinho estava bem desenvolvido e ainda com a linguá pude sentir ainda mais o seu gosto e aquele cheiro delicioso num néctar de uma donzela com um pouco de urina, já com o caralho totalmente enrijecido mal cabendo dentro das minhas calças, ao mesmo tempo que tirava sua blusinha abaixava minhas calças e me livrando da cueca deixando meus 22 cms todo a mostra, ela não resistiu, segurando praticamente com as duas mãos, começou a me punhetar, naquele momento ela só de saia e calcinha, peguei a no colo levando pro meu quarto, colocando ela de bundinha pra cima, ao mesmo tempo tirava suas roupas que ainda restavam, nuazinha na minha frente que corpo lindo, pensava eu.. Aquela bundinha toda na minha frente e com a lingua fui desbravando aquele cuzinho ainda virgem, ao mesmo tempo que tinha a visão de sua bucetinha, no sabia o que lamber, na duvida subia e descia entre aquela xoxotinha e aquele cuzinho. Na verdade o que mais queria era não sair de perto daqueles tesouro da natureza. Por longo tempo fiquei chupando sua buceta, já numa posição de 69, ela sugando meu caralho e eu lambendo tudo aquilo. Na hora de colocar meu caralho dentro dela, pensei em usar um lubrificante, mas que nada ela já estava toda encharcada, meus 22 cms entraram lentamente mais com muita determinação, ela já sentindo todo ele dentro dela, disse rapidamente que a amiga (Vivian) contava como a comia e que aquele momento seria único em sua vida.. Com ela montada por cima, via todo seu corpinho; seus seios; sua boca; e aquele angelical rostinho, que momento sublime, quando percebi que ela ia gozar, numa explosão de êxtase, enchi a sua bucetinha de porra, em fortes jato, ela se contorcia e gemia alto enquanto ainda jorrava porra dentro dela,. Num longo beijo nos deitamos ainda com ele dentro dela, e la ficamos por longo tempo. Que se repetiu por varias vezes, sempre as escondidas, sem sua mãe e sua amiga desconfiarem...
P. s. Até quando sua mãe descobriu e acabou com todas as nossas brincadeirinhas.

Foto Perfil chucri

Ficha do Conto

Escritor:
sex

Nome do conto:
MÃE, FILHA E AMIGA - Minhas três mulheres–Complet

Codigo do conto:
9963

Categoria:
Virgens

Data do Envio:
13/07/2010

Quant.de Votos:
14

Quant.de Fotos:
2

Compartilhe
Tweet esse conto! Digg esse conto! Adicionar esse conto no del.icio.us
Foto 1 do Conto erotico: MÃE, FILHA E AMIGA -  Minhas três mulheres–Complet

Foto 2 do Conto erotico: MÃE, FILHA E AMIGA -  Minhas três mulheres–Complet




Clique aqui para enviar uma mensagem (scrap) para o autor desse conto.

Gostou desse conto? Nao deixe de compartilhar com seus amigos no twitter. Tweet esse conto!






Escreva o seu Comentário

Importante:Comentário com número de telefone serão apagados.


Para fazer um comentario a respeito desse conto ou mandar um scrap para o autor. Voce precisa logar em nosso site.

Ultimos Comentários
Comentado por: pinheiro em: 26/01/2012
Parabéns
Comentado por: brucutu em: 07/09/2010
me mande seu email que verei como enviar uma calcinha dela usada, cheirando tesão
Comentado por: brucutu em: 05/09/2010
ola. me mande seu email. verei como enviar a calcinha dela. mario (brucutu)
Comentado por: bacanéx em: 19/07/2010
por favor me consegue uma calcinha delas vai por favor!!!!!!! Bjs.

Contos enviados pelo mesmo autor
Codigo Nome do Conto Categoria Ranking
549 Esposa e enteada - A calcinha Incesto 20
9053 SOBRINHA - Meu Presente Incesto 23
9086 MÃE FILHA e AMIGA - Minhas três mulheres - Fantasias 21
9148 PROFESSOR COMENDO GAROTINHA Fantasias 16
9747 Minha empregadina - Minha amante - com fotos Virgens 33
© Copyright 2000-2014 www.contoerotico.com - Todos os direitos reservados
Web Design/Hosting - Dynamic Web Solutions Corp - USA