A KADÍMIA, digo A ACADEMIA ! Parte DOIS



A mão agora segura firmente minha cabeça, o pauzão começa a entra e sai da minha boca, me fazendo engasgar umas vezes. Sou forçada a parar por uns instantes, quando ouvimos barulho de um carro parando no estacionamento e sair pouco depois; as janelas dos chuveiros dava para o estacionamento da frente da academia.

Outra vez pela nuca, Luiz me faz ficar em pé, com uma facilidade tremenda ele me pega no colo, quase ao estilo noivinha, e vamos para os armários, onde ele me deita no bancão que havia ali no meio. Estou meio em êxtase, o que acontece era totalmente fora do que jamais pudesse imaginar, com um homem daqueles então ... era o sonho perfeito !

Ele apóia minhas pernas contra seu peito, ajeita a cabeçona na entradinha do meu cú e vagarosamente vai entrando, quase me rasgando. Aquele tamanho todo não era fácil e eu dava gritinhos e gemidos de dor, dorzinha deliciosa ! Quando totalmente dentro do meu rabo, ele sossega um pouco e nessa pausa brinca com meu grelinho em suas mãos enormes.

- Coisinha mais linda você tem aqui, acho que a gente pode se divertir muito com ele, mas não hoje.

Não respondo nada, estou nas nuvens. Com um braço ele segura minhas pernas contra ele e com o outro ainda brinca com meu grelinho. Seus movimentos vão ficando mais intensos e eu mais excitada, até que numa inclinada que ele dá sobre mim, ele acerta o ponto exato, meu ponto G, na segunda ou terceira bombada do seu pau eu gozo violentamente, meu corpo tremendo demais. Saio do ar de tesão, sinto apenas que continuo gozando e ele cada vez mais rápido, até que ele goza também. Enquanto ele goza vai deitando por cima de mim, ao que libera minhas pernas, que travo ao redor de seu corpo, ao mesmo tempo que o abraço com força. A respiração ofegante e quente na minha nuca é deliciosa !
Seu pauzão vai perdendo o impeto, mas mesmo assim ainda faz pressão no meu cuzinho.

Fico prestando atenção em Luiz, a medida em que vai se levantando, tira a maravilha de dentro de mim, continuo deitada. Nessa hora, mais uma olhada e descubro um detalhe misterioso ! Fico me perguntando de onde saiu aquela camisinha, em que momento ele a colocou ... Dou uma risada e ele me olha.

- Você é uma delicia, professor !
- Nem sei o que te falar, ver você gozar do nada foi demais, demais mesmo !

Ele me ajuda a levantar e me beija gostoso ! Claro, retríbuo e sua lingua é tão gostosa quanto o resto dele.

- Putz, olha a hora, tenho que fechar isso aqui por causa do alarme. Quer se lavar ?
- Não, pode deixar.

Enquanto ele ia fechar os chuveiros e apagar as luzes, começo a me vestir. Logo ele volta, terminamos de nos vestir juntos e vamos saindo. No caminho ele vai fechando portas e apagando as luzes. Chegamos no estacionamento lateral, apenas nossos carros por ali. O vigia ainda não tinha chegado , ele me expllica.

Quando vou entrar no carro, ele me segura e dá um beijão. Apertando minha bunda com sua mão enorme

- Desculpa pelo que aconteceu, mas quando vi você excitado perdi o rumo ! Sempre te achei muito sexy para um menino.
- Não precisa pedir desculpas, foi muito inesperado, mas ADOREI cada minutinho, mesmo !
Dei um selinho nos seus lábios. Ele não me solta.

- Posso uma perguntinha ?
- Claro ! Depois de tudo ...
- Verdade, então, por que nunca te vi no vestiário, você parece sempre chegar e sair vestida para ginástica ..
- Ahhh, uma coisa é que não gosto de mostrar “pelada” pra quem não conheço, outra é por isso (coloco a mão livre dele sobre meu grelinho) e a última te explico um outro dia !

Não sei se ele percebe que tinha falado pelada, no feminino mesmo. Se percebeu não deu pinta.

- E você não pode me explicar amanhã a tarde num motel ??!?!
- Credo menino, como você é rápido !
- Não custa arriscar, né ?
- Verdade, a que horas seria isso ?
- Bom, amanhã só tenho dois alunos depois das 19, assim sei lá , umas 16 ???

A cantada tinha sido tão direta, que aceitei.

- Tá bom, como a gente faz então ? A gente se encontra em algum lugar antes ou direto lá ???
- Gosta de algum motel por aqui ? Não se preocupa eu pago, mas é por causa do trânsito mesmo, esse horário é foda o trânsito !

- Verdade. Ahhh !!! E se a gente se encontrar naquele XYZ, é bem legal e super na mão pra vir pra cá !

- Verdade mesmo, me dá seu número, só por desencargo !

Passo meu número, anoto o dele e tenho uma idéia.

- Olha, tenho umas coisas para fazer de tarde e não vai valer a pena ir para casa e sair de novo, assim vou direto e te ligo passando o número do quarto.

_ Super ideia ! Combinado ! Vamos agora ?

Não espera resposta, me da outro beijo de lingua se afasta, espera que eu entre de vez no carro, fecha minha porta e sai andando. Fico olhando e pensando que ele ganhou um monteeeeeeeeeee de pontinhos em várias coisas, tipo adoro homens que me tratam ou quase como menina, mesmo quando não estou montada; outra, homens de atitude, mandões dominadores são o maximo e finalmente, quando acertou meu pontinho G e me fez gozar, foi o MOMENTO. Dou a partida e vou para casa.

Claro, minha mãe reclama do horário, respondo que fiquei conversando com uma amiga. Sem fome, vou direto para o quarto, meio que repasso minha programação para o dia seguinte, supletivo logo cedo, depois curso de cabelo, depois comprinhas basicas e já estaria quase na hora de ir encontrar com meu PERSONNAL. Nesse momento tenho uma ideia que acho fantastica, ao invés de explicar os motivos pelos quais não frequentava o vestiario da academia, resolvi mostrar. A maioria dos caras com quem fiquei ou ficava costumava adorar essa idéia, pelo que percebi do jeito de Luiz, com ele não seria diferente. Mas para isso precisava passar na casa de uma amiga. Como minha familia (mãe e irmã) não tinha a menor idéia desse meu lado mais menina, eu guardava um monte de coisas na casa de uma amiga e costumava me montar por lá, em casa apenas umas poucas coisas mais discretas, vamos dizer assim. Apesar do horario, consegui falar com minha amiga e combinei mais ou menos o horario em que ia passar por lá.

Foto 1 do Conto erotico: A KADÍMIA, digo A ACADEMIA ! Parte DOIS

Foto 2 do Conto erotico: A KADÍMIA, digo A ACADEMIA ! Parte DOIS


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Twitter Facebook

Comentários


foto perfil usuario fulano

fulano Comentou em 14/04/2019

delicia de conto e fotos




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


136049 - Descobrindo as coisas ! - Parte 2 - Categoria: Travesti - Votos: 8
136052 - Mudando as coisas ! - Parte 4 - Categoria: Travesti - Votos: 5
136053 - O copo d'agua ! - Parte 5 - Categoria: Travesti - Votos: 4
136054 - Então acontece ... - Parte 6 - Categoria: Travesti - Votos: 3
136055 - Timida ! Parte 7 - Categoria: Travesti - Votos: 8
137125 - O Sábado - Parte 8 - Categoria: Gays - Votos: 4
137127 - O banho - Parte 9 - Categoria: Gays - Votos: 6
137135 - Passando o dia - Parte 10 - Categoria: Gays - Votos: 3
137138 - Janta - Parte 11 - Categoria: Gays - Votos: 2
137177 - Um incômodo - Parte 12 - Categoria: Gays - Votos: 2
137178 - Finalmente, praia ... - Parte 13 - Categoria: Gays - Votos: 4
137180 - Boteco e Almoço - Parte 14 - Categoria: Gays - Votos: 4
137182 - Aulinha Básica ... - Parte 15 - Categoria: Gays - Votos: 3
137183 - DOMINGÃO - Parte 16 - Categoria: Gays - Votos: 5
137245 - A KADÍMIA, digo A ACADEMIA ! Parte TRÊS - Categoria: Gays - Votos: 2
137286 - A KADÍMIA, digo A ACADEMIA ! Parte UM - Categoria: Gays - Votos: 0
137332 - A KADÍMIA, digo A ACADEMIA ! Parte QUATRO - Categoria: Gays - Votos: 1
137333 - A KADÍMIA, digo A ACADEMIA ! - Parte CINCO - Categoria: Gays - Votos: 1
137334 - A KADÍMIA, digo A ACADEMIA ! - Parte SEIS (FIM) - Categoria: Gays - Votos: 1

Ficha do conto

Foto Perfil livianerd
livianerd

Nome do conto:
A KADÍMIA, digo A ACADEMIA ! Parte DOIS

Codigo do conto:
137244

Categoria:
Gays

Data da Publicação:
13/04/2019

Quant.de Votos:
3

Quant.de Fotos:
2