Pilantra...



olâ!!!! Meu apelido é shampoo tenho 18 anos, sou moreno mel, olhos castanhos, cabelos negros, 1.69, 59kg. Certo dia tive de dormir na casa da minha namorada, pois iríamos fazer uma prova bem cedo no Colégio. Tudo perfeito estudamos, jantamos e fomos dormir era umas 20:00. Lá pelas 2:00 da manhã acordei com muita sede e fui até a cozinha para beber água, quando sentei na cadeira uma mão tampou meus olhos e quando me virei lá estava a maior surpresa que já tive... a irmã da minha namorada Eidy (18) a Tânia (15) nossa não acreditei, o sono que sentia passou num piscar de olhos também com aquele vestidinho que ela usava huhuhmm logo não deu para disfarçar, pois a bermuda que usava não comportava mais minha tora, além do que a bermuda era do irmão delas de 14, ficamos conversando um pouco eu louco para sair daquela situação deliciosa, disse a ela que tinha de dormir, então sai de fininho, quando de repente ela pega no meu braço e diz.
- Não vai me dar boa noite.
Então quando fui dar um beijinho no rosto ela virou-o e nossos lábios se tocaram e como um imã não se desgrudarão até eu a empurrar. Disse que não podíamos, ela retrucou dizendo que me queria, que não agüentava mais sua irmã contando sobre nos dois, e disse que eu a possui-se como possuía sua irmã, não acreditava no que ouvia. Então disse:
- Mas, e o Marquinho. (namorado Tânia)
- Ha, ele é legal, mas tenho medo que minha primeira vez não seja legal e como a minha irmã vive me dizendo que você é super gostoso.
Nossa, quando ela disse isso quase pulei em seu pescoço. Mas não disse mais nada me virei e sai, ela novamente me agarrou e pegou no meu pau já latejando de prazer.
- Viu, você também quer, vamos por favor.
Fechei os olhos e pensei, vou fude ela para nunca mais ela se esquecer, lasquei um beijo bem longo e com minha mão percorria seu corpinho, sem dizer uma palavra encostei ela na mesa e levantei seu vestidinho, abaixei sua calcinha e meti a boca em sua bucetinha ela se arrepiou de tal maneira.... chupei, chupei, chupei até matar minha sede ela segurava seu gemido arranhava a mesa todinha, puxei uma cadeira e sentei-a de frente para mim, olhos nos olhos e tirei meu tronco para fora ela olhou assustada para esses 18 cm, e novamente dei outro beijo gostoso, lentamente puxei sua cabeça em direção da minha tora ela relutou, mas não dei mole mesmo, ela deu uns beijinhos timidamente mas logo foi se soltando meio sem jeito ela foi acomodando meu tronco em sua boquinha vermelhinha ( que cena linda), durante uns minutos ela chupava meu pau duro feito pedra, sem dizer uma palavra fechei os olhos e alaguei sua boca de porra, que gozada soberba, ela até se engasgou hehehehehe bebeu um gole de água e sorriu (safada) me enclinei e comecei a beijar seus peitos pequenos e rosadinhos com o dedo médio ensaiava uma punhetinha em sua grutinha virgem, ela gemia baixinho isso me deixava maluco, não agüentando mais enfiei meu pau em sua boceta bem lentamente, ela me segurava de tal forma que chegou a me arranhar (cadela) não tem coisa mais bela que ver meu pau entrar em uma grutinha huhuhmm que bom sem repudiar dei uma estocada mais brusca, foi quando ela gritou.... vixi, que susto, que tesão dei mais algumas estocadas e notei um filete de sangue deslizar na cadeira. Coloquei-a de pé quase caiu, mas segurei com cuidado, posicionei de costas para mim, ela disse que não queria mais, pois achava que iria desmaia hehehehee sem abrir a boca encaixei meu membro em sua entrada e soquei-o bem gostoso ela quase caiu novamente, em minha cabeça só pensava em fode-lá, fode-lá puxei seu cabelo e com uma brusca estocada minha tora rasgou-a novamente ela gritou, coloquei minha mão em sua boca ela quase comeu (vaca) senti minha porra chegar diminui o ritmo para acumular mais e mais leite moça :-) e soltei tudinho em sua bucetinha e com o dedo mindinho em seu cuzinho dei um banho de gozo nela, quando tirei meu pau todo melado, todo gozado de dentro dela ela se virou o sangue e a porra escorria em sua perna olhei em seus olhos e dei um sorrizinho ;-) e fui dormir sem dizer uma palavra. Claro que nem fui bem na prova, mas também que noite linda hehehehe hoje ela vive atrás de mim, mas só estou acumulando para pegala de jeito novamente...

Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Twitter Facebook



Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


Ficha do conto

Foto Perfil Conto Erotico shampoo

Nome do conto:
Pilantra...

Codigo do conto:
24

Categoria:
Heterosexual

Data da Publicação:
11/12/2009

Quant.de Votos:
4

Quant.de Fotos:
0