Deusa Nordica



Ninguém precisa saber meu nome. Tenho 18 anos e é com essa idade que a minha bissexualidade surgiu... sempre gostei de meninas,mas foi só no final de 99 que beijei a minha primeira garota,quando estávamos pirando numa festa rave. Ela foi minha namorada durante algum tempo paralelamente com o Thomas,também namorado,que foi pro espaco depois que conheci ela. De todos os caras que já beijei na vida,nunca tinha tido um beijo tão bom... nem se juntassem todos,não chegava perto da sensacão que é beijar uma menina. Demais. Garotas entendem garotas,é uma sintonia perfeita...
    Em janeiro do ano 2000 acabei com ela,a menina me machucou muito. Me largou sem piscar quando conheceu outra... fiquei puta da vida,arrumei o mochilão e vim pra Europa passar um ano pirando e estudando. Acabei vindo parar na Dinamarca,pois passando pelo lugar conheci alguns brasileiros e muitas dinamarquesas. Acabei fazendo amizade com essa galera e,quando vi,já estava alugando um apê e fazendo um curso de dinamarquês,jogando toda a minha vida brasileira pro alto.
    Mas o melhor aconteceu ha alguns meses,quando fui numa festa do ginásio com uns amigos. Que gente linda!!! Foi quando percebi que dois olhos me seguiam... era uma menina,mais ou menos da mesma altura que eu,ruiva com direito á sardinhas e os olhos verdes mais lindos que eu já vi. Quando olhei pra ela,parei tudo. Quase larguei meu 5o copo de cerveja no chão. Ela veio na minha direcão,e disse... sei quem vc é,ouvi falar muito de vc!!! A partir daí,comecamos a trocar idéia,falamos de tudo... senti muita firmeza naquela garota,que prefiro chamar de RUIVA. Imediatamente um amigo meu me puxa de canto,de modo que a deixei falando sozinha,e me fala: "cuidado,essa garota é gay!!! Todo mundo sabe,ela é assumida... toma cuidado com ela!!!" Quase dei risada da cara dele e pensei comigo "bom saber!!!",enquanto fingi demonstrar surpresa. Sem demora voltei a falar com ela,pois nunca tinha visto menina mais linda,ainda mais depois de saber que ela era da minha turma. Resolvi jogar,e a primeira coisa que perguntei á ela,interrompendo o que ela falava,numa acão rápida,foi... "vc tem namorado?". Ela deu risada e me respondeu... "não,e nunca tive... porque os homens não são garotas." Quase caí pra trás. Eu,já com a mente cheia de cerveja e THC,esqueci todo o meu passado conturbado,esqueci a menina que tinha me machucado,esqueci a festa e a multidão que dancava em volta da gente,joguei TUDO. Olhei bem pra ela e dei o maior BEIJO do planeta!!! O estado de choque estava estampado na expressão de amigos e amigas,mas o restante da festa,que era enorme e estava lotada,parecia nem ter visto. Pois é,o negócio aqui é bem diferente,o respeito é grande e a homofobia quase nula. Continuei beijando aquela ruiva ali mesmo,sem pensar em mais nada. O tesão tomava conta de mim,por dentro estava pegando fogo... eu e ela ríamos muito,entre beijos longos e frenéticos.
    De repente,um amigo chega pra mim desesperado,literalmente me puxa com toda a forca,e diz... "temos que ir nessa AGORA,uma das meninas está passando mal e temos que ir pro hospital!!!" Era a minha carona pra casa e,principalmente,minha melhor amiga. Só deu tempo de olhar pra trás e ver o rosto lindo dela,tentando correr atrás de mim. Entrei no carro e aceleramos pro hospital,não deu tempo de mais nada.
    Uma semana depois era feriado,uns 10 dias de folga. Durante a semana procurei,falei com todo mundo que eu conhecia,ninguém sabia telefone,endereco,nada da menina... eu tava pirando. Só de pensar nela me dava muito tesão!!! Foi quando recebi um telefonema... era ela,me falando que arranjou o número com um amigo meu,não aguentava mais,precisava me ver. Ela mora numa cidade a 50 km da minha... nem pisquei. Peguei o 1o trem e fui de mala e cuia pra casa dela,que também mora sozinha. Já na estacão dei o maior beijo nela,que adorou... a gente se diverte vendo as diferentes reacões das pessoas quando nos vêem. Sem falsa modéstia,sou bem bonita,e ela é linda demais.
    Fomos pra casa dela,e no caminho,sobre a moto dela,comecei a passar as mãos pelos quadris,acariciando sua barriga... no comeco ela perguntou "Q vc tä fazendo?!",mas achou graca e curtiu...
    Chegando na casa dela (muito louca),arrumamos alguma coisa pra comer e comecamos a tomar vinho branco. Conversamos e nos beijamos por horas,até que ela teve que ir trabalhar. Ela é garconete,e nessa noite havia uma festa,ela teria que trampar até de manhã,quando o último convidado fosse embora... ou seja,chegaria em casa em casa lá pelas 7. Que tortura... estava louca por ela,não via a hora de arrancar todas as roupas e transar com aquela ruiva linda. Nunca tinha transado com meninas,só com homens,o que não vou negar que fui á loucura com as experiências que tive... também é muito bom,gosto de pintos.
    Depois de me masturbar a noite inteira pensando em tudo que eu queria fazer com a ruiva e tentando ficar acordada,acabei dormindo. Despertei com o barulho da moto estacionando... ela tinha chegado. Foi aí que não sabia o que sentia... por um lado estava cagando de medo e até mesmo nervosismo por temer o desconhecido,por outro lado estava morrendo de tesão. Senti que estava toda molhada!!! Apesar dos beijos e cenas gostosas que a gente já tinha vivido,o respeito era grande,nada havia rolado.
    Fingi que estava dormindo. Com o canto do olho vi ela entrando,tirando o capacete... desabotoando a camisa,descendo a calca pelas pernas longas e delicadas,tirando o sutiã. Tudo muito devagar,e o quarto á meia luz deixava o ambiente ainda mais perfeito. Eu,ali,deitada de shorts e camiseta,bem á vontade,espiando a ruiva se trocando foi demais... nesse momento esqueci todos os meus medos,o tesão e a loucura tomaram conta de mim. Em seguida ela apagou todas as luzes,e o quarto só ficou iluminado pelas primeiros raios de sol do dia... mas ainda estava bem escuro. Estava muito frio... quando ela se deitou do meu lado,me abracou por trás. Estremeci... fingindo que me revirava durante o 25o sono,virei pra ela e joguei minha perna por cima dela,o que a fez sorrir e falar no meu ouvido "não adianta fingir... sei que vc está acordada,e eu te quero muito!!!". Fui flagrada... simplesmente dei um sorriso e comecei a fazer movimentos junto á ela,abracando-a forte.
    Os movimentos foram aumentando a intensidade... ela comecou a me beijar muito gostoso. Foi até o meu ouvido,onde respirava e lambia ao mesmo tempo... é o meu ponto fraco,enlouqueci. Num só movimento,arranquei a camiseta dela e a fiz sentar no meu colo de frente pra mim,pra que eu pudesse chupar aqueles seios rosados lindos... comecei a mamar nela ao mesmo tempo que fazíamos movimentos,cada vez mais rápidos e loucos. Não conseguia parar... quando olhei bem pra ela,vi que ela estava pirando,com um tesão não maior que o meu. Deitei ela de frente pra mim,e fui descendo com a língua até chegar na base da calca,que arranquei sem demora. Passava a mão por todo aquele corpo perfeito,ela é uma deusa nórdica... seios redondos e rosados,pele de pêssego,piercing na língua,barriga definida,pernas longas. Fui puxando a calcinha pra baixo,quando vi sua xoxotinha... os pêlos também eram ruivos,e percebi o quanto ela estava molhada. Nesse momento ela levantou,e,entre gemidos,arrancou a minha roupa rapidamente. Sou uma menina bonita,não sei a cor natural do meu cabelo,no momento está laranja com rasta,tenho 1,62 de altura,olhos castanhos,corpo forte,bundinha arrebitada,xoxotinha sempre depilada,um tesão. Vi isso no rosto da minha ruiva quando ela tirou a última peca da minha roupa,deixando nós duas completamente nuas... ela foi me beijando e lambendo de cima a baixo. Comecou pela orelha,passando pelo pescoco,mamando forte e gostoso nos meus peitos,acariciando a minha barriga... e foi separando as minhas pernas,lambendo as minhas coxas,chegando cada vez mais perto da minha xoxotinha. Ela olhou pra mim e só deu tempo de sentir a respiracão quente no meu clitoris,antes de ela atolar a boca em mim. Chupou como ninguém nunca tinha chupado... estava pegando fogo. Passava a língua por toda a extensão,enfiava fundo na vagina,mordiscava meu clitoris,fez um vai-e-vem gostoso com a língua. Ficamos assim durante algum tempo,pois não consegui segurar... me contorcia,gemia alto,descia e subia pela boca dela,enquanto ela me segurava forte pelas coxas. Dei a primeira gozada na boca dela... a ruiva avancou em cima de mim,me beijando e fazendo sentir o gosto do meu próprio orgasmo. Que delicia... claro que retribuí,beijando ela inteirinha novamente,e mesmo sem nunca ter feito aquilo,chupei a xoxotinha quente e molhada dela com voracidade. A ruiva se virava e gritava de tesão... num movimento rápido ela me colocou embaixo dela,comecando um delicioso meia-nove. Foi difícil me concentrar pra chupar a dela,pois ela fazia isso rápido e muito bem,me fazendo delirar. Com a intensidade das línguas aumentando,percebi que ela explodir em gozo,e a chupei com mais vontade ainda... senti seus músculos internos vibrando,sendo encharcada com o líquido em seguida. Ela gritava e rebolava na minha boca... fiquei doida,o tesão foi tanto que explodi em gozo também. Em seguida ela deitou em cima de mim e ficou acariciando a minha xana... com uma cara muito safada foi enfiando o dedo em mim,pouco a pouco,até o fundo. Aquela gostosa estava me fazendo flutuar,quase nem sentia mais meu corpo... ela foi dando estocadas até o fundo com dois dedos,como se estivesse com um cacete me comendo. Quando consegui falar alguma coisa,pedi mais... mais... muito mais... senti que ela ia colocando um dedo de cada vez e ia fazendo o vai-e-vem,bombando até o fundo. Quando eu estava quase gozando,ela tirava,dava um tempo e recomecava tudo de novo,com um dedo a mais... foi delicioso!!! Quando senti a mão dela na entrada da minha vagina,peguei o pulso dela e fui enfiando... estava tão molhada que não precisou de nada,a mão dela deslizava pra dentro de mim. A menina não acreditava,estava totalmente louca. Pedi que ela fosse devagar... na parte onde a mão era mais grossa,ela me arregacou,senti uma dor insuportável,mas com a mão no pulso dela dei um grito de dor e enfiei TUDO numa estocada só,até o fundo. Ela comecou a fazer movimentos com a mão dentro de mim,olhando pra mim e vendo aquela cena maravilhosa. Enquanto bombava a mão dela na minha xoxota,cada vez mais e mais intenso,com a outra me masturbava freneticamente,enquanto ela também estava com os dedos na xoxotinha dela. Se masturbando e gemendo muito alto,eu e a ruiva explodimos em orgasmo ao mesmo tempo,gozando forte e muito,muito quente... nossos corpos vibravam de prazer.
    Essa foi a primeira noite com a ruiva... passamos todos os dias do feriado trepando dia e noite,com um tesão que eu nunca tinha visto nem sentido na minha vida. Depois de trocar muita idéia e ver a garota boa de cabeca,de bunda e maravilhosa na cama,me apaixonei total. Vendi meu apê e mudei pra casa dela. Somos namoradas,vivemos em perfeita harmonia,nunca fui tão feliz na vida... ha mais ou menos 3 meses estou com ela,e desde então trepamos todas as noites,com o sexo a cada dia ficando melhor. Quando estamos na cama ficamos insanas,transamos freneticamente por horas!!! Mulheres e homens que leram o meu relato,sei lá,espero que tenham gostado... se quiserem me escrever pra fazer algum comentário,mandem pra É isso aí...

                                
                                


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Twitter Facebook



Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


Ficha do conto

Foto Perfil Conto Erotico manalouca

Nome do conto:
Deusa Nordica

Codigo do conto:
44

Categoria:
Lésbicas

Data da Publicação:
11/12/2009

Quant.de Votos:
14

Quant.de Fotos:
0