Capítulo 3: Surpresas, submissão e voyeurismo



Capítulo 3: Surpresas, submissão e voyeurismo

Meu marido tinha que ir em uma viagem de negócios por alguns dias eu decidi surpreendê-lo...Eu fui nua vê-lo em seu escritório para excitá-lo. Ele compensará a minha falta de sexo nos últimos dias e devia sair dentro de 1 hora.

Eram apenas 6 da manhã ... Apenas com uma camisola leve, eu me esgueirei até ao escritorio dele e, passando pela porta, via o por trás, com os pés em sua mesinha na frente de seu computador. Eu rapidamente tirei minha camisa, me dirigi lentamente atrás dele e estava prestes a colocar minhas mãos ao redor dele quando olhei o écran!
 

Meu coração párou e fiquei congelada em estado de choque. No écran,uma mulher levando   na bunda na frente de seu marido. Fiquei chocada,nunca pensei que meu marido gostasse de ver tal coisa, mas devo admitir que um pouco de excitação subiu e desceu em minha espinha. Olhando para baixo, vi que meu marido tinha seu pau para fora e ele o acariciava enquanto assistia ao filme.

Curiosamente me senti menos culpada na minha conciência,sem fazer barulho voltei para a cama..mal meu marido saiu eu fui ver o historico no seu computador,fiquei abismada,o site que meu marido consultava chamava-se "cuckold ",cenas de mulheres fodidas na frente dos maridos

Também descobri que ele estava escrito num forum de "corninhos" fiquei sabendo que   a sua maior fantasia seria me ver fazendo sexo com outro homem, especialmente um homem mimado pela natureza....e que gostaria de me lamber a boceta depois de ser "usada" por outro....nunca pensei que ele adorava ser um corno manso.


Completamente maluca de tesão,eu precisava de algo para apagar o tesão que estava sentido,pensei no meu amante, telefonei ,perguntando se podia ter uma consulta de urgência,ele me propôs algo diferente uma ida ao cinéma .

Eu tomei um banho e me certifiquei que nenhum pêlinho desagradável desfigurava a beleza da minha boceta.Para agradar meu amante, coloquei algo sexy que ia destacar meus seios e minha bunda. Minha escolha foi em uma saia curta que eu coloquei sem calcinha. Então eu pus uma blusa velha um pouco pequena demais para mim. Eu passei e me admirei no espelho. Ela mal cobria meus seios e o decote ia para os meus mamilos! E como era muito curta eu tinha o umbigo no ar!


Parecia que a única coisa que permanecia coberta eram os meus mamilos. Eu nunca iria querer usar algo assim em público, mas naquela manhã, após o que descobri sobre o meu marido e como estava excitadissima ... eu não me importei. Naquela manhã ... eu me transformei a puta do meu amante, a cachorrinha dele ...

Fomos ver um filme, mas por causa das muitas pessoas ao nosso redor, não deu para nos tocar como gostaríamos. Exceto os últimos quinze minutos do filme em que meu amante conseguiu deslizar a mão debaixo da minha bunda e me masturbar minha boceta...

Para todos, eramos apenas um casal sentado perto um do outro e não uma mulher casada e um amante intimamente próximos em um relacionamento de adultério. Depois do cinema, ele me levou para um desses lugares mal iluminados, onde podiamos ter uma conversa muito particular em uma alcova sem ser incomodados. Felizmente, ninguém que conhecemos atraiu nossos olhos. Apenas sentado, ele imediatamente se inclinou e plantou um grande beijo molhado em meus lábios enquanto agarrou um dos meus seios ...

Estava muito feliz que finalmente possamos estar sozinhos, mesmo que houvesse outras pessoas por perto. Eu deixei minha mão correr em sua virilha para garantir a condição de seu pênis. Estava dura e boa mulher como sou, eu liberei o monstro!!!

Sua mão passa por baixo do meu pull e descobriu que tinha uma blusa. Imediatamente, sinti que ele tentando puxar meu pull para tentar removê-lo. Minha buceta enviou uma descarga elétrica em meu corpo e eu deslizei minha língua em sua boca. Eu acariciei-o e deixei-o puxar o meu pull por cima da minha cabeça. Ele jogou atrás de nós e olhou para os meus seios expostos porque puxando meu pull minha blusa foi bem acima dos meus seios.

Eu não estava à vontade porque não estamos muito longe do bar onde havia homens tomando uma bebida, eu disse a mim mesma que eles não podiam me ver e que eu podia puxar minha blusa para cobrir meus seios a qualquer momento, mas não tinha certeza se queria isso ?!


- querida... olhe para os seus seios ... eles são tão sexy ... assim ... expostos, ele olhou em volta como se percebesse que estamos em um lugar público pela primeira vez.

Vendo que ninguém estava por perto, ele se abaixou e começou a chupar meus mamilos. Eu quase gozei pensando de que alguém poderia nos surpreender e minha buceta estava ficando encharcada de tesão . Todas as minhas frustrações e minha energia sexual armazenadas em mim começaram a relaxar quando deixei meu amante me tratar assim.

Uma de suas mãos abriu minhas coxas e de novo minha saia subiu revelando minha buceta muito molhada. Minha buceta ... e meus lábios de buceta visíveis ?! Eu não podia me impedir de gemer "Uhhhhmmmm ... Aaaahhhhh ... oh" foi um orgasmo explode através de mim. Como se ondas de lava derramando-se em minhas veias, me inclinei e me segurei na mesa porque minhas pernas estavam muito fracas. Eu sinti as mãos de alguém nas minhas coxas. Era o meu amante que levantou minha saia até minha cintura e farejava minhas nádegas.

- hum, você cheira bem ... se você se sentar na minha frente para que eu coma sua linda buceta bem molhadinha...

Completamente desconectada do mundo e do corpo em transe Eu sentei na borda e pés no banco, eu abri minhas coxas para dar-lhe acesso a minha buceta.Eu olhei para ele que tinha um olhar fixo a minha boceta e ele estava excitado e feliz ao ver que eu obedeçi, apesar dos homens na esquina do bar que podem suspeitar do que estamos fazendo e pensando que sou uma puta.

Ele levantei minhas pernas e as passei em seus ombros. Nesta posição, estava totalmente aberta e exposta. Ele lentamente introduziu seu rosto entre minhas coxas e sua língua começou a lamber minha buceta para cima e para baixo empurrando meu desejo sexual para um clímax.

Eu fechei meus olhos e deixei cair a cabeça para gemer e respirar com dificuldade. Ele fez isso de novo e de novo e de novo. Meu suco flui para fora de mim, pingando no meu cu para a mesa . Eu olhei para ele que mergulhou a língua para dentro do meu buraco aberto.

- Oooh ... Olha o que você faz para mim ... ... em público ... você me faz uma bela cadela.

-sua buceta é tão deliciosa ... parece que ninca fico saciado.

Ele agarrou meus tornozelos, dobrou meus joelhos, atirou nos meus seios e abriu bem minhas coxas. Eu sei o que ele queria ?! Ele queria ver meu cu ?!

Eu não deixei os seus olhos porque minha fantasia secreta ia ser realizada. Quantas vezes eu fantasiei para ter meu cu lambido, para dar acesso a minha bunda para um estranho, para me agarrar a ele, implorando-lhe, impotente, para parar. Meu amante ia fazer isso para mim? Eu vi sua língua escorregar na minha buceta e um pouco tocar meu cu... que sensação ... ele começou a empurrar a ponta da língua no meio da minha corola escura ... Eu parecia que ia explodir


O inevitavél aconteceu ... ela entrou na minha bunda e eu gemi

- Huuuummmm ... minha bunda ... comer minha bunda ... minha buceta está pegando fogo e minha bunda queimando ...

E eu gemi fortemente. Felizmente para nós, a música era muito forte e afogava meus gritos de paixão.Ele se moveu para baixo, quase sob minhas nádegas e ele entra e sai com a língua do meu cu com facilidade. Eu não podia acreditar que isso estivesse acontecer comigo, eu me levantei um pouco para ter uma melhor visão .

Meu amante tinha a boca bem aberta com a língua enterrada no fundo do meu cu, enquanto o meu suco de buceta fluia na sua língua e na sua boca... foi demais. Eu gozei e empurrando minha bunda para me empalar o máximo possível em sua língua dura.

Meu prazer foi tão intenso, muito mais durável. Eu virei a cabeça e vi um homem em pé atrás da mesa de bilhar, no canto da parede que olhava para nós, ele olhava para minha boceta nua e para a língua do meu amante que fodia minha bunda. Nossos olhos se encontraram e eu tremi sob outro orgasmo. Ele não deveria estar là naquele momento. Eu fechei meus olhos, mas pensando que um estranho estava me vendo , outro orgasmo acendeu meu corpo.

Eu sempre sintindo a língua do meu amante no fundo da minha bunda. Eu vi que o estranho ainda está lá, que continuava olhando para nós ... olhando para mim. Minhas pernas giram um pouco, para dar a ele a oportunidade ... de dar uma olhada em mim. Eu acho que não tinha que fazer isso ... mas eu era uma vagabunda então ...


Eu não pudia parar mesmo se quisesse ... deixei que esse estranho olhasse para o que meu amante estava fazendo comigo. Ele acabou por abandona minha buceta para cuidar dos meus seios.

- minha querida putinha ... quero te foder agora ... vou foder sua bucetinha tão gostosa ...

- Oh sim ... faça isso ... foda-me querido ... Eu quero você em mim, liberta minha buceta, ela quer seu pau duro.

Eu olhei para o voyeur que sorri claramente, aproveitando o show que eu estava ofereçendo. Olhando para sua virilha, vejo uma ereção óbvia em suas calças. Sim, ele estava gostando do show.
 

Ele colocou seu pau na entrada da minha buceta e ele empurra seu pau ... Estava tão molhada que ele não teve nenhum problema para meter seu pau grande na minha buceta. Eu até achei que podia levar dois paus dentro de mim. Dois caralhos duros ... Eu assisti meu voyeur novamente. Ele estava lá, um pouco mais perto do meu amante que estava me fodendo.


Meu amante me fodendo como uma puta e um estranho estava nos observando. Eu me sinti como uma atriz pornô ... como se eu tivesse uma audiência ... como se estivesse fazendo um filme ... um fime pornografico com câmeras em volta. Aqui estava outra fantasia que apontava o nariz na minha cabeça em chamas.Eu não entendo porque era tão safadinha. Eu me perguntei se outras mulheres casadas tinham fantasias como a minha.


O grande caralho do meu amante indo e vindo selvagemente na minha buceta me fez gozar novamente. Ele gemeu mais alto e mais alto e aumentando a velocidade , pronto para descargar profundamente na porra na minha boceta de mulher casada. Mas a putinha que eu me tinha tornado tive uma ideia.

- Espere amor, não goze agora, não na minha bucetinha! Eu quero beber seu esperma ... Eu preciso provar isso ...

- Porra, você é uma cadela legal como todas as casadas deveriam ser!


Ele não sabia que havia alguém nos observando, ele não sabia que estava gravando um filme na minha cabeça ... para outra pessoa. Eu não queria contar a ele ... Eu não sei como ele reagiria. Ele estava perto de mim, ofegante e gemendo o pau em linha reta como uma estaca. De repente, ele pula em mim na minha cabeça.

- Bem, vá em frente?! Chupa até te mandar o meu gozo na boca ?!

Como recusar isso?


Eu peguei sua cauda molhada e chupei avidamente, primeiro lambendo meu suco de buceta enquanto acariciando a base de seu pênis com uma mão. Eu olhei entre as pernas do meu amante para ter certeza de que o estranho tinha uma boa visão. Ele tinha ... então eu continuei ... para ordenhar meu amante.

Com meus lábios ao redor de seu pênis e minha língua acariciando sua rede, ele não durou muito tempo,segurando minha cabeça com as mãos ele explodiu enviando na minha garganta ... Um ... dois ... três jactos de porra quentinha....não tive outra escolha que engolir tudinho

- Oh simiiii ... Sim ...que boca gostosa ... Minha linda vadia ... engole tudo?!

Eu ouvi sua voz à distância ... eu tinha acabado de fazer esporrar meu amante na frente daquele estranho que viu que eu também gostava de gozar. Eu sei perfeitamente bem que foi esses pensamentos que eu tive que causou o meu orgasmo, mas não pude deixar de pensar que é perfeitamente imoral. Tornei-me uma puta ... a puta das minhas fantasias e por isso digo a mim mesma que não foi tão ruim assim, ao contrário ... adorei. Eu amo meu amante me fodendo, eu amo chupar seu pau grande ... e eu gosto de me expor a estranhos. Não só eu sou uma mulher casada safada mas também uma mulher exibicionista ?!

Ele tirou o seu caralho amolecido da minha boca e saiu da mesa, mas ficou entre as minhas pernas abertas. Ele se inclinou e me beija nos lábios. Nossas línguas estavam procurando uma pela outra e eu beijei apaixonadamente meu maravilhoso amante. Quando finalmente ele se senta no banco na minha frente, eu procurei o meu estranho, mas ele não está mais lá. Bem, assim eu não tive nada para explicar-lhe.

-foi maravilhoso ... você sabe exatamente o que eu gosto ?! Você é um amor e estou pronta para começar essa experiência novamente.

- foi excitante ... Eu estava esperando impacientemente por um momento como estes... e eu não posso acreditar que fizemos isso em um bar onde todos pudessem nos ver.

- Eu sei, mas ... eu não estava preocupada ... e ... poderia ter me agradado se alguém parecesse ...
Pensei em voz alta me lembrando do homem que nos viu.

- Você deixaria alguém nos ver fazendo amor dessa maneira? Ele me diz como uma criança prestes a receber um presente.
 
- Oh sim ... você não percebe ... o quanto eu adoro estar contigo ... e ... faço tudo ... qualquer coisa ... você só tem que perguntar.

O que eu acabei de dizer! Isso poderia me levar a um enorme problema ... mas eu gostava de dizer a ele que eu queria ser sua puta pronta para fazer qualquer coisa para satisfazer suas fantasias.

- É verdade...Vou lembrar e você terá que manter sua promessa ... por qualquer coisa?

- Juro ?! E eu beijo ele novamente nos lábios.

- Mas está ficando tarde e devemos ir embora.

Eu estendo minha mão puxando meu pull, mas meu amante segurou minha mão.

- você poderia sair assim sem mais nada ... e sem colocar suas roupas ...


Meu amante é um verdadeiro pervertido ...
 

Eu olhei para ele para dizer não, mas a palavra não saiu da minha boca, porque eu só disse que eu faria alguma coisa? meu top estava acima dos meus seios e minha saia está enrolada na minha cintura. Se eu saisse nesse estado todo mundo vai ver meus seios grandes e especialmente minha buceta raspada e minha bunda ?! Eu vi meu amante   me avaliar ... tentando ver até onde eu podia ir.

-OK ... não há problema ... eu recolhi minha coragem e me levantei.

- Você vem meu coração, nós vamos ...

Cheguei no início do bar é a minha última chance de puxar a minha saia para baixo e ... eu não ... eu sai seguido pelo amante ... e eu certamente venci todas as putas da vizinhança.Imediatamente vi os olhos de homens olhando para mim, chocados de surpresa, mas felizes em me ver assim. Eu ouço os assobios e os comentários ... mais comentários eram picantes mais minha abordagem foi sexy.
 

Quando chegamos à porta, eu me esforçei para colocar minha saia nas minhas nádegas e eu desçi minha blusa para cobrir meus seios.Foi quando toda a barra explodiu em assobios e aplausos.

Eu puxei meu amante para mim?

- agora temos que nos apressar!

Ele se virou e viu quatro homens saírem do bar para virem até nós.Corremos para o carro e saimos daquele local rapidamente.O que me deixava ansiosa foi o facto de ele ter mostrado imagens da nossa primeira foda no consultorio , para amigos dele,supostamente do meio médical.Sempre que pensava nisso, meu coração começava a bater mais rápido, meu corpo aquecendo.....


No dia seguinte eram apenas três da tarde quando chegamos de carro ao nosso destino. Deixamos o manobrista arrumar nosso veículo e seguimos para o vestiário depois depois dirigimos rapidamente para uma mesa que ele já tinha reservado. Os pratos foram deliciosos acompanhado com champanhe. Ele continuava enchendo meu copo e me sinti um pouco alegre, quase bêbada. ele disse-me:

"Você està soberba, querida, todos os homens olham para você do canto do olho".


Devo dizer que tinha colocado saltos altos, minhas meias pretas me fixavam pernas bonitas e meu vestido muito pegajoso e bastante curto destacava meu 90B e meu traseiro ..Depois que o jantar acabou e quando pegamos nossas coisas de volta no vestiário, ele me diz ao meu ouvido:

"vai ao banheiro e tire o vestido para ficar de lingerie debaixo do casaco. Eu quero foder voçê desde o começo da refeição! fiquei um pouco surpresa, mas foi certamente sob o efeito do álcool que fiz o que ele pediu executando. Uma vez fora do restaurante , aproveitando a noite que tinha caido, ele se aconxegou bem em mim e beijou minha boca enquanto deslizava as mãos sob o casaco para embelezar minhas curvas.


No carro, quando voltamos para ir para minha casa, ele subitamente mudou de rumo .. Eu percebi rapidamente seus motivos quando chegamos no setor das prostitutas, onde hávia muitos carros que rolavam ao passo. Ele disse:

"Você viu, elas estão vestidas um pouco como você, em lingerie sexy pronto para uso" e ele acompanha suas palavras, colocando a mão direita em minhas coxas e indo em direção da minha boceta.Então ele dirigiu o carro em um beco escuro, parou o motor e se inclinou para mim. Ele abriu meu casaco para aproveitar melhor meus encantos....com uma mão desapertou meu sutiã, ele abriu bem minhas coxas. Sem dizer nada e sem resistir, entreguei-me às suas carícias e à perversidade da sua boca, que desfruta da parte livre do meu corpo.


De repente, notei que alguns homens se aproximaram do carro e estavam nos observando. Eu disse para ele que me diz que ele trancou as portas e eles eram apenas voyeurs que desejam desfrutar do espetáculo de uma mulher bonita... Eu fechei meus olhos e me deixei ir para esse calor que me agarrava. De repente, ele abaixou os bancos da frente, me faz virar e colou-se a mim.


Rapidamente ele abaixou as calças e excitadisssimo,com o seu caralho duro indo das minhas nádegas para minha buceta. Eu estava quase colada a janela do lado do passageiro quando ele me penetrou e começou a me dar grandes golpes... Mesmo que o meu primeiro instinto dizia que não era apropriado me exibir daquela maneira, todo o meu corpo apreciava a situação e eu empurrei o meu traseiro para tras para sentir melhor o seu caralho atejando dentro de mim...


Mas num gesto impensavél ele abaixou vidro que estava do meu lado e depois de apenas alguns segundos, dois ou três sexos eretos estavam na minha frente. ..ele disse-me:

"Veja bem, bela burguesa o efeito que voçê està fazendo .... Você vai aliviá-los como uma boa prostituta, tenho certeza de que eles serão gratos...

Então, dirigindo-se aos homens, ele acrescentou:" Minha putinha vai chupar vocês. Ela adora! "


Em um segundo estado, fiquei fazendo boquetes para esses homens enquanto meu amante continuava a entrar e sair de mim....apos que o primeiro gozou, foi substituído por outro, e assim por uma boa meia hora...estava toda esporrada rosto e cabelo..


Foi quando percebi que meu amante, continuando a me foder bem, estava fazendo algumas fotos com seu natel... Antes de fechar a janela, ele disse aos homens ainda presentes: "Dentro de algumas semanas, certamente voltaremos. Mas desta vez, Madame será exibida ao ar livre. Então fomos para casa em silêncio.


No carro ele me diz:

"Você se comportou muito bem, você é um amor. Enquanto esperamos pelo nosso próximo passeio, não deixarei de olhar para estas fotos maravilhosas "

e ele me mostrou-me as fotos onde eu vi minhas costas, sem que meu rosto seja reconhecível, fodida pelo seu caralho gostoso e a mina cabeça inclinada para 5 ou 6 sexos duros.Querendo mostrar a ele que eu tinha o controle da situação, peguei seu pênis na boca e depois de alguns minutos, ele gozou conduzindo.


Equanto caminhava em direção da minha casa,ele me tinha deixado uma rua antes para não dar-mos nas vistas ,Eu pensava no que acabei de viver e disse a mim mesma que realmente não era digno de uma mulher da minha idade e do meu status. Mas o calor que ainda sintia em minha barriga fizeram essas objeções desaparecerem... Não importa, eu fui para casa com meu corpo e mente acalmados.
 

As fotos que se seguem são minhas...com o meu amante!!!! ele tem uma segunda grande paixão a fotografia....e não so...
 

Foto 1 do Conto erotico: Capítulo 3: Surpresas, submissão e voyeurismo

Foto 2 do Conto erotico: Capítulo 3: Surpresas, submissão e voyeurismo

Foto 3 do Conto erotico: Capítulo 3: Surpresas, submissão e voyeurismo

Foto 4 do Conto erotico: Capítulo 3: Surpresas, submissão e voyeurismo

Foto 5 do Conto erotico: Capítulo 3: Surpresas, submissão e voyeurismo


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Twitter Facebook

Comentários


foto perfil usuario moubarato

moubarato Comentou em 14/04/2019

Linda ! voc~e é uma delícia bastante safada... vida imensa de alegrias e paz beijos interplanetários te cobrindo o corpo inteirinho... mou < : )

foto perfil usuario edu aventureiro

edu aventureiro Comentou em 13/04/2019

Um tesão de conto, mas confesso amei as suas fotos...és gostosa demais, parabéns.

foto perfil usuario laureen

laureen Comentou em 13/04/2019

❤💚😜...Oi ,Li,Votei, Parabéns,💚❤💋💋 ótimo conto,cheio de tesão!!! VOTADO.., POSSO TE PEDIR UM VOTO No meu 1º CONTO 58.222,BJOS DA LAUREEN💋💋💋 e sermos amigos(as) !espero teu sim 💜💜💜

foto perfil usuario fulano

fulano Comentou em 13/04/2019

delicia de conto e fotos

foto perfil usuario maridomaberta

maridomaberta Comentou em 13/04/2019

Um belo conto de uma mulher maravilhosa




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


135952 - A visita ....primeira traição - Categoria: Traição/Corno - Votos: 28
135953 - Segunda visita- a confirmação - Categoria: Traição/Corno - Votos: 30

Ficha do conto

Foto Perfil Conto Erotico mulherviciada

Nome do conto:
Capítulo 3: Surpresas, submissão e voyeurismo

Codigo do conto:
137226

Categoria:
Exibicionismo

Data da Publicação:
13/04/2019

Quant.de Votos:
17

Quant.de Fotos:
5