Historia Veridica : Desabafo



Bom... Sou casado há cinco anos. Mas algo aconteceu ano retrasado e nunca contei a ninguem. minha mulher é muito gostosa e chamativa, por muito tempo tive ciumes: baixinha, mas com bundão, cabelo comprido e preto, barriga saradinha e com piercing e seios naturais grandes, mas nao exagerados. Enfim... Sempre fui muito ciumento, mas um dia cansei. Percebi que aquilo amis fazia mal a mim do que qualquer outra coisa, vivia com a pulga atras da orelha. Propus a minha mulher, q aqui chamaremos de Jessica, um casamento liberal, ela aceitou prontamente.

Eu nao consegui me relacionar com mais ningue, sempre fui timido. Fiquei so na punheta por uns meses. Minha mulher percebeu, e perguntou se eu gostaria de ver algo interessante, disse logo que sim!

Naquela noite, cheguei em casa do trabalho e Jessica ainda nao tinha voltado. Esperei um tempo no sofa e ela chegou em casa acompanhada de dois homens: um eu conhecia, era um antigo amigo meu, chamado Pietro. Ele era moreno e definido, daqueles que pega todas em balada. O outro foi me apresentado, seu nome era Giovani, e era um homem muito bem apessoado e bem fortao. Jessica mandou nos tres para o quarto.

La ela colocou um babydoll bem sexy e disse:
-Andre, hoje vc vai ver algo, senta ali na cadeira e ve se aprende!
Rapidamente obedeci. A Jessica tava tao gostosa q meu pau ja tava durao. Mas entao ela tirou a roupa dos dois homens, que eram realmente muito definidos, "gostosoes", com tanquinho e tudo. Fiquei com medo mas a deiei prosseguir.
-Hoje voce vai ser um corninho! Ela me disse
Entao ela tirou o cacete do Giovanni para fora: era grande e grosso, uns 19 cm, muito cabeçudo e ja tava todo babado. Ele disse que nunca tinha visto um cara tao corno como eu. Me senti mal... Meu pinto tem uns 15cm e nao e mto grosso.
Entao ela tirou a rola de pietro para fora da calça: nunca tinha visto algo igual! Era enorme, muito grosso, cheio de veias e parecia uma pedra de tao duro. AS bolas dele tambem eram imensas, e balançavam debaixo daquela pau

- Isso sim que é um cacete ne Andre? Nao isso que voce tem! disse jessica

Ela começou a chupar aquelas picas. Dava para ver a dificuldade que ela tinha em meter udo aquilo na boca. Ela quase engolio o pau do Giovanni, lambia suas bolas e de vez em quando falava: Nossa! Muito melhor que o do Andre, isso q é homem! Nao deu muito tempo e ele gozou litros na boca da minha esposa, parecia uma fonte de porra. Aquilo escorreu no corpo dela, deixando sua pele brilhante.
-Agora voce vai limpar esse cacete enquanto o Pietro mete na binha bucetinha, disse jessica
Obedeci, com medo. Peguei naquele pau do Giovanni e pus na boca, senti o gosto da porra. Fui chupando e limpando aquele pau, sentindo ele crescer e pulsar na minha boca. Eanuqnato isso, pietro metia loucamente na Jessica, que gritava como uma cadela
-isso! mete essa rola! que delicia mete! e ele bombava mais forte, quase arrombando minha mulher
Não deu muito tempo ela pediu para Giovanni, que ja estava muito duro, meter tbm na buceta dela. E os dosi meteram. Duas rolas imensas na minha mulher, que ficava cada vez mais arrombada.
Entao ela pediu para Pietro comer o cuzinho dela. Estranhei: nunca q eu tinha feito anal com ela! Prontamente Pietro colocou aquela cabeçona na entrada do cu da Jessica, com medo, eu fui auxiliar e ajudei aquela pica imensa a entrar. Deu trabalhho , mas aos poucos as bolas dele ja bombavam na buceta de minha mulher

Enquanto isso, Giovanni ainda metia na buceta dela. Nao deu muito tempo e ele gozou de novo, tirando aquela pica pingando de dentro dela. A porra escorria da buceta. -Limpa isso corninho!
Entao fui chupar aquela porra toda... De vez em quando as bolas do Pietro, imensas, batiam no meu queixo. Pingava lubrificante de pau no meu rosto, e eu via aquela pica gigante entrando no cu da Jessica.

Juro para vcs, nao sei como ela aguentou. Aquela rola era muito grossa. As veias pulsavam naquele cu. As bolas batias na buceta, e ela gozava direto.
Nao deu muito tempo q ele soltou um enorme grito. Mas soltou tanto leite q transbordou do cu da minha mulher. E aquele cacete continuava duro. Estava muito melado, e minha mulher me obrigou a chupar toodo aquele caralho, tentei, mas nao consegui nem metade, machucou minha boca. Entao fiquei olhando ela chupar aquele cacetao com gosto, Aquela rola grossa, veiuda, dura e cabeçuda. Aqueless bagos explicavam a quantidade de porra que pietro soltava. Meu, que raiva! Ele é todo 'gostosao' e picudo!

Logo ele gozou no corpo de minha esposa. Parecia um banho de porra. Nao aguentei e bati uma nos peitoes dela tbm. Ela ficou toda melequenta. Piorou, pq Giovanni soltou uns jatos tbm... Soubrou para mim... Tive que lamber todo corpo dela. Todo aquele semem. Pietro falou q ia meter no meu cu se eu nao fizesse...

Fui humilhado... Por dois cacetes q mal cabem na mao.

-Gostou corninho? Viu como se faz? Viu o que e um cacete de verdade? Vc nao e homme, e um menino. E corninho. Mas deixa que eu cuido de vc. Os outros homens cuidam da parte de me fuder

Desde entao, uma vez por semana. Jessica tras um homem para casa e faz sexo animal e me humilha, quase como seu ajudante.

Faz uma semana que pedi divorcio..

Esse e o desabafo..


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Twitter Facebook



Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


Ficha do conto

Foto Perfil Conto Erotico anisioandre

Nome do conto:
Historia Veridica : Desabafo

Codigo do conto:
24320

Categoria:
Traição/Corno

Data da Publicação:
08/01/2013

Quant.de Votos:
5

Quant.de Fotos:
0