DOMINGÃO - Parte 16



Depois da aulinha e de um longo banho, tipo me sinto totalmente outra. Aviso que ele pode tomar seu banho e vou para o quarto sem esperar resposta.
Esvazio minha mochila em cima da cama, a coisa mais “sexy” que acho é uma outra sunguinha, parecida com aquela que usei durante o dia, mas branca, por acaso ainda tenho uma regatinha, também branca. Visto as duas coisas, e depois de um monte de manobras no espelho, consigo um resultado que me agrada, rezando para que agrade a meu HOMEM também. Nesse momento eu paro, tipo caindo em mim mesmo, percebo que minha real segunda intenção é parecer o mais feminina possível para ele, Willy, meu namorado meu homem ! Assim que término de ajeitar minha camiseta, ele entra. Eu perto do espelho, ele ainda na porta e ;

- Uauuu, Delícia você !

Como tinha feito umas “magícas” com a sunguinha, ficou mais cavadinha, e meio que me deixando com mais um poquinho de quadril. Giro umas vezes em frente do espelho e dele, que parece gostar do resultado.

- Menina linda e tesuda, seu rabinho agora vai ser meu !

Não sei se fico triste ou contente, já que tinha demorado um tempinho na produção daquele look, que parecia que ia ser destruido em segundos. Ele me agarra e não sei bem o que faz com a mão e com a sunga que ela se enterra completamente no meu bumbum e meu grelinho fica totalmente esmagado pelo tecido da sunga. O resultado é uma mistura deliciosa de uma dorzinha básica e tesão.

- Tá na sua hora de me pagar pelas aulas e pelo tesão que me fez passar na praia, sua PUTA !

Dito isso, sou jogada na cama, a sunga desaparece. Ainda de bruços na cama, ele me obriga a empinar a bunda de uma forma quase inimaginável. Suas mãos fortes, afastam minhas nádegas, nisso sinto sua lingua deslizar em volta do meu cuzinho. Isso não dura muito, pois logo toda sua boca se encaixa no meu rabo e a lingua safada brinca dentro do meu cú. Gente, não sei, não sei mesmo, descrever a sensação que ela me causava. Não desmaiei, mas sai de mim completamente, aquilo não era desse mundo, não mesmo ! Somente depois de um tempo enorme, ele pegou meu grelinho, a impressão que dava era que estava com raiva um hora, tesão na outra. Não sei se demorou ou não, mas no minuto seguinte, ele me vira de costas na cama, levanta minhas pernas e se afunda de uma so vez no meu rabo.
Dessa vez fico quieta, mas agarro seus cabelos e puxo forte. Em retribuição ele mete com ainda mais força. O jogo vai se alternando até ele puxar ainda mais forte meus cabelos e soltar

- Puta, vou encher teu cu de porra, vagabunda !
- Me rasga AMOR, me enche de porra, sou tua puta, você sabe , amor ! Meteeee...
        
Não falo mais nada. Ele segura meus braços, trava minhas pernas com as suas, senti seu pau despejando sua porra no meu rabo. Nessa hora tenho toda certeza do mundo que essa é minha sina ...

Ele esvazia seu pau em meu rabo, mas me mantem completamente imovel, quando finalmente, seu pau descansa e sai de dentro de mim, ele vai liberando meu corpo e rola para o lado.
Eu apenas ACHO que aquilo terminou, engano meu. Tão logo ele se ajeita ao meu lado, agarra meus cabelos, me fazendo levantar o corpo.

- Agora, sua PUTA você vai me mostrar por que é minha PUTA ! Limpa meu pau ! Agora !

De uma forma muito brusca, ainda me segurado pelos cabelos, aproxima mina boca do seu pau.
Confesso a ideia daquilo me parecia meio nojenta, eu ainda era muito fresquinha nesse tempo, mas como não tinha saída nenhuma, coloquei seu pau inteiro na boca. Passados uns instantes, notei que o gosto do seu pau lembrava o cheirinho do creme que usei par finalizar a lavagem. Entreguei-me à tarefa de limpar completamente aquela delicia quente. Acho que nos dois achamos que era a conta exatamente ao mesmo tempo, pois outra vez de forma brusca, pelo cabelo ele me puxou de novo e me beijou. A diferença foi, que desta vez, 5 segundos depois ele quase engolia minha lingua.
Meu grelinho já estava duro fazia um tempo, não tinha conseguido gozar até aquele momento. Como Willy era a personificação de um cafajeste, abocanhou meu grelinho e finalmente me fez gozar. Quando percebeu que estava mais calma, ele vem subindo em direção ao meu rosto, de um jeito nada sutil segura meu maxilar e consegue fazer com que eu abra a boca, na sequência despeja meu leite em minha boca !

- Engole minha puta, engole tudinho !

Obedeço, ao perceber que terminei minha tarefa, ele me beija longamente !

Coloco meus braços em seu pescoço, olho dentro dos seus olhos.

- Quero ser tua mulherzinha ! Me faz assim ????

Não fala nada, mas me puxa com força contra ele e eu aperto ainda mais o abraço.

Nesse momento, acho que os dois apagam de vez !

(segue 17)

Foto 1 do Conto erotico: DOMINGÃO - Parte 16

Foto 2 do Conto erotico: DOMINGÃO - Parte 16

Foto 3 do Conto erotico: DOMINGÃO - Parte 16


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Twitter Facebook

Comentários


foto perfil usuario hedonista67

hedonista67 Comentou em 13/04/2019

Nossa, você me deixa com muito tesão, com muita vontade de comer tua bunda gostosa. Putinha safada !!!




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


136049 - Descobrindo as coisas ! - Parte 2 - Categoria: Travesti - Votos: 12
136052 - Mudando as coisas ! - Parte 4 - Categoria: Travesti - Votos: 7
136053 - O copo d'agua ! - Parte 5 - Categoria: Travesti - Votos: 7
136054 - Então acontece ... - Parte 6 - Categoria: Travesti - Votos: 3
136055 - Timida ! Parte 7 - Categoria: Travesti - Votos: 9
137125 - O Sábado - Parte 8 - Categoria: Gays - Votos: 4
137127 - O banho - Parte 9 - Categoria: Gays - Votos: 7
137135 - Passando o dia - Parte 10 - Categoria: Gays - Votos: 3
137138 - Janta - Parte 11 - Categoria: Gays - Votos: 2
137177 - Um incômodo - Parte 12 - Categoria: Gays - Votos: 2
137178 - Finalmente, praia ... - Parte 13 - Categoria: Gays - Votos: 5
137180 - Boteco e Almoço - Parte 14 - Categoria: Gays - Votos: 4
137182 - Aulinha Básica ... - Parte 15 - Categoria: Gays - Votos: 3
137244 - A KADÍMIA, digo A ACADEMIA ! Parte DOIS - Categoria: Gays - Votos: 4
137245 - A KADÍMIA, digo A ACADEMIA ! Parte TRÊS - Categoria: Gays - Votos: 2
137286 - A KADÍMIA, digo A ACADEMIA ! Parte UM - Categoria: Gays - Votos: 2
137332 - A KADÍMIA, digo A ACADEMIA ! Parte QUATRO - Categoria: Gays - Votos: 4
137333 - A KADÍMIA, digo A ACADEMIA ! - Parte CINCO - Categoria: Gays - Votos: 5
137334 - A KADÍMIA, digo A ACADEMIA ! - Parte SEIS (FIM) - Categoria: Gays - Votos: 3
138597 - RAFAEL ou o ENCONTRÃO - Parte 1 - Categoria: Gays - Votos: 4
138598 - RAFAEL ou o Encontrão - Parte 2 - Categoria: Gays - Votos: 2
138599 - RAFAEL ou o ENCONTRÃO - Parte 3 - Categoria: Gays - Votos: 2
138601 - RAFAEL ou O ENCONTRÃO - Parte 4 - Categoria: Gays - Votos: 5
138645 - RAFAEL ou O ENCONTRÃO - Parte 5 - Categoria: Gays - Votos: 3
138646 - RAFAEL ou O ENCONTRÃO - Parte 6 - Categoria: Gays - Votos: 4
138648 - RAFAEL ou O ENCONTRÃO - Parte 7 - Categoria: Gays - Votos: 4
138649 - RAFAEL ou O ENCONTRÃO - Parte 8 - Categoria: Gays - Votos: 2
138679 - RAFAEL ou O ENCONTRÃO - Parte 9 - Praia - Categoria: Gays - Votos: 4
138680 - RAFAEL ou O ENCONTRÃO - Parte 10 - FIM - Categoria: Gays - Votos: 4
138684 - MUDANDO AS COISAS - Parte 3 - Categoria: Gays - Votos: 4
139646 - Pra casa - ( Willy ) - Parte 17 - Categoria: Gays - Votos: 2
139647 - Fim de semana - Sábado - (Willy) - Parte 18 - Categoria: Gays - Votos: 1
139658 - Mais um sábado - (Willy) - Parte 19 - Categoria: Gays - Votos: 2
139663 - Morando juntos - (Willy) - Parte 20 - Categoria: Gays - Votos: 3
139668 - Primeiro dia de casada - (Willy) - Parte 21 - Categoria: Gays - Votos: 4
139743 - Morando juntos - (Willy) - Parte 22 - Categoria: Gays - Votos: 4

Ficha do conto

Foto Perfil livianerd
livianerd

Nome do conto:
DOMINGÃO - Parte 16

Codigo do conto:
137183

Categoria:
Gays

Data da Publicação:
12/04/2019

Quant.de Votos:
5

Quant.de Fotos:
3