Contos Eroticos
Adicionar em seus Favoritos RSS conto Erotico Torne o Conto Erotico a pagina principal de seu navegador
O mais excitante site de Contos Eróticos da Lingua Portuguesa.
Username: Senha:
Esqueci minha senha | Quero ser usúario
Principal   Publicar Contos   Painel de controle   Últimos Contos   Mensagens/Scrap   Blog Erótico   Entrar em contato  
Contos Eroticos
   Contos por intervalo
   Por categoria
   Últimos Contos
   Melhores Contos
   Contos com foto
   Publicar Contos
   Publicar Com fotos
   Buscar (Search)

Quadrinhos Eróticos
   Quadrinhos eróticos
   Enviar Quadrinhos

OPÇÕES
   Painel de Controle
   Meu Album de fotos
   Cadastro usuário
   Mensagens (Scraps)
   RSS
   Entre em contato
   Ajuda (Duvidas)

SITES PARCEIROS
   Blog Erótico
   Irotica Videos
   Videos Eroticos
   Relatos Espanhol
   Galaxia Gay
   Videos de Famosas
   Piadas Web

REDES SOCIAIS
   Twitter
 
 
 
 





NO ESCRITÓRIO DO MEU PAI


Queridos amigos, estou encantada com a quantidade de mensagens recebidas e com os votos aos meus contos. Com isso, sinto mais vontade de escrever histórias, para que possam sentir todo o meu carinho por vocês.
Sempre fui muito safadinha e sou vidrada em filmes pornôs....quanto mais safados, mais eu gosto.
Numa tarde dessas, estava no meu quarto, assistindo um filme tão tesudo, que tirei do quarto do meu pai, sobre carnaval, onde rolava tudo o que se pode imaginar...
Estava tão entretida, que me esqueci de trancar a porta , quando minha mãe entrou e me pegou em flagrante. Ela teve um ataque e por pouco não me bateu; mas fez pior: tirou o filme do meu vídeo e não pude ver o resto...
Quando papai chegou, ela foi tomar satisfações com ele, dizendo que ele comprava essas safadezas e largava jogadas por aí....
Meu pai, que é meu cúmplice em tudo, me deu uma bronca, me botando de castigo por 1 mês. E para que eu não fugisse de casa, teria que ir todos os dias ao escritório dele, para aprender a profissão com ele. Minha mãe então ficou satisfeita, pois tinha se livrado da minha pessoa..
Quando ela saiu do meu quarto, papai chegou pertinho de mim e me disse que eu não ficasse triste, porque poderia ver o filme no escritório dele, logo que a secretária saísse.
No dia seguinte, como eu ainda estava de férias, fui com ele para o trabalho.
Claro que fingi estar aborrecida e nem falei com ele no café da manhã..
Assim que papai pegou o carro, mudou logo com a sua maneira de me tratar, me abraçou e disse que eu tinha puxado a ele, em matéria de sacanagem, porque ele era o homem mais safado e sem vergonha do mundo e como sua filha, é claro que seria igual a ele...
E assim lá fomos nós, papai perguntando o que eu tinha visto do carnaval pornô e eu contei em detalhes, o que fez com que ele ficasse de pau duro e procurasse disfarçar. Quanto mais conversávamos, mais íntima dele eu ficava, a ponto de responder a ele, tudo o que ele queria saber sobre o fato de eu gostar de ver sexo explícito...Comecei a me sentir excitada e minha calcinha logo ficou molhadinha, mas procurei ser o mais sincera possível nas minhas respostas..
Papai então, me disse que eu iria aprender sobre sexo, porque já estava na idade de namorar e precisava saber como fazer....E enquanto o carro andava, ele me falou de tesão, do que rolava entre homens e mulheres, de trepadas gostosas, de paus duros, de gozar, de sexo oral....Aí, perguntou se eu sabia o que era um 69, e quando eu respondi que não, ele me disse que era uma forma carinhosa do homem expressar o seu tesão por uma mulher, e a mulher também chupava o pau do homem, para lhe dar prazer....E quando ambos gozassem, beberiam o leitinho, um do outro....
Quanto mais ele falava, mais excitada eu ficava e olhando disfarçadamente para o pau dele, via aquela maravilha muito dura, dentro da calça...
Papai, notando que eu olhava, me perguntou se eu já tinha segurado um caralho na mão e como respondi que não, ele abriu a calça e pegando na minha mão, colocou em cima dessa beleza...o cacete dele estava todo babado e ele me explicou que sempre que o homem sente tesão, fica assim, babando e pedindo carinho.....
Fui segurando o pau dele, enquanto ele botava a mão na minha perna....como eu estava de saia, a mão dele foi subindo até encontrar minha xoxotinha, toda molhadinha de tesão...Papai então me disse que eu também era parecida com ele e que ficava logo molhada quando falava sobre sexo.
E ficamos ali, nos acariciando, até que chegamos ao escritório dele.
Tivemos que esperar um pouco, até que o pau dele amolecesse e eu me sentisse com menos tesão. Subimos então para o andar dele e entramos, como se não tivesse havido nada entre nós...Eu estava com cara de zangada e papai fingia que me tratava mal, por causa do castigo que me dera....
Fiquei na sala dele, sentada em outra mesa, fingindo que estava lendo assuntos do escritório dele, quando na verdade, ele havia colocado revistas de sacanagens dentro, para que eu me divertisse..
Adorava cada minuto dessa situação, mas sempre que a secretária entrava na sala, eu fingia que estava chateada com meu pai.
Assim, o dia passou e finalmente a moça foi embora e ficamos só nós dois. Papai então, liga para a minha mãe e diz que eu tinha sido malcriada com ele e por isso, ficaria até bem mais tarde com ele no escritório...
Então, entrou no banheiro, tomou um banho e voltou com um short largo e, depois descobri, sem cueca...não usava camisa, só o short. Me mandou também tomar um banho gostoso e me deu uma camiseta dele, com mangas e que ia até o meio das minhas pernas. Como sempre levo uma calcinha na mochila, vesti a calcinha de renda e voltei para a sala dele.
Papai fecha as cortinas da sala e abrindo uma porta dentro da sua estante, me mostra o seu DVD e me diz que agora chegara a hora de satisfazer a minha curiosidade.. Fiquei logo excitada e vi que papai também estava de pau duro. Mas antes de colocar o CD, ele me mostrou uma prateleira embutida na estante, cheia de filmes de sacanagem..Tinha para mais de uns 200 e papai disse que todos os dias, assim que a secretária saía, ele relaxava vendo um filme gostoso e tomando um drink. Claro que logo perguntei se ele me deixaria ver tudo, ao que ele me respondeu que sim, que daqui por diante, eu iria saber tudo sobre sexo e sacanagem...
Nos sentamos no sofá de couro macio, papai me puxou para perto dele, me abraçando...... E colocou o filme.
A sala estava escura, só com o brilho da tela da TV. O som do carnaval tomou conta da sala e começamos a ver homens e mulheres, de máscaras, dançando de uma maneira bem safada, segurando as mulheres por trás, levantando os sutians delas e segurando os seus peitos.. Fiquei impressionada, porque outros homens vinham pela frente e enfiavam as mãos dentro das calcinhas e começavam a tocar uma siririca nas xoxotinhas delas....Cheguei a contar 6 homens em volta de uma só mulher...Muitos botaram os caralhos para fora do short e batiam punheta, enquanto mexiam nelas...Alguns, mais safadinhos, se ajoelhavam no chão e enfiavam a boca nos seus grelinhos.....E a filmadora chegava bem pertinho para mostrar as xoxotas delas..
Meu pai então, me pergunta se eu já tinha visto uma suruba, pois aquela festa era uma grande suruba...E começou a me explicar que os homens e mulheres precisam fazer loucuras para se sentirem felizes....E eu olhava aquilo tudo, sentindo meu tesão crescendo a cada momento que passava olhando o filme.
Papai sentiu que eu estava inquieta e me chegando para bem perto dele, me disse que era normal o que eu estava sentindo e que ele iria me ensinar o que fazer para voltar ao normal. Dizendo isso, tirou seu short e me deu seu caralho para segurar, enquanto tirava minha roupa toda, caindo de boca nos meus peitinhos, que já estavam de biquinhos duros...Sou bonita e tenho um corpo perfeito; então papai começou a me acariciar, dizendo que eu prestasse muita atenção ao que rolava na tela, porque ele faria igual comigo. Ao sentir sua mão na minha xoxota ensopada, perdi a vergonha e abri as pernas para facilitar o carinho...Papai, sentindo que eu estava gostando, ajoelhou-se no chão e meteu a boca na minha xoxota e começou a lamber e a fazer carinho com os dedos, no meu buraquinho.....
AAAAAhhhhhhhhh que delícia, eu comecei a gozar e a gemer....papai me lambia o grelinho duro de tanto tesão, massageando com a língua bem gostoso, me fazendo gozar cada vez mais.
Já não sabia se via o filme, ou se participava do prazer que estava recebendo dele.....
Quando o filme acabou, papai parou de me chupar e sentando-se no sofá, me disse que agora seria a minha vez de aprender a dar prazer a um macho.....E abrindo as pernas, me entregou seu caralho e pegando na minha cabeça, enfiou tudo na minha boca, pedindo para que eu mamasse nele. Quase me engasguei com tanto cacete, mas bem orientada por ele, aprendi rapidinho a mamar, a lamber e a chupar aquela maravilha....Que delícia o caralho dele, duro e macio ao mesmo tempo...uma cabeça vermelha e devia ter uns 20cm.
Quanto mais eu mamava, mais meu pai escancarava as pernas e me pedia para ir descendo com a boca e a língua....Mamei no seu saco, coloquei suas bolas na minha boca, uma de cada vez, e ele me empurrava cada vez mais, até que cheguei ao seu buraquinho.....Aí, ele me pediu que botasse a língua no buraquinho e ficasse ali lambendo gostoso, enquanto batia uma punheta nele....
Papai gemia e me xingava de sua puta escrota, de vadia, vagabundinha do papai, e mil outras coisas gostosas.....
Quando ele sentiu que iria gozar, puxou minha cabeça para o caralho dele e me mandou beber todo o leitinho que iria sair do seu pau, e que esse leitinho se chamava porra.....
Papai começou a ficar agitado, a se contorcer e a pressionar minha cabeça para engolir todo o cacete, até que começou a gozar e a urrar ao mesmo tempo....Ele se esfregava na minha boca, apertava meus peitinhos e empurrava o pau pra que eu não perdesse o seu leitinho, que saía em jatos.....Foi minha primeira mamada e adorei o sabor da porra dele....
Então ele voltou a chupar meu grelinho e me fez gozar como uma cadela no cio...
Caímos os dois no chão, exaustos com esse gozo e ali ficamos por uns 15 minutos, até que voltássemos ao normal....
Papai me acariciou gostoso, me beijou na boca e disse que aquela havia sido minha primeira aula sobre sexo e que eu era uma verdadeira fêmea, a puta que todo homem desejava ter na sua cama.
Combinamos então que no dia seguinte haveria coisas novas para eu aprender e então fomos tomar um banho gostoso, dessa vez, os dois juntos, um lavando o outro...As carícias rolaram, mas já estava tarde e papai achou melhor deixar para o dia seguinte......
Voltamos para casa, felizes da vida e ainda pude mamar mais uma vez no cacete dele, fazendo ele gozar na esquina da nossa rua....
Adoro esse castigo que meu pai está me dando!!!!!! Mas para a minha mãe, estou super chateada com esse homem gostoso.......
Queridos, se gostaram do conto, me escrevam e votem nele, ta?
Eu os amo muito e sem vocês, não saberia escrever...
Beijos tesudos, meus amores                                


Ficha do Conto

Escritor:
priscila

Nome do conto:
NO ESCRITÓRIO DO MEU PAI

Codigo do conto:
997

Categoria:
Incesto

Data do Envio:
06/03/2003

Quant.de Votos:
11

Quant.de Fotos:
0

Compartilhe
Tweet esse conto! Digg esse conto! Adicionar esse conto no del.icio.us



Clique aqui para enviar uma mensagem (scrap) para o autor desse conto.

Gostou desse conto? Nao deixe de compartilhar com seus amigos no twitter. Tweet esse conto!






Escreva o seu Comentário

Importante:Comentário com número de telefone serão apagados.


Para fazer um comentario a respeito desse conto ou mandar um scrap para o autor. Voce precisa logar em nosso site.

Contos enviados pelo mesmo autor
Codigo Nome do Conto Categoria Ranking
902 NO CINEMA COM PAPAI Incesto 29
907 Viagem ao Nordeste Incesto 17
909 FÉRIAS NA FAZENDA COM PAPAI Incesto 21
910 FÉRIAS NA FAZENDA COM PAPAI II Incesto 15
939 O MOTORISTA DO PAPAI Incesto 14
955 O MÉDICO DO PAPAI Incesto 9
977 CARNAVAL COM PAPAI Incesto 6
982 Titio veio morar na minha casa Incesto 10
1000 FÉRIAS COM MEU TIO Incesto 7
1001 FÉRIAS COM TITIO II Incesto 10
© Copyright 2000-2014 www.contoerotico.com - Todos os direitos reservados
Web Design/Hosting - Dynamic Web Solutions Corp - USA